Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese (Página 30)

Artigos Padres da Arquidiocese

Liturgia – 33º Domingo Comum

LITURGIA - 33º DOMINGO COMUM - 16.11.2014

“Meus pensamentos são de paz e não de aflição!”

1.Acolhida.
“Final de Ano”, preocupação com “Fim do Mundo!” Ocupar-se com o “Fim do Mundo pessoal” é oportuno, mas sufocar a preocupação com exagero em festas e bebida, no mínimo, não é cristão! Os pensamentos de Deus não conduzem para a aflição, mas para a paz!
O “Ano Litúrgico” está acabando, avaliemos a passagem de nosso “Ano”! Com certeza, podemos melhorar nosso desempenho nas tarefas e na missão que o Senhor nos confiou! Um balanço realista vai bem na empresa industrial, mas é necessário na vida pessoal e comunitária

Leia Mais....

DEDICAÇÃO DA BASÍLICA DO LATRÃO – 09/11/2014

“Vós sois o templo vivo de Deus!”
1.Acolhida.
A Basílica do Latrão é a catedral do Papa Francisco. Na sua origem antiga está a doação do Imperador Constantino ao Papa São Silvestre I. A Liturgia de hoje recorda-nos que o templo é um lugar sagrado onde ressoa a Palavra de Deus, mas, ao mesmo tempo, recorda-nos que Deus escolhe o coração humano como seu templo preferido: “Não sabeis que sois templo de Deus e que o Espírito Santo habita em vós?” (1Co 3,16).

Leia Mais....

Vida para além da morte

No dia de finados, reverenciamos nossos entes queridos falecidos, através da oração e visitas aos cemitérios. Assim falou o divino Mestre: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim ainda que esteja morto viverá” (Jo 11,24). “Todo aquele que crê em mim não morrerá para sempre” (Jo 11, 26).  A morte, para os que têm fé, não interrompe a vida, mas transforma a vida. Na morte acontece o verdadeiro nascimento do homem. É o começo de uma nova vida.  Pois, é o encontro com a plenitude da vida que está em Deus.  Nova vida transfigurada, realizando o que de bom a pessoa esperou e nem sempre conseguiu neste mundo. É o triunfo ou  coroamento da vida.   Porém, devemos lembrar que a vida eterna que começa aqui e agora. O céu é, na verdade, a potencialização daquilo que já na terra experimentamos.

Leia Mais....

Liturgia – Todos os Fiéis Defuntos

LITURGIA - TODOS OS FIÉIS DEFUNTOS.

“O Senhor é minha luz e salvação!”
1.Acolhida.
Irmãos e irmãs, vamos celebrar a Eucaristia, hoje, recordando nossos falecidos. A Palavra de Deus nos recorda que é um santo e salutar pensamento rezar pelos falecidos para que sejam livres de seus pecados, aliviados em seus sofrimentos e desancassem em paz pelo poder de Deus. (2Mc).
Quem salva é o Sangue de Jesus; não são as velas acesas e nem as flores colocadas junto ao túmulo de nossos entes queridos. As flores e as velas, no dizer de Santo Agostinho são mais para consolo dos vivos do que alívio para os falecidos! Cuidemos dos vivos enquanto estiverem vivos! Depois da morte, sigamos o conselho da Palavra de Deus!


Leia Mais....

Liturgia 30º Domingo Comum

LITURGIA – 30º DOMINGO COMUM

“Buscai o Senhor, buscai sem cessar sua face!”

1.Acolhida.
Irmãos e irmãs, viemos à igreja para contemplar a face misericordiosa de nosso Deus: Ele não quer cumpridores de leis, mas quer filhos que desejam encontrar-se com Ele. Buscar a Deus não é um dever! É uma necessidade que vira paixão e nos torna felizes! É uma sede que nos leva à fonte para beber! Celebremos a Eucaristia com devoção. Ela é a fonte desejada!

Leia Mais....

