Página Inicial / Animação Litúrgica / 8º Domingo do Tempo Comum (03.03)

8º Domingo do Tempo Comum (03.03)

O HOMEM BOM TIRA COISAS BOAS DO BOM TESOURO DO SEU CORAÇÃO (Lc 6, 45a)

03 DE MARÇO DE 2019
OITAVO DOMINGO DO TEMPO COMUM
COR LITÚRGICA: VERDE
A.: Meus irmãos, conhecermos a nós mesmos, com nossas falhas e imperfeições, é o grande método para
o nosso crescimento pessoal e espiritual. Hoje, Cristo nos oferece preciosas dicas para que afastemos de
nós tudo aquilo que nos afasta da perfeição de Seu amor. Confiantes, iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (Hinário da CNBB, fasc. 3, p. 121)
R.: O SENHOR É MEU APOIO, DA ANGÚSTIA ME LIVROU. O SENHOR É MEU AMIGO E POR ISSO ME
SALVOU./ 1. Ponho em Deus minha esperança, que eu não seja envergonhado. Já que és justo, me
defende: sei que vou ser libertado. Vem ouvir minha voz, eu estou angustiado./ 2. Sê pra mim uma rocha
firme, sê pra mim seguro abrigo, sê pra mim uma fortaleza. Me orienta e eu vou contigo, eu te entrego o
meu espírito desde agora, eu te bendigo./ 3. Confiando em tua face, vão vencer os intrigantes. Recebidos
em tua tenda, proteção terão constante. Sê bendito, meu Senhor, Sê bendito em todo instante./ 4. Eu dizia
na aflição: “Deus não quer saber de mim”. Vejo agora que me ouviu, quando eu reclamei assim. Santos
todos, amem, louvem o Senhor, até o fim!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: O
Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, esteja
convosco! TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3.ATO PENITENCIAL – P.: Em Jesus Cristo, o justo, que intercede por nós e nos reconcilia com o Pai,
abramos o nosso espírito ao arrependimento para sermos menos indignos de aproximar-nos da mesa do
Senhor. Senhor, que vistes salvar os corações arrependidos, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR,
TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, que viestes chamar os pecadores, tende piedade de nós. TODOS:
CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, que intercedeis por nós junto do Pai, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os
nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Fazei, ó Deus, que os acontecimentos deste mundo decorram
na paz que desejais, e vossa Igreja vos possa servir, alegre e tranquila. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso
Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, a coerência do testemunho cristão não está na nossa habilidade pessoal, mas na nossa
fidelidade a Deus. Ouçamos atentamente as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Eclo 27, 5-8) – Leitura do Livro do Eclesiástico.
5 Quando a gente sacode a peneira, ficam nela só os refugos; assim os defeitos de um homem aparecem
no seu falar. 6 Como o forno prova os vasos do oleiro, assim o homem é provado em sua conversa. 7 O
fruto revela como foi cultivada a árvore; assim, a palavra mostra o coração do homem. 8 Não elogies a
ninguém, antes de ouvi-lo falar: pois é no falar que o homem se revela.
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Salmo 91/92)
R.: COMO É BOM AGRADECERMOS AO SENHOR./ 1. Como é bom agradecermos ao Senhor e cantar
salmos de louvor ao Deus Altíssimo! Anunciar pela manhã vossa bondade, e o vosso amor fiel, a noite
inteira./ 2. O justo crescerá como a palmeira, florirá igual ao cedro que há no Líbano; na casa do Senhor
estão plantados, nos átrios de meu Deus florescerão./ 3. Mesmo no tempo da velhice darão frutos, cheios
de seiva e de folhas verdejantes; e dirão: “É justo mesmo o Senhor Deus: meu Rochedo, não existe nele o
mal!”
8. 2ª LEITURA – 1 Cor 15, 54-58 – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.
Irmãos: 54Quando este ser corruptível estiver vestido de incorruptibilidade e este ser mortal estiver vestido
de imortalidade, então estará cumprida a palavra da Escritura: “A morte foi tragada pela vitória. 55Ó morte,
