Página Inicial / Animação Litúrgica / 33º Domingo do Tempo Comum(18.11)

33º Domingo do Tempo Comum(18.11)

EM JESUS UM MUNDO NOVO É POSSÍVEL
18 de novembro de 2018
TRIGÉSIMO TERCEIRO DOMINGO DO TEMPO COMUM
Cor Litúrgica: Verde
II DIA MUNDIAL DOS POBRES
A.: Irmãos amados, hoje, somos convidados a confiar em Cristo, o Senhor da História, que tem um projeto
de vida plena e definitiva para todos nós. Hoje, a pedido do Papa Francisco, celebramos o II Dia Mundial
dos Pobres. Este ano temos como lema: “Este pobre clama e o Senhor o escuta”. Iniciemos a nossa
celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – R.: COM A IGREJA SUBIREMOS AO ALTAR DO SENHOR. / 1. Toda a Igreja aqui
está para o encontro com Deus. Ele mesmo o marcou para nós, filhos seus./ 2. Entre nós e o Pai santo está
Jesus, nosso irmão: mediador, sacerdote, nosso ponto de união. / 3. Céus e terra estarão na oblação de
Jesus. Quer unir num só rebanho os remidos da cruz.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: O
Senhor que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo esteja convosco!
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: Irmãos e irmãs, o Senhor Jesus que nos convida à mesa da Palavra e da
Eucaristia, nos chama à conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a
misericórdia do Pai. (pausa). P.: Senhor, que fostes enviado para evangelizar os pobres, tende piedade de
nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que fostes enviado para curar os corações
atribulados, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que fostes
enviado para anunciar o ano de graça do Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE
PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos
conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Senhor nosso Deus, fazei que a nossa alegria consista em vos
servir de todo o coração, pois só teremos felicidade completa servindo a vós, o criador de todas as coisas.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, a Palavra de Deus nos incentiva a estender as nossas mãos aos pobres, para que possamos
viver na luz e na alegre vigilância em prol do Reino. Ouçamos com atenção as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Dn 12,1-3) – Leitura da Profecia de Daniel.
1”Naquele tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, defensor dos filhos de teu povo, e será um
tempo de angústia, como nunca houve até então, desde que começaram a existir nações. Mas, nesse
tempo, teu povo será salvo, todos os que se acharem inscritos no Livro. 2Muitos dos que dormem no pó da
terra, despertarão, uns para a vida eterna, outros para o opróbrio eterno. 3Mas os que tiverem sido sábios,
brilharão como o firmamento; e os que tiverem ensinado a muitos homens os caminhos da virtude,
brilharão como as estrelas, por toda a eternidade”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 127/128) R.: GUARDAI-ME, Ó DEUS PORQUE EM VÓS ME
REFUGIO!/ 1. Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos!
Tenho, sempre, o Senhor ante meus olhos, pois, se o tenho a meu lado, não vacilo./ 2. Eis por que meu
coração está em festa, minha alma rejubila de alegria; e até meu corpo no repouso está tranquilo; pois não
haveis de me deixar entregue à morte, nem vosso amigo conhecer a corrupção./ 3. Vós me ensinais vosso
caminho para a vida. Junto de vós, felicidade sem limites, delícia eterna e alegria ao vosso lado.
8. 2ª LEITURA (Hb 10,11-14.18) – Leitura da Carta aos Hebreus.
11Todo sacerdote se apresenta diariamente para celebrar o culto, oferecendo muitas vezes os mesmos
sacrifícios, incapazes de apagar os pecados.12Cristo, ao contrário, depois de ter oferecido um sacrifício
único pelos pecados, sentou-se para sempre à direita de Deus.13Não lhe resta mais senão esperar até que
seus inimigos sejam postos debaixo de seus pés. 14De fato, com esta única oferenda, levou à perfeição
definitiva os que ele santifica. 18Ora, onde existe o perdão, já não se faz oferenda pelo pecado. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA./ 1. É preciso vigiar e ficar de
prontidão, em que dia o Senhor há de vir, não sabeis, não!
10. EVANGELHO – (Mc 13,24-32) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Marcos. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, Jesus disse a seus discípulos: 24“Naqueles dias, depois da grande tribulação, o sol vai se
escurecer, e a lua não brilhará mais, 25as estrelas começarão a cair do céu e as forças do céu serão
abaladas. 26Então vereis o Filho do Homem vindo nas nuvens com grande poder e glória. 27Ele enviará os
anjos aos quatro cantos da terra e reunirá os eleitos de Deus, de uma extremidade à outra da terra.
28Aprendei, pois, da figueira esta parábola: quando seus ramos ficam verdes e as folhas começam a brotar,
sabeis que o verão está perto. 29Assim também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o
Filho do Homem está próximo, às portas. 30Em verdade vos digo, esta geração não passará até que tudo
isto aconteça. 31O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão. 32Quanto àquele dia e
hora, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas somente o Pai”. Palavra da Salvação. TODOS:
GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos caríssimos, elevemos nossas preces a Deus, nosso Pai, na certeza de
que Ele sempre nos escuta, dizendo: Ouvi, Senhor, a nossa súplica!
TODOS: OUVI, SENHOR, A NOSSA SÚPLICA!
1) Pela Santa Igreja de Deus, para que seja sempre a casa dos pobres, dos abandonados, dos oprimidos, e
que a eles seja anunciado o Evangelho da salvação, rezemos ao Senhor.
TODOS: OUVI, SENHOR, A NOSSA SÚPLICA!
2) Pelos governantes de todas as nações, para que coloquem, verdadeiramente, seus dons e talentos a
serviço do povo e ajudem na melhoria das condições de vida dos menos favorecidos, rezemos ao
Senhor.
TODOS: OUVI, SENHOR, A NOSSA SÚPLICA!
3) Por todos nós aqui reunidos, para que estejamos sempre disponíveis para o serviço do Reino e atentos
às necessidades do nosso próximo, rezemos ao Senhor.
TODOS: OUVI, SENHOR, A NOSSA SÚPLICA!
(Preces Espontâneas)
P.: Atendei, ó Pai, nossas preces e fazei que sejamos fiéis à vossa Palavra. Por Cristo nosso Senhor.
TODOS: AMÉM!
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – 1. Um coração para amar, pra perdoar e sentir para chorar e sorrir ao me criar tu
me deste. Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater, ansioso por entender as coisas que tu
disseste./ R.: EIS O QUE EU VENHO TE DAR, EIS O QUE EU PONHO NO ALTAR. TOMA, SENHOR, QUE ELE É
TEU. MEU CORAÇÃO NÃO É MEU./ 2. Quero que o meu coração seja tão cheio de paz que não se sinta
capaz de sentir ódio ou rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender
as consequências do amor.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Concedei, Senhor nosso Deus, que a oferenda colocada sob o
vosso olhar nos alcance a graça de vos servir e a recompensa de uma eternidade feliz. Por Cristo, nosso
Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (p. 483) – Prefácio dos Domingos do Tempo Comum VI: Cristo, penhor
da Páscoa eterna – MR (p. 433)