Liturgia 29º Domingo Comum

LITURGIA – 29º DOMINGO COMUM

“O Filho do Homem veio para dar sua vida
para a salvação dos homens!”

1.Acolhida.
Mês de outubro é dedicado às Missões. Disse Jesus: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Vão, portanto, e façam que todas as nações se tornem discípulas...” (Mt 28,18-19ª). Nós somos colaboradores de Deus no anúncio missionário.
A fé é um dom que chega até nós pela força do Espírito Santo, mas requer nosso empenho para irradiá-la. Somos discípulos missionários de Jesus!

Leia Mais....

LITURGIA – Nossa Senhora Aparecida

LITURGIA – Nossa Senhora Aparecida - 12.10.2014.

“Fazei o que Ele vos disser!”

1.Acolhida.
Celebramos, hoje, a solene festa de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. Nossa Pátria está encerrando um processo eletivo de novos dirigentes políticos e todos nós votamos, até, com certo entusiasmo festivo, mas não temos esperanças que a política pequena dos brasileiros melhore a situação de nossa Pátria. A corrupção e a sem-vergonhice são grandes demais em nosso meio! A purificação de uma nação, diz-nos a História, normalmente, se faz pelo sofrimento.
O Povo de Israel, por sua vez, não ouvia a voz dos profetas, não se convertia e nem fazia penitência de seus pecados, por isso sobrava-lhe o sofrimento para retomar o caminho certo! Seria esta a situação do Brasil. Nossos pais nos diziam: “Quem não aprende no amor, termina aprendendo na dor!” Que a Virgem Maria interceda por nós!

Leia Mais....

Liturgia 27º Domingo Comum

LITURGIA – 27º DOMINGO COMUM - 05.10.2014

“A Vinha do Senhor é a Casa de Israel!”
1.Acolhida.
Para o cristão, o Domingo é celebração da Ressurreição do Senhor e momento importante de Catequese. Somos convocados para celebrar e para revisar nossa vida de cristãos. O “Cântico da Vinha” diz respeito à nossa vida: somos objeto do amor e da ternura de nosso Deus, mas as boas obras esperadas por Deus não aparecem! Que fará o senhor com a fazenda que não produz uma boa colheita?
Será que Deus não foi bom o suficiente conosco, Ele se enganou depositando demasiada confiança na produtividade de boas obras? A fazenda poderá ser vendida a baixo preço! Seria uma desgraça anunciada!

Leia Mais....

XIV Congresso Nacional da Pastoral Familiar.

XIV  Congresso  Nacional da Pastoral Familiar.
Aconteceu, em S. Luís do maranhão, de 26 a 28 de Setembro, o XIV congresso Nacional da Pastoral Familiar. Tema do congresso: “Família, transmissora da fé”. Lema: “Anunciar a fé, com ousadia e coragem”.  Foi um grande e extraordinário evento eclesial que congregou todos os 18 regionais da CNBB, representantes das arquidioceses e Dioceses do Brasil. Todos os movimentos, associações e serviços eclesiais que trabalham em prol da família,  também, estiveram presentes e apresentaram a riqueza de seus trabalhos pela família brasileira. O objetivo maior do congresso foi  a promoção e o anúncio do evangelho da família. A Igreja, através destes congressos, reapresenta a família como Deus quer, ou seja, apresenta os desígnios de Deus sobre a família, denunciando as ameaças devastadoras  que vem sufocando e machucando o núcleo familiar, hoje. Porquanto, a família é o bem mais importante da pessoa humana, o grande capital social para a saúde e equilíbrio da sociedade, e maior tesouro para a humanidade. Temas relevantes foram refletidos e abordados por especialistas, tais como: Família recurso para a sociedade, família e políticas familiares, desafios que fragilizam e passos que consolidam a relação familiar, diálogo com os filhos na cultura atual, paternidade e maternidade: direitos e deveres e a importância da organicidade da pastoral familiar.

Leia Mais....