Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese (Página 50)

Artigos Padres da Arquidiocese

A verdadeira alegria nasce da paz

Segundo Domingo de Páscoa - Fonte de toda misericórdia
At 5,12-16; Ap 1,9-11a.12-13.17-19; Jo 20,19-31
Querido irmão e irmã internautas, hoje a Igreja vive o momento de luz, de vida, de ressurreição. Para São Paulo a Páscoa é símbolo da vida nova, é o dia da luz, o dia da vida. Com a Páscoa, nós nos tornamos filhos da luz e filhos do dia. A oito dias da Páscoa a Igreja ainda vê ressoar a força do Cristo ressuscitado em seu meio, pois a ressurreição de Jesus nos traz muita alegria e muitas graças:a ressurreição passa a ser a virada mais impressionante na história da humanidade, pois ela passa ter efeitos profundos sobre a nossa existência.

Leia Mais....

Feliz e Santa Páscoa

A nova páscoa ou Páscoa cristã, é a celebração da paixão e morte do Senhor, acontecimento mais importante da obra salvadora de Deus. Porquanto, a ressurreição de Jesus, além de ser a realização plena das profecias bíblicas, é a prova definitiva e irrefutável de que o Senhor Jesus é realmente Deus, o messias enviado pelo Pai. A páscoa de Jesus, expressa o infinito amor e  total generosidade do filho de Deus  para com a humanidade.

Leia Mais....

CELEBRAÇÃO DE RAMOS E DA PAIXÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

CELEBRAÇÃO DE RAMOS E DA PAIXÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Is 50,4-7; Fl 2,6-11; Lc 19,28-40

Queridos irmãos e irmãs internautas, hoje a Igreja celebra a paixão de Cristo. Hoje se completa o ápice do amor de Deus para nós. No primeiro momento tivemos a celebração de Ramos, nós aclamamos Cristo como Rei. Já nas profecias antigas, em todo o Antigo Testamento e também através do anjo que aparece à Virgem Maria se faz ressoar o antigo anúncio do Cristo que será grande, será o filho do altíssimo. Ele Sentará no trono de seu pai Davi, receberá o cetro da casa de Jacó (Lc 2). Será reconhecido como Conselheiro admirável, Deus forte, Príncipe da Paz. Tudo isso a Sagrada Escritura já havia anunciado e preparado. Mas não se sabia de que forma seria o reinado de Deus, de que forma seria o Messias enviado por Deus. E a surpresa foi grande, admirável mistério. Deus não queria somente nos instruir, nem muito menos invadir a história. Não queria nos violar e agredir, mas de uma forma única Deus foi preparando um tempo de plenitude, um tempo de amadurecimento.

Leia Mais....

Formação Permanente para Catequistas

Querido (a) catequista internauta, estamos disponibilizando no nosso Blog vários subsídios de formação catequética, através de apresentações em Power Point, fornecendo desta maneira maiores possibilidades para o enriquecimento, aprofundamento e formação permanente de vocês, queridos (as) catequistas.

Primeiro Congresso Brasileiro de Animação Bíblica da Pastoral Catequética Clique aqui

Como Planejar a Catequese Clique aqui 

Formação Iniciática de Catequistas – CELAM Clique aqui

Jonas: o Catequista de nosso tempo Clique aqui

Projeto Lectionautas para os catequistas Clique aqui 

Iniciação à Vida Cristã-2010 -  Parte I A Clique aqui

Iniciação à Vida Cristã-2010 -  Parte I B Clique aqui

Iniciação à Vida Cristã-2010 parte II Clique aqui

Leia Mais....

Jesus,rosto misericordioso do Pai

JESUS, ROSTO MISERICORDIOSO DO PAI
QUARTO DOMINGO DA QUARESMA
Js 5,9.10-12; 2ª Cor 5,17-2;1 Lc 15,1-3.11-32
Queridos irmãos e queridas irmãs internautas, as leituras deste quarto domingo da Quaresma são um verdadeiro Oasis no deserto de nossa peregrinação quaresmal. Estamos findando o tempo da quaresma, o grande dia da Páscoa se aproxima. É tempo de avaliar que experiência da imagem de Deus estamos recolhendo desse período? Que reflexo de arrependimento e de mudança começa a florescer em nosso coração a partir deste tempo tão especial, que é de graça e conversão?

Leia Mais....

Quaresma tempo de Transfiguração

SEGUNDO DOMINGO DA QUARESMA
Fl 3,17-4,1 3,17; Gn 15,5-12.17-18; Lc 9,28b-36
1 Neste tempo especial de quaresma, tempo de graça, tempo de conversão, a Igreja nos propõe no evangelho de hoje um caminho espiritual que nos conduz à montanha, lugar da revelação de Deus, de sua auto-manifestação. Trata-se da experiência da auto-revelação de Deus em Jesus Cristo. Os antigos chamavam Jesus de “o Verbo abreviado de Deus”, palavra sintética do Pai, Palavra que tudo contém, da qual tudo existe e para qual tudo retorna.

Leia Mais....