Página Inicial / Animação Litúrgica / 26º Domingo do Tempo Comum(30.09)

26º Domingo do Tempo Comum(30.09)

O VERDADEIRO CRISTÃO RECONHECE OS VALORES E OS SINAIS DO REINO DE DEUS
Dia da Bíblia

30 de setembro de 2018
VIGÉSIMO SEXTO DOMINGO DO TEMPO COMUM – ANO B
Cor litúrgica: Verde
A.: Irmãos amados, Cristo nos conduz pelo itinerário da fé e nos indica as exigências que devemos abraçar para que sejamos autênticos cristãos que, por meio da abertura ao próximo, realizam o acolhimento fraterno para com os pequenos e os excluídos. Iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
CANTO DE ENTRADA – 1. R.: TODA BÍBLIA É COMUNICAÇÃO DE UM DEUS-AMOR, DE UM DEUS IRMÃO. É FELIZ QUEM CRÊ NA REVELAÇÃO, QUEM TEM DEUS NO CORAÇÃO. / 1. Jesus Cristo é a palavra. Pura imagem de Deus Pai. Ele é vida e verdade. A suprema caridade/ 2. Os profetas sempre mostram a vontade do Senhor Precisamos ser profetas para o mundo ser melhor./ 3. Vossa Lei se fundamenta na palavra dos apóstolos João, Mateus, Marcos e Lucas transmitiram esta fé./ 4. Vinde a nós, ó Santo Espírito, vinde nos iluminar. A palavra que nos salva nós queremos conservar.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito para obedecer a Jesus Cristo e participar da bênção da aspersão do seu sangue, graça e paz vos sejam concedidas abundantemente. TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. P.: Senhor, que viestes ao mundo para nos salvar, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que continuamente nos visitais com a graça do vosso Espírito, tende piedade de nós. TODOS. CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que vireis um dia para julgar as nossas obras, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza
à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai.
Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, que mostrais vosso poder sobretudo no perdão e na misericórdia, derramai sempre em nós a vossa graça, para que, caminhando ao encontro das vossas promessas, alcancemos os bens que nos reservais. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos caríssimos, à luz da Bíblia Sagrada, nós podemos participar da dinâmica iniciada por Cristo, renovando, alegremente, a nossa fé. Ouçamos com atenção as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Nm 11, 25-29) – Leitura do Livro dos Números.
Naqueles dias 25O Senhor desceu na nuvem e falou a Moisés. Retirou um pouco do espírito que Moisés possuía e o deu aos setenta anciãos. Assim que repousou sobre eles o espírito, puseram-se a profetizar, mas não continuaram. 26Dois homens , porém, tinham ficado no acampamento. Um chamava-se Eldad e o outro Medad. O espírito repousou igualmente sobre os dois, que estavam na lista mas não tinham ido à Tenda, e eles profetizavam no acampamento. 37Um jovem correu a avisar Moisés que Eldad e Medad estavam profetizando no acampamento. 28Josué, filho de Nun, ajudante de Moisés desde a juventude, disse: “Moisés, meu Senhor, manda que eles se calem!” 29Moisés respondeu: “Tens ciúmes por mim? Quem dera que todo o povo do Senhor fosse profeta, e que o Senhor lhe concedesse o seu espírito!” Palavra do Senhor. TODOS:
GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 18/19) – R.: A LEI DO SENHOR DEUS É PERFEITA, ALEGRIA AO CORAÇÃO./ 1. A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma. O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes./ 2. É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos, e justos, igualmente./ 3. E vosso servo instruído por elas, se empenha em guardá-las. Mas quem pode perceber suas faltas? Perdoai as que não vejo!/ 4. E preservai o vosso servo do orgulho: não domine sobre mim! E assim puro, eu serei preservado dos delitos mais perversos.
8. 2ª LEITURA (Tg 5, 1-6) – Leitura da Carta de São Tiago.
E agora, ricos, chorai e gemei, por causa das desgraças que estão para cair sobre vós. 2Vossa riqueza está apodrecendo, e vossas roupas estão carcomidas pelas traças. 3Vosso ouro e vossa prata estão enferrujados, e a ferrugem deles vai servir de testemunho contra vós e devorar vossas carnes, como fogo! Amontoastes tesouros nos últimos dias. 4Vede: o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos, que vós deixastes de pagar, está gritando, e o clamor dos trabalhadores chegou aos ouvidos do Senhor todo poderoso. 5Vós vivestes luxuosamente na terra, entregues à boa vida, cevando os vossos corações para o dia
da matança. 6Condenastes o justo e o assassinastes; ele não resiste a vós. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ Vossa palavra é verdade, orienta e dá vigor; na verdade santifica vosso povo, ó Senhor!
10. EVANGELHO – (Mc 9, 38-43.45.47-48) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.
