Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 4º Domingo Comum 28.01.2018

Liturgia – 4º Domingo Comum 28.01.2018

“Cala-te e sai dele!”
1.Acolhida
A Assembléia dominical é para ouvir e acolher a Palavra libertadora de Jesus. Louvar e escutar para dar-se conta da missão profética que todos nós temos como discípulos de Jesus. Ele é o profeta prometido e a quem devemos ouvir Ele nos liberta com sua Palavra e manda o demônio calar e sair da pessoa atormentada!
A Palavra de Jesus não é doutrina livresca (que está nos livros), mas é vida e testemunho do profeta e seu peso está na sua vivência! Ouçamos hoje, com atenção, a proclamação da Palavra de Deus, pois, Deus não fala mais através de trovoadas, de relâmpagos e tremores de terra, mas pela Palavra de Jesus, o Profeta prometido!

2.Palavra de Deus
Dt 18,15-20 – O Povo de Deus, assustado com a manifestação de Deus no Monte Sinai, pediu um profeta para falar em nome de Deus e Deus ouviu seu pedido e prometeu um profeta maior que Moisés – Jesus Cristo!

1Co 7.32-35 – A Palavra de Deus não é para assustar, mas para iluminar e orientar a nossa vida de cada dia quer sejamos casados ou não. Deus quer nosso bem e nossa liberdade… e não nosso medo! Podemos viver com honestidade, liberdade e serenidade na presença de nosso Deus.

Mc 1,21-28 – Início da vida pública de Jesus na sinagoga de Cafarnaum. Ele impressiona por sua autoridade e por seu poder sobre os espíritos maus. O povo exclama: “Que é isso, um ensinamento novo, dado com autoridade: Ele manda até nos espíritos maus e eles obedecem”!

3.Reflexão.
Jesus é o profeta prometido por Deus ao Povo de Israel, amedrontado com sua revelação no Monte Sinai. Agora, o povo de Cafarnaum, atento à pregação de Jesus, fica vivamente impressionado com sua pregação: “O que é isso? Um ensinamento novo, dado com autoridade e Ele manda até nos espíritos maus e eles obedecem!”.

Qual seria a autoridade de Jesus? “Sua autoridade consiste em dizer o que pensa e vive no seu dia a dia. Fala com autoridade porque vive o que fala! Uma palavra só tem força quando vem garantida pelo testemunho de vida de quem a pronuncia!” Uma homilia pode ser até bem elaborada e pronunciada com força, mas ela se parece com “fogos de artifício” que fazem muito barulho e pouco efeito! (Parecem discursos de políticos!). Marcos não expõe o conteúdo da pregação de Jesus, mas deixa claro que em Jesus a prática e o ensino são libertadores. Jesus fala daquilo que vive e manda com autoridade sobre os espíritos malignos: “Cala-te e sai dele!” E ele saiu deixando o pobre coitado, aliviado em seu sofrimento!

Jesus liberta as pessoas atormentadas por doenças e por espíritos malignos. Liberta de tudo o que limita a vida humana. Ele veio para promover a vida e deixar as pessoas livres de seus sofrimentos, integradas, novamente, em suas comunidades! Os espíritos malignos querem a morte, mas Jesus quer a vida e vida em plenitude! Interessante, os espíritos malignos sabem quem é Jesus e sabem, também, o que é bom para os seres humanos. Mas eles não querem a vida, querem a morte do ser humano. Eles são mentirosos e assassinos desde o início, assim fala Jesus (). Quem são, hoje, os espíritos malignos que atormentam o ser humano e procuram anular o Plano de Deus?

“Eu sou a vida e a vida em plenitude”! Quem tem sede desta vida venha a mim e beba!”.

Frei Carlos Zagonel

http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4935

Você pode Gostar de:

Nota sobre o acidente envolvendo dois Padres e um Seminarista da Arquidiocese

Nota sobre o acidente envolvendo dois Padres e um Seminarista da Arquidiocese Queridos irmãos e …