Página Inicial / Animação Litúrgica / 3º Domingo da Quaresma(04.03)

3º Domingo da Quaresma(04.03)

O TEMPLO DO SENHOR É A COMUNIDADE, ONDE AS PESSOAS SÃO “PEDRAS VIVAS”
04 de março de 2018 –  TERCEIRO DOMINGO DA QUARESMA – ANO B
CAMPANHA DA FRATERNIDADE – “FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA”.
Cor Litúrgica: Roxo
A.: Meus irmãos, hoje, nós encontramos Jesus em Jerusalém testemunhando o Seu gesto profético da
purificação do Templo e anunciando a Sua própria ressurreição. Em Cristo, templo vivo de Deus, nós
contemplamos a glória do Pai. Iniciemos, alegremente, a Santa Missa.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – R.: EIS O TEMPO DE CONVERSÃO, EIS O DIA DA SALVAÇÃO: AO PAI VOLTEMOS, JUNTOS ANDEMOS. EIS O TEMPO DE CONVERSÃO./ 1. Os caminhos do Senhor são verdade, são amor.
Dirigi os passos meus: em vós espero, ó Senhor!/ 2. Ele guia ao bom caminho quem errou e quer voltar. Ele
é bom, fiel e justo. Ele busca e vem salvar./ 3. Viverei com o Senhor. Ele é o meu sustento. Eu confio
mesmo quando minha dor não mais aguento./ 4. Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer.
Libertai o vosso servo e fazei-o reviver!/ 5. A palavra do Senhor é a luz do meu caminho; Ela é vida, é
alegria. Vou guardá-la com carinho./ 6. Sua lei, seu mandamento é viver a caridade. Caminhemos todos
juntos, construindo a unidade!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: O
Senhor, que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo, esteja convosco.
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de
reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. (Pausa). P.: Senhor, que na água e no
Espírito nos regenerastes à vossa imagem, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE
NÓS. P.: Cristo, que enviais o vosso Espírito para criar em nós um coração novo, tende piedade de nós.
TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que nos tornastes participantes do vosso Corpo e do
vosso Sangue, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso
tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, fonte de toda misericórdia e de toda bondade, vós
nos indicastes o jejum, a esmola e a oração como remédio contra o pecado. Acolhei esta confissão da
nossa fraqueza para que, humilhados pela consciência de nossas faltas, sejamos confortados pela vossa
misericórdia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, a Palavra de Deus nos torna conscientes da importância de obedecer a Deus e nos ensina a
vivenciar a santidade sem reservas. Ouçamos com atenção.
5. 1ª LEITURA (Ex 20, 1-17) – Mais longa – Leitura do Livro do Êxodo.
Naqueles dias, 1Deus pronunciou todas estas palavras: 2“Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirou do Egito,
da casa da escravidão. 3Não terás outros deuses além de mim. 4Não farás para ti imagem esculpida, nem
figura alguma do que existe em cima, nos céus, ou embaixo, na terra, ou do que existe nas águas, debaixo
da terra. 5Não te prostrarás diante desses deuses, nem lhes prestarás culto, pois eu sou o Senhor, teu
Deus, um Deus ciumento. Castigo a culpa dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração dos que me
odeiam, 6mas uso da misericórdia por mil gerações com aqueles que me amam e guardam os meus
mandamentos. 7Não pronunciarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor não deixará sem
castigo quem pronunciar o seu nome em vão. 8Lembra-te de santificar o dia de sábado. 9Trabalharás
durante seis dias, e farás todos os teus trabalhos, 10mas o sétimo dia é sábado, dedicado ao Senhor, teu
Deus. Não farás trabalho algum; nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu escravo, nem tua escrava,
nem teu gado, nem o estrangeiro que vive em tuas cidades. 11Porque o Senhor fez em seis dias o céu, a
terra e o mar e tudo o que eles contêm; mas no sétimo dia descansou. Por isso, o Senhor abençoou o dia
do sábado e o santificou. 12Honra teu pai e tua mãe, para que vivas longos anos na terra que o Senhor teu
Deus te dará. 13Não matarás. 14Não cometerás adultério. 15Não furtarás. 16Não levantarás falso testemunho
contra o teu próximo. 17Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem
seu escravo, nem sua escrava, nem seu boi, nem seu jumento, nem coisa alguma que lhe pertença.”
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
6. SALMO RESPONSORIAL – (DO SALMO 18/19)
R.: SENHOR, TENS PALAVRAS DE VIDA ETERNA!/ 1. A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma!
O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes./ 2. Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao
coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz./ 3. É puro o temor do Senhor,
imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente./ 4. Mais desejáveis do
que o ouro são eles, do que o ouro refinado. Suas palavras são mais doces que o mel, que o mel que sai
dos favos.
7. 2ª LEITURA (1 Cor 1, 22-25) – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.
Irmãos: 22Os judeus pedem sinais milagrosos, os gregos procuram sabedoria; 23nós, porém, pregamos
Cristo crucificado, escândalo para os judeus e insensatez para os pagãos. 24Mas, para os que são chamados,
tanto judeus como gregos, esse Cristo é poder de Deus e sabedoria de Deus. 25Pois o que é dito insensatez
de Deus é mais sábio do que os homens, e o que é dito fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
8. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: GLÓRIA E LOUVOR A VÓS, Ó CRISTO. /Tanto Deus amou o mundo,
que lhe deu seu Filho único; todo aquele que crer nele há de ter a vida eterna.
9. EVANGELHO – (Jo 2, 13-25) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: 13Estava próxima a Páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. 14No Templo encontrou os vendedores
de bois, ovelhas e pombas, e os cambistas que estavam aí sentados. 15Fez então um chicote de cordas e
expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois, espalhou as moedas e derrubou as mesas dos
cambistas. 16E disse aos que vendiam pombas: “Tirai isto daqui! Não façais da casa de meu Pai uma casa de
comércio!” 17Seus discípulos lembraram-se, mais tarde, que a Escritura diz: “O zelo por tua casa me
consumirá”. 18Então os judeus perguntaram a Jesus: “Que sinal nos mostras para agir assim?” 19Ele
respondeu: “Destruí este Templo, e em três dias eu o levantarei”. 20Os judeus disseram: “Quarenta e seis
anos foram precisos para a construção deste santuário e tu o levantarás em três dias?” 21Mas Jesus estava