P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Marcos. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 38João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”. 39Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. 40Quem não é contra nós é a nosso favor. 41Em verdade eu vos digo: quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. 42E, se alguém escandalizar um destes pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço. 43Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na Vida sem
uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. 45Se teu pé te leva a pecar, corta-o! É melhor entrar na Vida sem um dos pés, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno. 47Se teu olho de leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, 48‘onde o verme deles não morre, e o fogo não se apaga’”. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, atentos aos apelos de Deus Pai e movidos pela ação do Espírito Santo, oremos pela Igreja, pelos homens e por todo o mundo, dizendo, com toda a confiança: Atendei-nos, Senhor!
TODOS: ATENDEI-NOS, SENHOR!
1) Pelo santo padre, o papa Francisco, e pelo Sínodo dos Bispos que será realizado de 3 a 28 de outubro, no Vaticano, para que sejam iluminados pelo Espírito Santo e apontem caminhos para o acompanhamento dos jovens em sua trajetória de fé e discernimento vocacional, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI-NOS, SENHOR!
2) Pelos governantes de todos os povos, para que, por meio do diálogo, se tornem promotores de paz e concórdia entre as nações, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI-NOS, SENHOR!
3) Por todo o povo brasileiro, para que, nas eleições do dia 07 de outubro, saiba, por meio do voto, eleger políticos bons, justos e honestos que ajudem na edificação do bem comum, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI-NOS, SENHOR!
4) Pelos cristãos leigos e leigas, para que tenham a coragem de anunciar a Palavra da verdade e do amor de Cristo em todos os ambientes sociais, rezemos ao Senhor.
TODOS: ATENDEI-NOS, SENHOR!
(Preces Espontâneas)
P: Senhor, nosso Deus, dai a cada homem um coração que se deixe conduzir pelo Espírito, e que acolha, com alegria, a Boa Nova anunciada pelo Vosso Filho. Ele que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Numa terra distante daqui um povo buscava sua libertação. Este povo era um povo de escravos, já sem esperança no seu coração. Deste povo surgiu um Profeta, de sua vida ao Senhor fez oferta. Ao ouvir a palavra de Deus, que é amor, o seu povo libertou./ 2. Mas aqui, neste chão, nesta terra, um povo sofrido eleva suas mãos. Fala alto o Senhor por suas vozes, que clamam justiça e libertação. Este povo também tem profeta, de sua vida ao Senhor fez oferta. Escutando a Palavra de Deus lhes chamar, quer seu povo libertar.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus de misericórdia, que esta oferenda vos seja agradável e possa abrir para nós a fonte de toda bênção. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (pág. 483) – Prefácio dos Domingos do Tempo Comum II: O mistério da salvação – MR (p. 429)
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – R: O PÃO DA VIDA, A COMUNHÃO, NOS UNE A CRISTO E AOS IRMÃOS. E NOS
ENSINA ABRIR AS MÃOS PARA PARTIR, REPARTIR O PÃO./ 1. Lá no deserto a multidão com fome segue o Bom Pastor. Com sede busca a nova palavra: Jesus tem pena e reparte o pão./ 2. Na Páscoa Nova da Nova Lei, quando amou-nos até o fim, partiu o Pão, disse: “Isto é meu Corpo por vós doado: Tomai, Comei”./ 3. Se neste Pão, nesta Comunhão, Jesus por nós, dá a própria vida, vamos também repartir os dons, doar a vida por nosso irmão./ 4. Onde houver fome, reparte o pão e tuas trevas hão de ser luz; encontrarás Cristo no irmão, serás bendito do Eterno Pai./ 5. ”Não é feliz quem não sabe dar” quem não aprende a lição do Altar de abrir a mão e o coração, para doar-se no próprio dar./ 6. ”Abri, Senhor, estas minhas mãos, que, para tudo guardar, se
fecham”. Abri minh’alma, meu coração, para doar-me no eterno dom!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus, que a comunhão nesta Eucaristia renove a nossa vida para que, participando da paixão de Cristo neste mistério, e anunciando a sua morte, sejamos herdeiros da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO DO PAPA FRANCISCO PELOS JOVENS
Senhor Jesus, a Tua Igreja a caminho do Sínodo dirige o olhar a todos os jovens do mundo. Pedimos-Te que, com coragem, assumam a própria vida, olhem para as realidades mais bonitas e mais profundas e conservem sempre um coração livre. Acompanhados por guias sábios e generosos, ajuda-os a responder à chamada que Tu diriges a cada um deles, para realizar o próprio projeto de vida e alcançar a felicidade. Mantém aberto o seu coração aos grandes sonhos tornando-os atentos ao bem dos irmãos. Como o Discípulo amado, também eles permaneçam ao pé da Cruz para acolher a Tua Mãe, recebendo-a como um dom de Ti. Sejam testemunhas da Tua Ressurreição e saibam reconhecer-Te vivo ao lado deles anunciando com alegria que Tu
és o Senhor. Amém!
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL

