Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Semana Nacional da Família 2018

Semana Nacional da Família 2018

A Igreja Católica no Brasil celebra todos os anos a Semana Nacional da Família, iniciando no dia dos Pais. Neste  ano a semana Nacional da família será de 12 a 18 de Agosto. O objetivo principal desta semana é buscar as famílias mais afastadas  da comunidade.  A Igreja deseja  transformar as famílias Católicas evangelizadas em evangelizadoras das famílias não participantes ou não praticantes.  O tema deste ano é: “O evangelho da família, alegria para o mundo”. Motivados pelo tema do IX Encontro Mundial das Famílias queremos, juntos com o Papa Francisco, nos empenhar para anunciarmos o evangelho da família que deve ser a alegria para o mundo.  O encontro mundial das famílias acontecerá em Dublin- Irlanda, de 21 a 26 de Agosto de 2018. Esta alegria que vamos anunciar, só é possível para quem faz a experiência do encontro pessoal com o Senhor.  A adorável pessoa de Jesus Cristo é, verdadeiramente, fonte de eterna alegria e felicidade para cada fiel cristão e para todas as famílias.

Lembramos que o maior desafio enfrentado pelas famílias, hoje, é o secularismo. Realmente, a falta de Deus leva à desagregação, estrangulamento e destruição das nossas famílias. O livrinho “Hora da Família”, é o instrumento, preparado pela comissão nacional da pastoral familiar, para facilitar o encontro das famílias: parentes, vizinhança,  grupos de amigos, pastorais, movimentos eclesiais e grupos de serviços. Convocamos  as famílias para que busque nas Paróquias o livrinho e faça o seu grupo. Lembremos que anunciar o evangelho da família é fazer chegar ao coração de cada irmão e irmã, a alegria de nosso Deus. O ano do laicato que estamos celebrando possa potencializar  e tornar vibrante esta semana nacional da família. Vamos defender e promover os valores da família! Pois, a família é o bem mais importante da pessoa humana neste mundo. Ela é fonte de alegria, de paz, felicidade, serenidade pessoal! Vamos, nesta semana, rezar e  nos mobilizar contra o aborto, proclamando a sacralidade, a dignidade e inviolabilidade da vida! Porquanto, a vida humana, dom de Deus,  deve ser sempre defendida e protegida em todas as suas fases e manifestações. O aborto, de acordo com a lei natural, é sempre um assassinato! De acordo com a lei divina é uma desobediência gravíssima ao 5° mandamento: NÃO MATARÁS!
Deus abençoe as famílias!
Pe. Deusdédit – Vigário Geral da Arquidiocese de Cuiabá

Você pode Gostar de:

Papa: o verdadeiro cristão é apaixonado pelo Senhor

Marta e Maria são as protagonistas do Evangelho de hoje: “Elas nos ensinam como deve …