falando do Templo do seu corpo. 22Quando Jesus ressuscitou, os discípulos lembraram-se do que ele tinha
dito e acreditaram na Escritura e na palavra dele. 23Jesus estava em Jerusalém durante a festa da Páscoa.
Vendo os sinais que realizava, muitos creram no seu nome. 24Mas Jesus não lhes dava crédito, pois ele
conhecia a todos; 25e não precisava do testemunho de ninguém acerca do ser humano, porque ele
conhecia o homem por dentro. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
10. HOMILIA
11. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
12. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos caríssimos, a Palavra do Senhor nos recorda que só a Ele havemos de
adorar, cumprindo a Sua Lei e os Seus preceitos. Por isso oremos, suplicando com fervor: Senhor, ouvi-nos!
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
1) Pela Santa Igreja de Deus, para que continue anunciando a Boa Nova da fraternidade e da paz,
estimulando ações concretas que expressem a conversão e a reconciliação no espírito quaresmal,
rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
2) Pelas autoridades do poder público, para que, conscientes de suas responsabilidades, favoreçam a
criação e a articulação de políticas públicas que colaborem na superação da violência e de suas causas,
rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
3) Pelos batizados que estão afastados da Igreja, para que, contemplando com os olhos da fé o Cristo
Crucificado, possam compreender o amor de Deus e se abrir ao Seu perdão, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
4) Pelos cristãos leigos e leigas de nossa Arquidiocese, para que sejam incansáveis anunciadores do amor
e da misericórdia de Cristo nos diversos ambientes sociais, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
(Preces Espontâneas):
P.: Ó Pai, que nos destes Vosso Filho, que sacia a fome do vosso povo, ouvi as nossas preces e fazei que
encontremos a nossa alegria na abundância dos Vossos dons. Ele que é Deus convosco na unidade do
Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
13. CANTO DE OFERTAS – R.: NESTE PÃO E NESTE VINHO, O SUOR DE NOSSAS MÃOS, O TRABALHO E A
JUSTIÇA PARA TODOS OS IRMÃOS. / 1. Ofertamos, ó Senhor, os sofrimentos dos pequenos e dos pobres,
teus amados: dos que lutam à procura de trabalho, das crianças e anciãos abandonados./ 2. Ofertamos a
firmeza e a coragem dos que lutam em favor dos oprimidos, dos famintos e sedentos de justiça e que são,
por tua causa, perseguidos./ 3. Ofertamos, ó Senhor, toda a certeza na vitória do amor sobre o pecado.
Tua luz há de brilhar, vencendo a treva, sobre o mundo convertido e renovado.
14. P.: Orai, irmãos e irmãs…
15. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus de bondade, concedei-nos por este sacrifício que,
pedindo perdão de nossos pecados, saibamos perdoar a nossos semelhantes. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
16. ORAÇÃO EUCARÍSTICA II – MR (p. 478) – Prefácio da Quaresma II – Quaresma, tempo de conversão –
MR (p. 415)
17. RITO DA COMUNHÃO
18. CANTO DE COMUNHÃO – R.: EU VIM PARA QUE TODOS TENHAM VIDA, QUE TODOS TENHAM VIDA
PLENAMENTE./ 1. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor; Reconstrói a tua vida em
comunhão com teu irmão: onde está o teu irmão, eu estou presente nele./ 2. “Eu passei fazendo o bem, eu
curei todos os males”. Hoje és minha presença junto a todo sofredor: onde sofre o teu irmão, eu estou
sofrendo nele./ 3. “Entreguei a minha vida pela salvação de todos”. Reconstrói, protege a vida de indefesos
e inocentes: onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele./ 4. “Vim buscar e vim salvar o que estava já
perdido.” Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: onde salvas teu irmão, tu me estás
salvando nele./ 5. “Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo.” É presença e alimento nesta
santa comunhão: onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
19. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus, tendo recebido o penhor do vosso
mistério celeste, e já saciados na terra com o pão do céu, nós vos pedimos a graça de manifestar em nossa
vida o que o sacramento realizou em nós. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
20. ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2018
Deus e Pai, nós vos louvamos pelo Vosso infinito amor e Vos agradecemos por terdes enviado Jesus, o Filho
amado, nosso irmão. Ele veio trazer paz e fraternidade à terra e, cheio de ternura e compaixão, sempre
viveu relações repletas de perdão e misericórdia. Derramai sobre nós o Espírito Santo, para que, com
coração convertido, acolhamos o projeto de Jesus e sejamos construtores de uma sociedade justa e sem
violência, para que no mundo inteiro cresça o Vosso Reino de liberdade, verdade e de paz. Amém!
RITOS FINAIS
21. BREVES AVISOS
22. BÊNÇÃO FINAL – (MR p.521)
P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Deus, Pai de misericórdia, conceda a
todos vós, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno à casa. TODOS: AMÉM. P.: O Senhor Jesus
Cristo, modelo de oração e de vida, vos guie nesta caminhada quaresmal a uma verdadeira conversão.
TODOS: AMÉM. P.: O Espírito de sabedoria e fortaleza vos sustente na luta contra o mal, para poderdes
com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. TODOS: AMÉM. P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e
Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Ide em paz, e o Senhor vos acompanhe. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2018 – FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA
1. Neste tempo quaresmal, ó Deus da vida, a tua Igreja se propõe a superar a violência que está nas mãos
do mundo, e sai do íntimo de quem não sabe amar./ R.: FRATERNIDADE É SUPERAR A VIOLÊNCIA! É
DERRAMAR, EM VEZ DE SANGUE, MAIS PERDÃO! É FERMENTAR NA HUMANIDADE O AMOR FRATERNO!
POIS JESUS DISSE QUE “SOMOS TODOS IRMÃOS”./ 2. Quem plantar a paz e o bem pelo caminho, e
cultivá-lo com carinho e proteção, não mais verá a violência em sua terra. Levar a paz é compromisso do
cristão!/ 3. A exclusão, que leva à morte tanta gente, corrompe vidas e destrói a criação. Basta de guerra e
violência, ó Deus clemente! É o clamor dos filhos teus em oração./ 4. Venha a nós, Senhor, teu Reino de
justiça, pleno de paz, de harmonia e unidade. Sonhamos ver um novo céu e uma nova terra: todos na roda
da feliz fraternidade./ 5. Tua Igreja tem o coração aberto, e nos ensina o amor a cada irmão. Em Jesus
Cristo, acolhe, ama e perdoa quem fez o mal, caiu em si e quer perdão.

