Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese (Página 49)

Artigos Padres da Arquidiocese

Pe. Paulo Ricardo fala sobre Liturgia

Entrevista realizada com Pe. Paulo Ricardo para o site http://www.salvemaliturgia.com.

1. Como V. Revma vê hoje a questão da Liturgia no Brasil e no mundo?
Nós estamos vivendo uma fase nova na história da Liturgia. Nós tivemos durante todo o século 20 um movimento litúrgico extraordinário de retorno as fontes; um progresso imenso no estudo da liturgia. Depois, com execução da Reforma Litúrgica do Vaticano II, houve infelizmente uma aplicação muito errada da Reforma. Ela foi, de certa forma, positiva, mas muito mal aplicada. Agora vivemos uma terceira fase: a fase em que retomamos aquilo que poderíamos chamar de o “bonde perdido”, retomamos o “trem perdido”. Nós estávamos no movimento litúrgico, que foi interrompido por um processo revolucionário da década de 70 e 80, e agora estamos retomando aquele processo litúrgico anterior, para colher os frutos de um verdadeiro movimento litúrgico. É isso que o Papa Bento XVI, pelo menos espera colocar em ato, e aquilo que ele prevê no seu livro “introdução ao Espírito da Liturgia”.

Leia Mais....

As virtudes de um terreno bom

Meus queridos irmãos, sobretudo você que é jovem, saiba que todos somos jovens, porque a característica típica de um jovem é ter um futuro grande, e o cristão, por mais idade que tenha, tem um futuro imenso no céu. Enquanto o mundo teme seu prazo de vida que está diminuindo, o cristão sabe que está apenas começando a vida bonita que Deus tem para ele no céu. Não importa nossa idade ou situação de vida, em nós existe a juventude eterna ao lado de Deus.No Evangelho de hoje queremos refletir sobre o crescimento da semente. Temos, na Palavra, três tipos de terrenos: dois ruins e um bom. Esse bom é Jesus, pois Ele é o coração que acolheu plenamente o coração do Pai. Ele é a Palavra, a semente e também o terreno. Nenhum solo é tão perfeito e acolhedor como o coração de Jesus.

Leia Mais....

Ano Sacerdotal e a Batalha

Quando em 2009 o Papa Bento XVI proclamou o Ano Sacerdotal, exortando a todos os fieis que orassem pela santificação dos sacerdotes, estava declarando uma verdadeira guerra ao Inferno. Afinal, foi o próprio Senhor Jesus quem recordou ao primeiro Papa que as forças do inferno não poderão vencer a Igreja (cf. Mt 16, 18).Se esta certeza da vitória final da Igreja nos enche o coração de esperança, também nos serve de alerta. Enquanto estivermos neste mundo haverá combate. E neste combate é importante compreendermos a estratégia do inimigo.

Leia Mais....

Igreja: comunidade de amor e de esperança!

I.Igreja: assembléia santa, comunidade de amor

 Introdução: Este nosso curso de eclesiologia tem como finalidade primeira nos levar a um contato vivo e real com a Igreja: comunidade viva de amor! Assim os primeiros cristãos eram designados, assim eles se compreendiam, como comunidade utópica, sonhadora dos sonhos de Deus.Os seguidores do Caminho, os primeiros cristãos, não tinham uma clara identidade cristã, como nós hoje entendemos. Viviam a vida imergida no Mistério. O batismo, além de porta de entrada na vida cristã, era o ponto máximo do percurso dos seguidores do Mestre Jesus.

Leia Mais....

São João Batista: “O Precursor”

É com muita alegria, que a Igreja Celebra solenemente no dia 24 de junho, o nascimento de São João Batista. Santo, que justamente com a Virgem Maria, é o único a ter o aniversário natalício celebrado pela liturgia. São João Batista que é padroeiro de tantas comunidades de nossa Arquidiocese.
A relevância do papel de São João Batista reside no fato de ter sido o "precursor" de Cristo, a voz que clamava no deserto e anunciava a chegada do Messias, insistindo para que os judeus se preparassem, pela penitência, para essa vinda.

Leia Mais....

A Copa e a Paz

13 de Junho, a Copa e a paz: viver com alegria o orgulho de ser cuiabano
Queridos irmãos e irmãs, mais uma vez neste honroso domingo de 13 de  junho, tenho a alegria de trazer-lhes uma bela mensagem, agora escrita por um homem de nossa terra, gente como a gente, jornalista e de grande seriedade, humanizador das palavras e nas palavras: é o artigo do Sr. José Antonio Lemos dos Santos. Neste artigo, pode nos vir aquela alegria de cantar “o orgulho de ser um cuiabano, de chapa e cruz , que podemos confessar sem se enganar!”.

Leia Mais....

Ano Sacerdotal: uma vida feita de amor e entrega!

Querido irmão e irmã internauta, quero compartilhar com você esta linda mensagem de um padre salesiano uruguaio Martín Lasarte, que trabalha em Angola, de 06 de abril e endereçada ao jornal norte-americano The New York Times. Nela expressa seus sentimentos diante da onda midiática despertada pelos abusos sexuais de alguns sacerdotes enquanto surpreende o desinteresse que o trabalho de milhares religiosos suscita nos meios de comunicação. É importante ponderar as noticias e ver a verdade das coisas, só assim construiremos uma humanidade nova, onde brilha os laços de solidariedade e paz entre todos! Um grande abraço e tenha uma boa leitura

Leia Mais....

“O Amor Incondicional de Deus”

“O Amor Incondicional de Deus” - 11º Domingo Tempo Comum
2º Sm 12,7-10.13; Gl 2,16.19-21 Lc 7,36-8,3
Queridos irmãos e irmãs internautas, o Evangelho de hoje nos faz aprofundar a ternura de Deus, sua compaixão pelas criaturas amadas, que somos nós! A linguagem da compaixão e da ternura divina é o traço verdadeiro do sonho de Deus para nós. Ser imagem de Deus, carregar em nós a semelhança divina, faz-nos compreender a essência de Deus manifestada na humanidade de Jesus. Isto serve de uma nova gramática para a humanidade, é um novo caminho de humanização que nos leva a refletir e a vencer as barreiras postas pelos preconceitos, pela discriminação e pela exclusão. Teria muita coisas a dizer sobre este evangelho, mas hoje prefiro partilhar com vocês a história que o Padre Jesuíta Hermann Rodríguez Osorio,[1] relata de um outro padre Jesuíta, muito famoso, o Padre Antony de Melo

Leia Mais....

Encerramento Ano Sacerdotal

Queridos irmãos no ministério sacerdotal,
Queridos irmãos e irmãs,

o Ano Sacerdotal que celebramos, 150 anos depois da morte do santo Cura d'Ars, modelo do ministério sacerdotal em nossos dias, chega ao seu fim. Nos deixamos guiar pelo Cura d'Ars para compreender de novo a grandeza e a beleza do ministério sacerdotal. O sacerdote não é simplesmente alguém que detém um ofício, como aqueles de que toda a sociedade necessita, para que possam se cumprir nela certas funções.

Leia Mais....