18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – 1. Bem vindos à mesa do Pai, onde o Filho se faz fraternal refeição. É Cristo a
forte comida, o Pão que dá vida com amor-comunhão./ R.: VINDE, Ó IRMÃOS, ADORAR, VINDE ADORAR O
SENHOR. A EUCARISTIA NOS FAZ IGREJA, COMUNIDADE DE AMOR./ 2. Partimos o único pão, no altar refeição, ó mistério de amor. Nós somos sinais de unidade na fé, na verdade, convosco, ó Senhor./ 3. No
longo caminho que temos, o Pão que comemos nos sustentará. É Cristo o Pão repartido, que o povo
sofrido vem alimentar./ 4. Há gente morrendo de fome, sofrendo e sem nome, sem terra e sem lar. Não é
a vontade de Deus, pois Jesus, Filho seu, quis por nós se doar./ 5. Queremos servir a Igreja, na plena
certeza de nossa missão, vivendo na Eucaristia, o Pão da alegria e da libertação.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Tendo recebido em comunhão o Corpo e o
Sangue do vosso Filho, concedei, ó Deus, possa esta Eucaristia que ele mandou celebrar em sua memória
fazer-nos crescer em caridade. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO PELOS POBRES
Senhor Jesus, amando-nos até o fim, Vós nos salvastes. Lavando os pés dos discípulos, Vós nos ensinastes o
caminho do amor e do serviço. Não tivestes onde reclinar a cabeça. Não deixastes de acolher os que Vos
procuravam nem de buscar os que estavam distantes. Fortalecei-nos no amor aos irmãos, especialmente
dos pobres e sofredores. Tantas são as angústias; grandes, os sofrimentos. Não queremos ser indiferentes
aos irmãos e irmãs que sofrem. Não queremos passar longe de quem está ferido pelas diversas formas de
pobreza e de dor. Somos todos irmãos e irmãs! Dai-nos a graça de celebrar o Dia Mundial dos Pobres.
Ajudai-nos a Vos perceber em cada pobre e manifestarmos a vossa presença acolhedora e solidária. Abri
nossos corações, tornai criativa nossa inteligência, fortalecei nossos braços, guiai nossa voz e uni nossos
esforços para que, por meio do testemunho de caridade e fraternidade, sejamos capazes de colaborar para
que diminuam sempre mais a pobreza e todas as formas de sofrimento. Senhor Jesus, fazei-nos
instrumentos de Vosso amor. Amém!
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL

Preparando a Partilha da Palavra
Chegamos ao penúltimo domingo do Tempo Comum do Ano Litúrgico de nossa Igreja. Durante este ano, passo a passo o Evangelista Marcos foi nos guiando e ele foi nos colocando frente a frente com Jesus Cristo. As leituras nos levam a refletir sobre o “fim dos tempos”, como a plenitude de vida para a qual todos caminhamos. A primeira leitura nos diz que Deus está ao nosso lado, nos anima, nos conforta e é companheiro dos que praticam a justiça; e a vitória final será daqueles que permanecerem fiéis ao Senhor. A carta aos Hebreus afirma: “Cristo ofereceu um sacrifício único e perfeito levando à perfeição definitiva os que Ele santifica. Ora, onde existe o perdão, já não se faz oferenda pelo pecado. Em Cristo somos todos salvos. No Evangelho, numa linguagem apocalíptica, Marcos nos traz as palavras de Jesus convidando a observar os
sinais dos tempos. O presente é o lugar da manifestação do amor de Deus pelo homem.
Por isso, o cristão é chamado a viver atento ao que acontece ao seu redor, dando valor e importância ao momento em que está vivendo, aos sinais de Deus na história, pois só assim será testemunha e missionário do amor do Pai neste mundo. Temos certeza de que o Reino já está presente entre nós. Porém, temos que estar, a cada dia, sempre vigilantes, perseverantes, permanecendo fiéis até o fim. Assim, poderemos ter uma visão positiva da história, como lugar da ação e do Amor de Deus. Portanto, não vamos esmorecer no seguimento do Mestre Jesus presente e atuante por seu Espírito na história da humanidade. Como nós e nossa comunidade está se preparando para a vinda definitiva do Senhor?

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: Ss. Roque González, Afonso Rodriguez e João Del Castilo, PresbsMts, memória. Ap 1,1-4; 2, 1-5ª: Sl
1,1-2.3.4 e 6; Lc 18,35-43
Ter.: Ap 3, 1-6.14-22; Sl 14 (15); Lc 19, 1-10
Qua.: Apresentação de Nossa Senhora, memória. Zc 2, 14-17; Cant.: Lc 1, 46-47.48-49.50-51.52-53.54-55;
Mt 12, 46-50
Qui.: Sta Cecília VgMt, memória. Ap 5,1-10; Sl 149, 1-2.3-4.5-6a e 9b; Lc 19,41-44.
Sex.: S. Clemente I, PpMt; S. Columbano Ab, MFac. Ap 10, 8-11; Sl 118 (119); Lc 19, 45-48.
Sab.: Sto André Dung-Lac Presb e Comps. Mts, memória. Ap 11, 4-12; Sl 143 (144); Lc 20, 27-40.
Primeira Semana do Saltério
Trigésimo Terceiro Domingo

Você pode Gostar de:

23º Domingo do Tempo Comum(09.09)

JESUS É O LIBERTADOR DE TODOS OS MALES 9 de setembro de 2018 VIGÉSIMO TERCEIRO …