Página Inicial / Animação Litúrgica / Domingo de Páscoa – Ressurreição do Senhor

Domingo de Páscoa – Ressurreição do Senhor

DOMINGO DE PÁSCOA NA RESSURREIÇÃO DO SENHOR
ELE ESTÁ VIVO! O SENHOR RESSUSCITOU. ALELUIA! O SEPULCRO ESTÁ VAZIO.
21 de abril de 2019
ANO JUBILAR ARQUIDIOCESANO
Cor: branco
A.: Meus irmãos, na fé pascal, nós proclamamos felizes a ressurreição de Cristo, fundamento do mistério
cristão e de nossa esperança na vida eterna. Com a certeza de que o Ressuscitado caminha conosco,
podemos contribuir para a edificação de um mundo novo. Como fiéis discípulos do Ressuscitado,
iniciemos a celebração da Santa Missa.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 272)
R.: O SENHOR RESSURGIU, ALELUIA, ALELUIA! É O CORDEIRO PASCAL, ALELUIA, ALELUIA! IMOLADO POR
NÓS, ALELUIA, ALELUIA! É O CRISTO SENHOR, ELE VIVE E VENCEU, ALELUIA!/ 1. O Cristo Senhor
ressuscitou, a nossa esperança realizou: vencida a morte para sempre, triunfa a vida eternamente! / 2. O
Cristo remiu a seus irmãos, ao Pai os conduziu por sua mão; no Espírito Santo unida esteja a família de
Deus, que é a Igreja!/ 3. O Cristo, nossa Páscoa, se imolou, seu sangue da morte nos livrou: incólumes, o
mar atravessamos, e pra Terra Prometida caminhamos!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.:
Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito para obedecer a Jesus Cristo
e participar da bênção da aspersão do seu sangue, graça e paz vos sejam concedidas abundantemente.
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO!
3. ATO PENITENCIAL – P.: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à
conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai. (pausa). P.:
Senhor, nossa paz, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, nossa
Páscoa, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, nossa vida, tende
piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de
nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM.
4. HINO DE LOUVOR
Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai
todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos
damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de
Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado
do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o
Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, por vosso Filho Unigênito, vencedor da morte,
abristes hoje para nós as portas da eternidade. Concedei que, celebrando a ressurreição do Senhor,
renovados pelo vosso Espírito, ressuscitemos na luz da vida nova. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso
Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Irmãos, a experiência do encontro com Cristo ressuscitado transforma-nos em corajosas testemunhas
de Sua vitória sobre a morte e o pecado. Ouçamos atentamente a Palavra de hoje.
6. 1 ª LEITURA (At 10, 34a. 37-43) – Leitura dos Atos dos Apóstolos.
Naqueles dias, 34aPedro tomou a palavra e disse: 37”Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judeia, a
começar pela Galileia, depois do batismo pregado por João: 38como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus
com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que
estavam dominados pelo demônio; porque Deus estava com ele. 39E nós somos testemunhas de tudo o
que Jesus fez na terra dos judeus e em Jerusalém. Eles o mataram, pregando-o numa cruz. 40Mas Deus o
ressuscitou no terceiro dia, concedendo-lhe manifestar-se 41não a todo o povo, mas às testemunhas que
Deus havia escolhido: a nós, que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos. 42E
Jesus nos mandou pregar ao povo e testemunhar que Deus o constituiu Juiz dos vivos e dos mortos.
43Todos os profetas dão testemunho dele: ‘Todo aquele que crê em Jesus recebe, em seu nome, o perdão
dos pecados’”. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS!
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 117/118) R.: ESTE É O DIA QUE O SENHOR FEZ PARA NÓS:
ALEGREMO-NOS E NELE EXULTEMOS!/ 1. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua
misericórdia!” A casa de Israel agora o diga: “Eterna é a sua misericórdia!”/ 2. A mão direita do Senhor fez
maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou. Não morrerei, mas ao contrário, viverei para cantar as
grandes obras do Senhor!/ 3. A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular; pelo
Senhor é que foi feito tudo isso! Que maravilhas ele fez a nossos olhos!