onde está a tua vitória? Onde está o teu aguilhão?” 56O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado
é a Lei. 57Graças sejam dadas a Deus que nos dá a vitória pelo Senhor nosso, Jesus Cristo. 58Portanto, meus
amados irmãos, sede firmes e inabaláveis, empenhando-vos cada vez mais na obra do Senhor, certos de
que vossas fadigas não são em vão, no Senhor.
Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! Como astros no mundo vós
resplandeceis, mensagem de vida ao mundo anunciando; da vida a Palavra, com fé proclamais, quais astros
luzentes no mundo brilhais!
10. EVANGELHO – (Lc 6, 39-45)-P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
Naquele tempo, 39Jesus contou uma parábola aos discípulos: “Pode um cego guiar outro cego? Não cairão
os dois num buraco? 40Um discípulo não é maior do que o mestre; todo discípulo bem formado será como
o mestre. 41Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio
olho? 42Como podes dizer a teu irmão: irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho, quando tu não vês a trave
do teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar
o cisco do olho do teu irmão. 43Não existe árvore boa que dê frutos ruins, nem árvore ruim que dê frutos
bons. 44Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos. Não se colhem figos de espinheiros, nem uvas de
plantas espinhosas. 45O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau
tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio”. Palavra da Salvação.
TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR.
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS
P.: Irmãos e irmãs, rezemos ao Pai, que em Cristo nos ofereceu o caminho da salvação. Digamos com fé:
Senhor, escutai a nossa prece!
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
1) Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, para que seus apelos em favor da paz e da concórdia entre os
povos sejam acolhidos pelos governantes das nações, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
2) Pelas pessoas que sofrem perseguições, violência e exploração, para que encontrem na solidariedade
cristã a acolhida fraterna, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
3) Pela nossa comunidade, para que, com a ajuda de Deus, por meio de todos os seus serviços pastorais,
possa ajudar as pessoas a acolherem o Evangelho e a crescerem na vida cristã, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
4) Por todos nós, para que Deus nos conceda um coração bom que seja capaz de amar os inimigos,
perdoar os irmãos e indicar aos errantes o caminho certo da justiça, rezemos ao Senhor.
TODOS: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas)
P.: Senhor, que Vossa palavra de verdade seja luz para nossas consciências e força para nossa vontade, a
fim de que possamos realizar na vida tudo aquilo que nos pedis. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM!
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – (Hinário da CNBB, fasc. 3, p. 417)
R.: A VÓS, SENHOR, APRESENTAMOS ESTES DONS: O PÃO E O VINHO, ALELUIA!/ 1. Que poderei retribuir
ao Senhor Deus por tudo aquilo que ele fez em meu favor?/ 2. Elevo o cálice da minha salvação, invocando
o nome santo do Senhor./ 3. Vou cumprir minhas promessas ao Senhor na presença de seu povo reunido./
4. Por isso oferto um sacrifício de louvor, invocando o nome santo do Senhor.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus, que nos dais o que oferecemos, e aceitais nossa oferta
como um gesto de amor, fazei que os vossos dons, nossa única riqueza, frutifiquem para nós em prêmio
eterno. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA PARA DIVERSAS CIRCUNSTÂNCIAS VI D – Jesus que passa fazendo o bem – MR
(p. 860)
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – (cf. partitura do CD Liturgia XI, Ed. Paulus, faixa 10)
R.: COM A TRAVE NO OLHO QUEREMOS LIMPAR OS OLHOS DOS OUTROS E OS OUTROS JULGAR.