Partilha da Palavra
A liturgia deste domingo nos coloca, mais uma vez, no contexto do ensinamento de Jesus a seus
discípulos enquanto caminhavam para Jerusalém. E, tanto a 1ª leitura como o Evangelho, nos
recordam que Deus não é propriedade de ninguém Nenhuma Igreja, instituição ou hierarquia possui o monopólio do Espírito Santo, nem pode controlá-Lo e, muito menos acorrentá-Lo. O Espírito, porém, está em todos aqueles que, pela prática dos valores ensinados por Jesus, estão abertos e dispostos a assumir o caminho que leva à verdadeira construção do Reino de Deus, que não é comida, nem bebida, mas é amor, paz, justiça, solidariedade e partilha. Nossa comunidade deve ser capaz de promover o diálogo e saber valorizar as ações boas de outros grupos. Devemos fazer o bem, porque somos cristãos e nossa fé em Cristo Jesus nos leva a tal atitude, não porque ele ou ela pertencem ao nosso grupo. Temos que aprender a reconhecer e
nos alegrar com os gestos de vida que acontecem à nossa volta, mesmo quando esses gestos
resultam de ações de pessoas que não pertencem à instituição Igreja. Em nossas comunidades, existem pessoas com qualidades exemplares, capazes de muitos gestos de doação, entrega e serviço ao próximo. Em contrapartida, porém, vemos pessoas que nada mais querem que proteger o “seu espaço conquistado”. Esses fazem de tudo para as coisas continuarem iguais, até mesmo se considerarem necessário, afastar pessoas que poderiam qualificar nosso agir. O verdadeiro cristão nunca será uma pedra de tropeço, pois ele não tem inveja do bem que outros fazem, não sentem ciúmes se Deus atua através de outras pessoas, mas esforça-se, a cada dia, por testemunhar os valores do Reino e alegra-se com os sinais da presença de Deus em tantas pessoas que lutam por construir um mundo mais justo e fraterno. Por isso, esses “cortes radicais” exigidos por Jesus vêm numa linguagem que, devemos cortar o mal pela raiz. O cristão deve
jogar fora tudo o que possa causar problemas, seja no contexto pessoal ou comunitário, numa
atitude drástica, para não ser motivo de queda para ninguém, ou seja, ser sempre de acolhimento, unidade e comunhão com Deus e de Vossa santa vontade

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: Sta Teresinha do Menino Jesus VgDra, memória. Jó 1, 6-22; Sl 16 (17); Lc 9, 46-50
Ter.: Santos Anjos da Guarda, memória. Ex 23, 20-23; Sl 90 (91); Mt 18, 1-5.10
Qua.: Bvs. André de Soreval, Ambrósio Francisco Ferro Presbs. e Comps. Mts., memória; Jó 9,1-12. 14-16; Sl 87 (88); Lc 9, 57-62
Qui.: S. Francisco de Assis, Rlg, memória. Jó 19, 21-27; Sl 26 (27); Lc 10, 1-12
Sex.: S. Benedito, o Negro, Rlg, MFac; Jó 38, 1.12-21; 40, 3-5; Sl 138 (139); Lc 10, 13-16
Sáb.: S. Bruno Presb, MFac. Jó 42, 1-3.5-6.12-17; Sl 118 (119); Lc 10, 17-24
Segunda Semana do Saltério
Vigésimo Sexto Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

23º Domingo do Tempo Comum(09.09)

JESUS É O LIBERTADOR DE TODOS OS MALES 9 de setembro de 2018 VIGÉSIMO TERCEIRO …