8. 2ª LEITURA (Cl 3, 1-4) – Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses.
Irmãos: 1 Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, 2 onde está Cristo, sentado
à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres. 3 Pois vós morrestes, e a vossa vida
está escondida, com Cristo, em Deus. 4Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós
aparecereis também com ele, revestidos de glória. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS!
9. SEQUÊNCIA – 1. Cantai, cristãos, afinal: “Salve, ó Vítima pascal!” Cordeiro inocente, o Cristo abriu-nos do
Pai o aprisco./ 2. Por toda ovelha imolado, do mundo lava o pecado. Duelam forte e mais forte: É a vida
que vence a morte!/ 3. O Rei da vida, cativo, foi morto, mas reina vivo! Responde, pois, ó Maria: No teu
caminho, o que havia?/ 4. “Vi Cristo ressuscitado, o túmulo abandonado. Os anjos da cor do sol, dobrado
ao chão o lençol./ 5. O Cristo que leva aos céus, caminha à frente dos seus!” Ressuscitou de verdade: Ó
Cristo, ó Rei, piedade!
10. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ 1. O nosso Cordeiro pascal, Jesus
Cristo, já foi imolado. Celebremos, assim, esta festa, na sinceridade e verdade.
11. EVANGELHO – (Jo 20, 1-9) – P.: O Senhor esteja convosco! TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo João. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: 1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda
estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2 Então ela saiu correndo e foi encontrar
Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não
sabemos onde o colocaram”. 3 Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois
corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo.
5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6 Chegou também Simão Pedro, que
vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7 e o pano que tinha
estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte. 8 Então entrou
também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou. 9De fato, eles ainda
não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos. Palavra da
Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
12. HOMILIA
13. SÍMBOLO NICENO-CONSTANTINOPOLITANO – Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, criador do
céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito
de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus
verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós,
homens, e para nossa salvação, desceu dos céus e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem
Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado.
Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E
de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no
Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e
glorificado: Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, una, santa, católica e apostólica. Professo um só
batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir.
Amém.
14. ORAÇÃO UNIVERSAL – P.: Irmãos caríssimos, Cristo ressuscitou e vive para sempre. Um mundo novo
começou com Ele. Rezemos para que Sua Páscoa transforme todas as coisas, dizendo: Cristo, ouvi-nos!
1) Pela Santa Igreja de Deus, para que seja sempre mais no mundo o sinal visível do Cristo vivo e
ressuscitado, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, OUVI-NOS!
2) Pela paz e prosperidade de todas as nações, para que a alegria pascal se estenda a todos os homens, e
a fome, as calamidades e as guerras se afastem dos povos, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, OUVI-NOS!
3) Pela capital do brasil nossa cidade de Brasília, que hoje comemora o seu aniversário, para que seja sempre a capital da esperança e propicie aos brasileiros bons exemplos de cidadania e de justiça, rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, OUVI-NOS!
4) Pelos membros das Pastorais e dos Movimentos de nossa Arquidiocese, para que sejam testemunhas
do Cristo ressuscitado nos diversos ambientes sociais, rezemos ao senhor.
TODOS: CRISTO, OUVI-NOS!
5) Pela nossa comunidade, para que cresça no amor a Jesus Cristo e dê testemunho da Sua ressurreição,
rezemos ao Senhor.
TODOS: CRISTO, OUVI-NOS!
(Preces Espontâneas)
P.: Senhor Jesus, que vencestes a morte e nos destes a vida nova atendei os nossos pedidos e confirmai a
nossa fé à vossa ressurreição. Vós que viveis e reinais com o pai na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
15. CANTO DE OFERTAS – (Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 202)
1. Bendito sejas, ó Rei da glória! Ressuscitado, Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas./ R.: VÊ
COM BONS OLHOS NOSSAS HUMILDES OFERTAS. TUDO O QUE TEMOS SEJA PRA TI, Ó SENHOR!/ 2. Vidas
se encontram no altar de Deus, gente se doa, dom que se imola. Aqui trazemos as nossas ofertas./ 3.
Irmãos da terra, irmãos do céu, juntos cantemos: glória ao Senhor. Aqui trazemos as nossas ofertas.