Preparando a Partilha da Palavra
A Liturgia de hoje nos apresenta a eterna preocupação de Deus em conduzir a humanidade ao encontro da vida nova. Deus oferece-nos os “Mandamentos” que devem orientar a nossa caminhada cristã. São indicações que dizem respeito a duas dimensões: a nossa relação com Deus e a nossa relação com os irmãos. O apóstolo Paulo sugere-nos que é preciso descobrir que a salvação está na lógica da cruz – isto é, no amor total, no dom da vida, no serviço simples e humilde aos irmãos. No Evangelho, Jesus se apresenta como “Novo Templo”, onde Deus se revela à humanidade, e está presente em cada comunidade, em toda parte. Ele faz Deus ficar bem perto de nós. Portanto, a nova casa de Deus, o lugar onde Ele habita é Cristo e com Ele a comunidade dos que creem. E nós mesmos somos o templo de Deus. É neste contexto que devemos colocar em prática os Mandamentos de Deus, a lei da vida e da libertação. Jesus veio comunicar à humanidade o verdadeiro espírito da lei, uma lei que sustentasse a pessoa humana: é a lei do amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Membros do Corpo de Cristo, somos “pedras vivas” desse novo templo, onde Deus vem ao encontro do ser humano para lhe oferecer a vida e a salvação. Mas, como podemos encontrar Deus e chegar até Ele? Como podemos perceber as propostas de Deus e descobrir os seus caminhos? É olhando para Jesus. Nas suas palavras e nos seus gestos, Deus revela-se aos homens e manifesta-lhes o seu amor, se faz companheiro de caminhada e aponta o caminho da salvação por meio dos Mandamentos que são normas curtas e fáceis de serem cumpridas. Quem segue as orientações do Senhor, não destrói a própria vida, mas se torna uma pessoa livre, feliz e segura, na realização de ações que levem à superação da violência em nossas comunidades, e anunciadores da Boa-nova da fraternidade e da paz.

