Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese (Página 50)

Artigos Padres da Arquidiocese

“O Amor Incondicional de Deus”

“O Amor Incondicional de Deus” - 11º Domingo Tempo Comum
2º Sm 12,7-10.13; Gl 2,16.19-21 Lc 7,36-8,3
Queridos irmãos e irmãs internautas, o Evangelho de hoje nos faz aprofundar a ternura de Deus, sua compaixão pelas criaturas amadas, que somos nós! A linguagem da compaixão e da ternura divina é o traço verdadeiro do sonho de Deus para nós. Ser imagem de Deus, carregar em nós a semelhança divina, faz-nos compreender a essência de Deus manifestada na humanidade de Jesus. Isto serve de uma nova gramática para a humanidade, é um novo caminho de humanização que nos leva a refletir e a vencer as barreiras postas pelos preconceitos, pela discriminação e pela exclusão. Teria muita coisas a dizer sobre este evangelho, mas hoje prefiro partilhar com vocês a história que o Padre Jesuíta Hermann Rodríguez Osorio,[1] relata de um outro padre Jesuíta, muito famoso, o Padre Antony de Melo

Leia Mais....

Encerramento Ano Sacerdotal

Queridos irmãos no ministério sacerdotal,
Queridos irmãos e irmãs,

o Ano Sacerdotal que celebramos, 150 anos depois da morte do santo Cura d'Ars, modelo do ministério sacerdotal em nossos dias, chega ao seu fim. Nos deixamos guiar pelo Cura d'Ars para compreender de novo a grandeza e a beleza do ministério sacerdotal. O sacerdote não é simplesmente alguém que detém um ofício, como aqueles de que toda a sociedade necessita, para que possam se cumprir nela certas funções.

Leia Mais....

Artigos sobre Nulidade Matrimonial

Divórcio ou Nulidade Matrimonial?
O matrimônio, de acordo com a doutrina católica, é um sacramento, mas, um sacramento bastante especial, porque, nele, os “ministros”, ou seja, os que conferem o sacramento são os próprios noivos. Por outro lado, como todos os sacramentos foram instituídos por Cristo e confiados à Igreja, esta colaca condições para a sua celebração válida. Assim se explica a declaração do parágrafo primeiro do cânon 1057: o matrimônio “é o consentimento das partes legitimamente manifestado entre pessoas juridicamente hábeis que faz o matrimônio; esse consentimento não pode ser suprido por nenhum poder humano”.

Leia Mais....

Saudação a Dom Bonifácio

Saudação do Pe. Deusdédit nas bodas de ouro de D. Bonifácio.
Exmo. D. Bonifácio,
Nesta histórica circunstância da celebração dos 50 anos do seu sacerdócio, foi-me dada a honrosa incumbência de saudá-lo, em nome do Presbitério desta Arquidiocese. Por isso, em nome deste presbitério, apresento-lhes os nossos respeitosos, cordiais e efusivos cumprimentos. Estimado Dom Bonifácio esta centenária arquidiocese se reúne, festivamente, hoje, para cantar o TE DEUM dos corações exultantes e agradecidos pelo  vosso fecundo sacerdócio, exercido admiravelmente na arquidiocese da bicentenária cidade de Cuiabá.

Leia Mais....

Festa de Corpus Christi

  

A expressão “Corpus Christi “  vem do latim e significa Corpo de Cristo.  A origem da solenidade do Corpo e sangue Cristo remonta ao século Xlll. Esta solenidade litúrgica foi Instituída pelo Papa Urbano IV(1262-1264), através da bula “transiturus”, de 11 de Agosto de 1264, para ser celebrada na Quinta-feira após a festa da Santíssima Trindade, que acontece  no domingo depois de Pentecostes. Urbano IV, antes de ser escolhido Papa, foi Cônego de Liége (Bélgica) e se chamava Tiago Pantaleão de Troyes, o mesmo que recebeu o segredo das visões da Freira Juliana de Liége, que pedia uma festa da eucaristia no calendário litúrgico. Esta solenidade entra no calendário litúrgico da Igreja para evidenciar e enfatizar a presença real  do Senhor Jesus no pão e no cálice consagrados. Após a consagração se torna: Jesus sacramentado. Conta a história que um sacerdote chamado Pedro de Praga, muito piedoso e zeloso pastoralmente, vivia angustiado por dúvidas sobre a presença real de Cristo no pão consagrado.

Leia Mais....

Documento de Aparecida e do Projeto Nacional de Evangelização

Queridos irmãos e irmãs, hoje quero compartilhar com vocês este texto sobre a formação de nossas lideranças leigas e a vida de nossas comunidades de fé à luz do Documento de Aparecida e do Projeto Nacional de Evangelização, tendo como meta o desejo de um Brasil em Missão Continental. O texto está aberto a ser remodelado (por isso o disponho para que seja discutido com você, caro irmão na fé, você pode deixar sua apreciação e também sugestões, que serão bem vindas). Tem as duas partes finais que não terminei, eu o elaborei para uma formação de liderança leiga da Paróquia Sagrada Família, realizada no dia 30 de maio de 2010 ,

Leia Mais....

II Parte: A revelação possui uma corporeidade sacramental

II Parte: A revelação possui uma corporeidade sacramental.
Queridos irmãos e irmãs internautas, iremos fazer o nosso segundo passo em nosso percurso da Revelação de Deus a nós. No primeiro momento, fomos convidados a nos lançar na beleza do Mistério Santo, agora somos desafiados a permitir-nos uma confrontação com nossas idéias sobre Deus. Sabemos que Deus não é uma idéia e nem a ela se reduz. Ele é amor! Por isso, Ele sempre se apresenta como convite. Entrar n’Ele é de certa forma nos despirmos de nós mesmos, dos nossos conceitos, tirar ventas de nossos olhos interiores, para que Ele mesmo nos fale ao coração, como um Pai, como Senhor de nossas vidas. Por isso precisamos, de vez em quando, rever os nossos conceitos e idéias padrões para não pintarmos Deus com nossas falsas pretensões.

Leia Mais....

Pentecostes e Missão Continental.

Artigo escrito pelo Pe. Jair Cardoso Alves Neto  que está estudando Direito canônico na cidade do Rio de Janeiro.

 

Essa solenidade para nós é um marco do qual vemos o surgimento da Igreja que é sustentada e animada pelo Dom e pela Força do Espírito Santo. A palavra Pentecostes vem do grego, pentekosté, é o qüinquagésimo dia após a Páscoa. Comemoramos nesta solenidade o envio do Espírito Santo à Igreja. A partir da Ascensão de Cristo, os discípulos e a comunidade não tinham mais a presença física do Mestre. Em cumprimento à promessa de Jesus: “quando vier o Paráclito, que vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade que vem do Pai, ele dará testemunho de mim e vós também dareis testemunho” (Jo 15, 26-27). Dessa maneira, o Espírito foi enviado sobre os Apóstolos e Cristo está presente na Igreja, que é continuadora da sua missão.

Leia Mais....