Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Solenidade da Ascensão do Senhor

Solenidade da Ascensão do Senhor

LITURGIA  –  ASCENSÃO DO SENHOR 02.06.2019.
HOMENS DA GALILÉIA,PORQUE FICAIS PARADOS OLHANDO PARA O CÉU?

1.ACOLHIDA
Jesus prepara sua volta ao Pai! Missão cumprida e com perfeição! Deixa suas últimas recomendações e renova a promessa do Espírito Santo: “Recebereis o Espírito Santo que descerá sobre vós!”  A Igreja, de modo especial, será conduzida pelo Espírito Santo!
Hoje, os Apóstolos, ainda, pensam num reino temporal e imaginam sua nomeação para cargos de comando! “Senhor, é agora que vais restaurar o Reino de Israel?” Não sejamos críticos demais contra os Apóstolos! Eles estavam sofrendo demais sob as garras da “Aguia Romana”! (Império romano) e desejavam ardentemente sua libertação!
Nós que já recebemos o Espírito Santo no Batismo e no Crisma, temos dificuldade para compreender o Reino de Deus e a Palavra de Deus que são realidades espirituais e comprometidas com a transformação deste mundo para Cristo! Jesus se elevou para o céu, com força própria, e abençoando os Apóstolos. O Salmo responsorial manda-nos “gritar a Deus aclamações de alegria” porque somos salvos pela Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Ele sobe ao céu, mas promete-nos o Espírito Santo para ficar sempre conosco!

2.Palavra de Deus
At1,1-11 – Lucas, autor dos Atos dos Apóstolos, narra a subida de Jesus aos céus. Recomendou-lhes de não sair de Jerusalém antes de receberem o Espírito Santo: “João batizou com água, mas vós sereis batizados pelo Espírito Santo!”.
Ef 1 17-23 – Paulo deseja a luz de Deus Pai para entender a grandeza de Deus e o extraordinário bem que Ele nos fez por Jesus Cristo morto, ressuscitado e glorificado sentando-se à direita de Deus Pai Ninguém ama o que não conhece!  Precisamos conhecer o extraordinário dom de Deus em nosso favor.
Lc 24,46-53 – está escrito que Jesus haveria de morrer, mas pelo poder de Deus, Ele ressuscitaria dos mortos e seu nome seria anunciado até os últimos confins da terra, cabendo a seus discípulos dar testemunho desta verdade.

3.Reflexão
Jesus não está cansado de sua vida entre os homens; Ele se fez homem em tudo semelhante a nós, menos o pecado, para libertar-nos, exatamente, do pecado! Carregou sua Cruz para nos salvar; aliás, Ele disse que não nos deixaria sozinhos neste mundo, mas haveria de enviar-nos o Espírito Santo! Ele foi junto do Pai mas permanece em nosso meio através dos Sacramentos!. Dizia o grande Papa, Leão I: “Tudo o que Jesus disse e fez visivelmente quando estava entre nós, agora que subiu para o céu, tudo passa a realizar-se através dos Sacramentos! Jesus, portanto, continua presente no meio de nós e podemos senti-lo presente através de sua ação nos Sacramentos da Igreja!
Os Anjos repreenderam os Apóstolos porque ficaram olhando para o céu: Homens da Galiláeia, por que ficais aqui, parados, contemplando o céu? Esse Jesus que vos foi levado para o céu, virá do mesmo modo que o vistes partir para o céu!”  Aguardem o Espírito Santo e mãos à obra, porque, agora, é com vocês o trabalho de conquistar o mundo para Cristo!
Jesus subiu ao céu, glorioso e triunfante, mas vós sereis minhas testemunhas de tudo isso!” Jesus partiu, mas deixou uma grande alegria no coração de seus discípulos. Uma grande alegria, mas por que? Porque somos salvos e as portas do Reino de Deus estão abertas para nós! Podemos entrar, confiantes e tomar posse da casa que Ele preparou para nós no Reino do Pai!
São Paulo (2ª Leitura) reza a Deus que nos seja revelada a grandeza da graça divina que nos faz filhos adotivos de Deus Pai e membros do Corpo de Cristo. Temos, portanto, a vida divina circulando em nossas veias de cristãos, já neste corpo carnal batizado e crismado! Nosso corpo de carne vai apodrecer, mas o corpo espiritual que está sendo gestado em nosso íntimo, será ressuscitado! E será semelhante ao Corpo de Jesus ressuscitado! Cultivemos, portanto a vida divina que circula em nossas veias!
“Se ressuscitastes com Cristo, revesti-vos de Cristo!”

Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Nova marca da Pastoral da Comunicação Nacional

Apresentamos a nova marca da Pastoral da Comunicação. É uma marca contemporânea, que comunica a …