SENHOR, VEM CURAR-NOS NA EUCARISTIA. SOMENTE A HUMILDADE PRODUZ ALEGRIA./ 1. Vamos
juntos dar glória ao Senhor e a seu nome fazer louvação. Procurei o Senhor, me atendeu, me livrou de uma
grande aflição. Olhem todos pra ele e se alegrem, todo tempo sua boca sorria! Este pobre gritou e ele
ouviu, fiquei livre de minha agonia./ 2. Colocou na batalha seu anjo, defendendo seu povo e o livrando,
provem todos, pra ver como é bom, o Senhor que nos vai abrigando. Santos todos, venerem o Senhor, aos
que o amam nenhum mal assalta. O cruel ficou pobre e tem fome, mas a quem busca a Deus, nada falta./
3. Ó meus filhos, escutem o que eu digo pra aprender o temor do Senhor. Qual o homem que ama sua
vida, pra viver os seus dias com amor? Tua língua preserva do mal e não deixes tua boca mentir. Ama o
bem e detesta a maldade. Pra poder grande paz possuir./ 4. Deus está sempre olhando o homem justo, seu
ouvido se põe a escutar; Que teus olhos se afastem dos maus, pois ninguém deles vai se lembrar! Deus
ouviu quando os justos O chamaram e livrou-os de sua aflição. Está perto de quem se arrepende, e quem
chora, tem dele o perdão.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Tendo recebido o pão que nos salva, nós vos
pedimos, ó Deus, que este sacramento, alimentando-nos na terra, nos faça participar da vida eterna. Por
Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
RITOS FINAIS
21. BREVES AVISOS
22. BÊNÇÃO FINAL
Preparando a Partilha da Palavra
A Palavra de Deus nos ensina viver com dignidade e honestidade. No Evangelho, Jesus nos chama para que sejamos coerentes com nossas atitudes, prudentes e compreensivos com os outros. Viver a Palavra foi e será sempre exigente, porém nos dá a verdadeira liberdade e a paz. Isso posto, diz-nos Jesus. “Pode um cego guiar outro cego? Não cairão os dois em um buraco?” Quem é coerente, prudente e compreensivo “não está cego”, assim pode guiar a outros no bom caminho. Nós nos relacionamos uns com os outros todos os dias, mas o que é que destacamos nesse relacionamento? Muitas vezes, destacamos o que não constrói, o que não ajuda a pessoa a vencer suas limitações… Quando somos, de fato, fraternos ficamos atentos aos nossos juízos, nem condenamos os outros em suas pequenas falhas, escondendo as grandes falhas que temos. Falta fraternidade quando sempre “achamos que o culpado é o outro”. Quem é bom demonstra os frutos da bondade, sem vanglória, sem alarde, mas vemos; do mesmo modo, quem não é bom, também conhecemos seus frutos. O livro do Eclesiástico nos ajuda a pensar sobre isso:
“O fruto revela como foi cultivada a árvore; assim, a palavra mostra o coração do homem” (Eclo 27,7). É preciso, pois, cuidar do coração para que ele seja bom e produza bondade no mundo. O que Jesus espera de cada um de nós: que saibamos harmonizar nossa vida, ou seja, que nossas palavras e atitudes
manifestem o que trazemos no coração. Jesus nos dá um projeto de vida que nos enraíza na rocha firme e inabalável que é Ele. Deixemos, pois, que Ele escreva a lei de seu amor em nosso coração, e, contando com sua graça, progridamos no amor, rebaixando nossos defeitos e fragilidades e exaltando nossa vocação à santidade.

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: São Casimiro, M Fac. Eclo 17, 20-28 (gr. 24-29); Sl 31 (32); Mc 10, 17-27
Ter.: Eclo 35, 1-15 (gr. 1-12) Sl 49 (50); Mc 10, 28-31
Qua.: CINZAS. Jl2,12-18; Sl 50 (51); 2 Cor 5,2; Mt 6,1-6.16-18.
Qui.: Cm Fac. de Sta Perpétua e Sta Felicidade Mts; Dt 30, 15-20, Sl 1; Lc 9, 22-25
Sex.: Cm Fac. de São João de Deus, Rlg. Is 19, 1-9a; Sl 50 (51); Mt 9, 14-15.
Sáb.: Cm Fac. de Sta Francisca Romana, Rlg; Is 58, 9b-14; Sl 85 (86); Lc 5, 27-32.
Quarta Semana do Saltério
Oitavo Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

3º Domingo da Quaresma (24.03)

CONVERSÃO: REFORMULAÇÃO TOTAL DA VIDA! 24 de março de 2019 TERCEIRO DOMINGO DA QUARESMA – …