16. P.: Orai, irmãos e irmãs…
17. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Transbordando de alegria pascal, nós vos oferecemos, ó Deus, o
sacrifício pelo qual a vossa Igreja maravilhosamente renasce e se alimenta. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
18. ORAÇÃO EUCARÍSTICA I – Prefácio da Páscoa I: O mistério Pascal – (MR. p.421)
19. RITO DA COMUNHÃO
20. CANTO DE COMUNHÃO – (Hinário da CNBB, fasc. 2, p. 208)
R.: CRISTO RESSUSCITOU E NÓS COM ELE, ALELUIA, ALELUIA!/1. Bendito seja o Pai de Jesus, que nos
cobriu de bênçãos celestes./ 2. Nós vos louvamos e bendizemos, porque a luz de Jesus dissipou nossas
trevas./ 3. Nós vos louvamos e bendizemos, porque em nós derramastes o Espírito Santo./ 4. Nós vos
louvamos e bendizemos, nesta celebração da vitória de Cristo./ 5. Nós vos louvamos e bendizemos, por
tudo que em nós por Jesus operastes.
21. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Guardai, ó Deus, a vossa Igreja sob a vossa
constante proteção para que, renovados pelos sacramentos pascais, cheguemos à luz da ressurreição. Por
Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
22. ORAÇÃO DO ANO JUBILAR ARQUIDIOCESANO
Ó Trindade Santa, nós vos louvamos pelos 60 anos da Arquidiocese de Brasília! Por tudo, nós vos damos
graças! Pelo vosso infinito amor manifestado em nossa história. Pelos que se dedicaram generosamente a
edificar a Igreja, no coração do Brasil, desde os inícios da nova capital, erguida à sombra da Santa Cruz e
sob o manto protetor da Mãe Aparecida. Nós vos damos graças pela fé professada, celebrada e vivida, ao
longo destes 60 anos de evangelização. A vós confiamos o amanhã da nossa Igreja arquidiocesana, com a
esperança que brota da fé. Renovamos, hoje, o compromisso de caminhar unidos e de evangelizar a todos,
com novo ardor missionário, nos diversos espaços do Distrito Federal. Confiantes no amor de Cristo que
nos impele, nós suplicamos as vossas bênçãos, neste Ano Jubilar, pela intercessão de Nossa Senhora
Aparecida! Amém!
RITOS FINAIS
23. BREVES AVISOS
24. BÊNÇÃO FINAL – MR (p. 522).
P.: O Senhor esteja convosco! TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS! P.: Que o Deus todo-poderoso vos
abençoe nesta solenidade pascal e vos proteja contra todo pecado. TODOS: AMÉM. P.: Aquele que vos
renova para a vida eterna, pela ressurreição de Seu Filho, vos enriqueça com o dom da imortalidade.
TODOS: AMÉM. P.: E vós, que, transcorridos os dias da Paixão do Senhor, celebrais com alegria a festa da
Páscoa, possais chegar exultantes à festa das eternas alegrias. TODOS: AMÉM. P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, e Filho, e Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: Ide em paz, e o Senhor vos acompanhe, aleluia,
aleluia! TODOS: GRAÇAS A DEUS, ALELUIA, ALELUIA!
CANTOS OPCIONAIS
Entrada: R.: CRISTO RESSUSCITOU, ALELUIA! VENCEU A MORTE COM AMOR! (BIS) ALELUIA! / 1. Tendo
vencido a morte, o Senhor ficará para sempre entre nós para manter viva a chama do amor que reside em
cada cristão a caminho do Pai./ 2. Tendo vencido a morte, o Senhor nos abriu horizonte feliz, pois nosso
peregrinar pela face do mundo terá seu final lá na casa do Pai.
