Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese (Página 20)

Artigos Padres da Arquidiocese

Liturgia 6º Domingo da Páscoa

LITURGIA - 6º DOMINGO DE PÁSCOA - 01.05.2016.
“Porque decidimos, o Espírito Santo e nós...”.
1.Acolhida.
A Liturgia dominical é uma sábia mestra para os fiéis que se reúnem para celebrar: A Quaresma nos prepara para a celebração da Páscoa, e os Domingos pascais preparam nosso espírito para acolher o Espírito Santo, dom de Cristo à sua Igreja.
A Igreja não consegue viver e nem agir em nome de Cristo se não receber o Espírito Santo!
Ele é o dom do Pai e do Filho, necessário para Ela realizar sua missão evangelizadora.

Leia Mais....

Liturgia 5º Domingo da Páscoa

"Eis que faço novas todas as coisas!”

1.Acolhida.
A Liturgia dominical é o magistério (ensino) de Jesus! A criação do mundo e do homem é obra perfeita, saída das mãos do Criador, mas o pecado cometido pelo ser humano introduziu o sofrimento e a morte em todo o universo, mas Jesus, com sua vida, paixão, morte e ressurreição, reintroduziu a vida e a beleza na criação universal: “Eis que faço novas todas as coisas!”.
A Liturgia dominical bem celebrada, reintroduz em cada celebrante a vida e a novidade trazida à terra pela ressurreição de Jesus. O cristão que participa da celebração dominical deve sair do templo, transformado em discípulo missionário de Jesus Cristo.

Leia Mais....

Liturgia 4º Domingo da Páscoa

LITURGIA – 4º DOMINGO DE PÁSCOA. 17/Abril/2016
“Esses são os que vieram da grande tribulação!”
1.Acolhida.
Jesus é o Bom Pastor que todos os domingos nos alimenta com sua Palavra e sua Eucaristia. A vida neste mundo, normalmente, é tempo de grande tribulação que precisamos enfrentar para chegar à “Festa do Cordeiro”.
Todos os domingos, Jesus nos convida à sua mesa para a “Festa da Palavra e da Eucaristia”. O caminho é longo e difícil; precisamos de alimento sólido para agüentar até o fim do dia.
Os Apóstolos, Paulo e Barnabé, encontram resistências junto aos judeus, mas os pagãos os acolheram com júbilo, pois, a salvação era destinada também para eles!

Leia Mais....

Liturgia 3º Domingo da Páscoa

LITURGIA – 3º DOMINGO DA PÁSCOA 10-04-2016

Simão Pedro, tu me amas?
Então, apascenta as minhas ovelhas.

1.Acolhida.
Jesus aparece pela terceira vez aos Apóstolos e os orienta para uma pesca milagrosa – cento e cinqüenta e três grandes peixes. Parece história de pescador, mas não é! O número corresponde ao número de nações conhecidas no Tempo Antigo – deviam evangelizar todas as nações do mundo!
Alimentou-os com pão e peixes e confirmou Pedro na responsabilidade de conduzir a Igreja na condição de Pastor amoroso: Apascenta meus cordeiros, apascenta minhas ovelhas. Apascenta com amor, alimente-as com minha Palavra e minha Eucaristia.

Leia Mais....

Liturgia 2º Domingo de Pascoa

LITURGIA – 2º DOMINGO DE PÁSCOA
“Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai”
Este é o “Domingo da Misericórdia”, plenamente revelada na Ressurreição do Senhor – é o motivo maior de nossa alegria: fomos salvos pelo amor misericordioso de nosso Deus! É, também, a festa dos recém-batizados, agora, alimentados com o leite espiritual: “Como crianças recém-nascidas, desejai o puro leite espiritual para crescerdes na salvação” – Os batizados na noite da Páscoa eram apresentados à Comunidade, vestidos de branco.
Celebremos esta Eucaristia com júbilo festivo, pois fomos salvos pelo amor misericordioso de nosso Deus e Senhor, Jesus Cristo.

Leia Mais....

Liturgia Pascal

LITURGIA PASCAL  - 27.03.2016

“Quem crê em Jesus recebe o perdão dos pecados!”

1.Acolhida.
Além da morte ignominiosa de Jesus na cruz, agora, vem a notícia que até seu corpo foi roubado! – “Tiraram o Senhor do túmulo e não sabemos onde o colocaram!”. É desgraça demais para a Comunidade dos discípulos de Jesus. Deixemo-nos conduzir pela luz do Senhor, meditando a Liturgia de hoje

Leia Mais....

Páscoa,Festa do Perdão

PÁSCOA, FESTA DO PERDÃO.
Origem da Páscoa: Segundo os estudiosos, a Páscoa (Pesah) era  uma festa primitiva, pré-Israelita, de pastores nômades, celebrada na primavera para: 1. Agradecer a Deus pelos nascimentos das ovelhas; 2. Para pedir a proteção divina contra os maus espíritos, manifestados nas doenças (pestes) contra o rebanho e a família; 3. Para pedir a fertilidade do rebanho e das novas pastagens. O ritual primitivo consistia no sacrifício de um animal e com o sangue dele era tingido a entrada da tenda.

Leia Mais....

Solenidade de São José

O PRÍNCIPE DE NAZARÉ.
Dia 19 de março comemoramos a solenidade do glorioso S. José, o qual, além de ser o príncipe de Nazaré, é também, o príncipe de toda Igreja. É padroeiro universal e provedor da Igreja Católica no mundo inteiro. Porque razão S. José se tornou um santo com muita simpatia e veneração popular? Por que ele foi escolhido pelo Pai Eterno para ser o guarda fiel e providente dos seus maiores tesouros: O filho de Deus e a Virgem Maria. Esta missão ele a cumpriu com muita dedicação e fidelidade.   A majestade Divina entra no mundo através da família de Nazaré, cujo guardião era José.

Leia Mais....

Liturgia Domingo de Ramos

LITURGIA – DOMINGO DE RAMOS - 20.03.2016
“Humilhou-se até a morte de cruz, mas Deus o exaltou!”

1.ACOLHIDA.
O “Domingo de Ramos” recorda a procissão do povo que aclama Jesus cantando: “Bendito o rei que vem em nome do Senhor!” Mas este mesmo povo, enganado pelos sacerdotes, pede a sua morte e a libertação do assassino Barrabas. A procissão pelas ruas de Jerusalém é a profecia de nossa procissão existencial: Passamos da aclamação à condenação!
Acompanhemos os passos dolorosos de Jesus meditando nossas contradições quando passamos da fidelidade ao pecado. Senhor Jesus tende misericórdia de nós!

Leia Mais....

Liturgia 5º Domingo da Quaresma

LITURGIA – 5º DOMINGO DA QUARESMA = 13.03.2016
“Convertei-vos a Mim, pois sou bom e compassivo!”
1.ACOLHIDA
Celebrar a Eucaristia dominical significa aceitar o convite da conversão, de voltar com alegria para o caminho do bem. Jesus quer para nós um caminho de paz e de amizade com Deus. Ele nos quer santos.
Deixar os caminhos do pecado, normalmente, é doloroso, mas o caminho da conversão é um caminho de luz. É experimentar a leveza do perdão divino. A mulher adúltera do Evangelho provou a ternura de Jesus e de sua paz

Leia Mais....