Página Inicial / Notícias / Homilia de Dom Milton na Segunda Feira (Vinde e Vede)

Homilia de Dom Milton na Segunda Feira (Vinde e Vede)

HOMILIA  –  VINDE-&-VEDE-2018 – CENÁCULO  – 12/fevereiro/2018   

Hoje, aqui no Memorial Papa João Paulo II, estamos realizando este Mega-Cenáculo,  pela oitava vez  sem a presença física do Saudoso Pe. Stefano Gobbi, animador do Movimento Sacerdotal Mariano e do Movimento Mariano. Hoje temos entre nós o Revmo. Sr. Pe. LAURENT LAROQUE: BEM-VINDO… também neste ano-2018! ESTAMOS MUITO FELIZES COM A SUA PRESENÇA, E, JÁ AGRADECEMOS O INCENTIVO E DINAMISMO QUE ESTÁ COLOCANDO NO MOVIMENTO SACERDOTAL MARIANO. Como dizia o Pe. GOBBI, NOSSA SENHORA É A COORDENADORA DO MOVIMENTO…
Pe. Quartilio Gabrielli (Coordenador temporário do Movimento Sacerdotal Mariano), na terça-feira 21 de junho/2011 esteve com o Sr. Otávio Piva na UTI do Departamento de Cardiologia, em Milão (Itália). Ao Sr. Otávio Pe. Gobbi confidenciou:  “Nossa Senhora vem me buscar como Jacinta que morreu sozinha no hospital.”
As coincidências são muito interessantes: o Pe. Stefano Gobbi nasceu aos 22 de março, como a Irmã Lúcia, e morreu sozinho no hospital como Jacinta. O que quer dizer isso?
Estas coincidências parecem ser um sinal de que o Movimento Sacerdotal Mariano é a realização de Fátima. São   João Paulo II  disse uma vez ao Pe. Gobbi: “A tua paróquia é o mundo inteiro.”
Certamente, o nascimento do Pe. Gobbi para o céu nos impele a sermos os APÓSTOLOS DOS ÚLTIMOS TEMPOS; a sua presença no céu nos impele a sermos APÓSTOLOS DE SANTIDADE vivendo a consagração ao Coração Imaculado de Maria.
Se Você decidir, peça neste 32° VINDE & VEDE que o Espírito Santo – Médico de nossa alma –  Ele inicie uma “transfusão da gotinha do sangue da santidade do Papa João Paulo II” para sermos como ele tanto pediu… sermos “Igreja neste novo milênio olhando para frente… na unidade da comunhão!”
E, a santidade consiste ainda em imitar Nossa Senhora: na procura e aceitação da vontade de Deus no cotidiano; na humildade, isto é, no estar disposto a fazer a vontade de Deus seja qual for o lugar que o Senhor nos coloque; a santidade consiste no SILÊNCIO como um hábito, uma roupa: torna-se virtude do silêncio!
A santidade consiste na constância cotidiana dos nossos compromissos de oração; a santidade é pureza; a santidade passa pelo caminho do sofrimento. Este é o sentido pelo qual o Papa João Paulo II presenteou os jovens com uma CRUZ para que não tirem os olhos de Jesus!
Olhando para Maria como nas Bodas de Caná, hoje precisamos viver uma ESPIRITUALIDADE DE RESISTÊNCIA ancorada na confiança em Deus, em vista da solidariedade:
ESPIRITUALIDADE DE RESISTÊNCIA É DIZER COM OS FATOS: “Quero ter os pés no chão,/ o coração em Deus,/ meus braços e mãos abertos/ a serviço dos irmãos e irmãs/ que de mim mais necessitam!”
Disse Maria nas Bodas de Caná: “…Fazei tudo o que ele – Jesus – mandar!”
Significa viver assim:  “Quero me colocar/ em Tua escola, Maria,/  e ser “Eucaristia”/ para quem de mim se aproximar;/ quero sentir cada pessoa/ como um que faz parte de mim.”
As Bodas de Caná nos mostram o caminho seguro de caminharmos na santidade e para a santidade do jeito de Nossa Senhora e com Nossa Senhora, e, do jeito de SÃO JOÃO PAULO II…
Por isso, rezamos assim:
“MARIA,/ SOU TODO TEU/ E QUERO TE AMAR/ COMO NINGUÉM TE AMOU JAMAIS…”

MEGA-CENÁCULO DO MOVIMENTO SACERDOTAL MARIANO
Cuiabá, 12 de fevereiro de 2018.

+Dom Milton Santos – Arcebispo Metropolitano de Cuiabá

Links

Você pode Gostar de:

Liturgia 3º Domingo do Advento

“Alegrai-vos! O Senhor está perto!” Terceiro Domingo do Advento (Gaudete), o domingo da alegria. 1.Acolhida …