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: 2 Rs 5,1-15a.; Sl 41 (42),2.3;Lc 4, 24-30
Ter.: Dn 3, 25.34-43; Sl 24(25), 4bc-5ab. 6-7bc. 8-9 (R/. 6a); Mt 18, 21-35
Qua.: Dt 4, 1.5-9; Sl 147 (147B), 12-13. 15-16. 19-20 (R/. 12a); Mt 5, 17-19 – CmFac de Sta. Pérpetua e Sta Felicidade, Mts.
Qui.: Jr 7, 23-28; Sl 94 (95),1-2.6-7.8-9 (R/8); Lc 11,14-23 – Cm Fac de São João de Deus, Rlg.
Sex.: Os 14, 2-10; Sl 80(81),6c-8a. 8bc-9. 10-11ab. 14 e 17 (R/.cf.11 e 9a); Mc 12, 28b-34 ; CmFac de Sta. Francisca Romana, Rlg.
Sáb.: Os 6, 1-6; Sl 50 (51), 3-4.18-19.20- 21ab (R/. cf. Os 6,6); Lc 18, 9-14
Terceira Semana do Saltério
Terceiro Domingo da Quaresma

Você pode Gostar de:

Solenidade Assunção de Nossa Senhora(19.08)

SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA MARIA, A BENDITA ENTRE AS MULHERES, FOI ELEVADA AO …