Comunhão: 1. Antes da morte e ressurreição de Jesus, Ele, na Ceia, quis se entregar: deu-se em comida e
bebida para nos salvar./ R.: E QUANDO AMANHECER O DIA ETERNO, A PLENA VISÃO, RESSURGIREMOS
POR CRER NESTA VIDA ESCONDIDA NO PÃO./ 2. Para lembramos a morte, a cruz do Senhor, nós
repetimos, como Ele fez: gestos, palavras, até que volte outra vez./ 3. Este banquete alimenta o amor dos
irmãos e nos prepara a glória do céu. Ele é força na caminhada pra Deus./4. Eis o pão vivo mandado a nós
por Deus Pai! Quem O recebe, não morrerá. No último dia, vai ressurgir, viverá./ 5. Cristo está vivo,
ressuscitou para nós! Esta verdade vai anunciar a toda terra, com alegria, cantar.
Preparando a Partilha da Palavra
A ressurreição de Jesus é o evento salvífico que fundamenta a nossa fé e a nossa esperança, abrindo o caminho para a vida nova e plena em Deus. Ela foi o ponto de partida do testemunho e da pregação dos Apóstolos, sendo atestada na mais antiga forma da fé: “Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras; que foi sepultado; e que, ao terceiro dia, ressuscitou. As primeiras testemunhas nos ensinam a aderir a Jesus de Nazaré com radicalidade, a descobrir em meio à escuridão e às adversidades do mundo, os sinais da presença viva do Senhor. A escuta atenta da Palavra, celebrada no partir do pão, na partilha solidária proporciona experimentar a alegria da presença viva do Ressuscitado. O encontro com o Senhor nos transforma, dá uma nova fé, e nos impulsiona ao testemunho, ao anúncio de sua mensagem salvífica. Maria Madalena e o discípulo amado indicam o itinerário da fé para encontrar o Senhor. “O ver, graças à sua união com o ouvir, torna-se seguimento de Cristo; e a fé aparece como um caminho do olhar em que os olhos se habituam a ver em plenitude. Foi assim, na manhã da Páscoa, ainda na escuridão perante o túmulo vazio, o discípulo amado “viu, e acreditou”. Maria Madalena, que já vê Jesus, é convidada a contemplá-Lo no seu caminho para o Pai, até a plena confissão diante dos discípulos: “Eu vi o Senhor!” Também para nós existem muitos sinais em que o Ressuscitado se faz reconhecer: a Sagrada Escritura, a Eucaristia, os outros Sacramentos, a caridade, os gestos de amor que trazem um raio de luz do Ressuscitado. “Deixemo-nos iluminar pela ressurreição de Cristo, deixemo-nos transformar pela sua força, para que também através de nós, no mundo, os sinais de morte deixem o lugar aos sinais de vida. Levai em frente esta certeza: o Senhor está vivo e caminha ao nosso lado na vida. Esta é a vossa missão! Levai em frente esta esperança. Permanecei alicerçados nesta esperança, nesta âncora que está no Céu; segurai com força a corda, permanecei ancorados e levai em frente a esperança. Vós, testemunhas de Jesus, deveis levar em frente o testemunho que Jesus está vivo, e isto dar-nos-á esperança, dará esperança a este mundo um pouco envelhecido devido às guerras, a violência, a intolerância, ao mal e ao pecado. Alegrai-vos e exultai, porque o Senhor Jesus Ressuscitou! Deixai-vos iluminar e transformar pela força da Ressurreição de Cristo, a fim de que as vossas existências se tornem um testemunho da vida que é mais forte que o pecado e a morte”. Papa Francisco – Roteiros Homiléticos da CNBB – 2016 – Ano C – p. 45-46

LEITURAS DA SEMANA – OITAVA DA PÁSCOA
Seg.: At 2,14.22-32; Sl 15; Mt 28,8-15.
Ter.: At 2,36-41; Sl 32; Jo 20,11-18.
Qua.: At 3,1-10; Sl 104; Lc 24,13-35.
Qui.: At 3,11-26; Sl 8; Lc 24,35-48.
Sex.: At 4,1-12; Sl 117; Jo 21,1-14.
Sáb.: At 4,13-21; Sl 117; Mc 16, 9-15.
Primeira Semana do Saltério
Primeiro Domingo da Páscoa

Você pode Gostar de:

6º Domingo do Tempo Comum (17.02)

BEM-AVENTURADOS OS QUE ACOLHEM O REINO E PÕE SUA CONFIANÇA EM DEUS 17 de fevereiro …