Página Inicial / Animação Litúrgica / 18º Domingo do Tempo Comum(04.08)

18º Domingo do Tempo Comum(04.08)

BUSCAI OS BENS QUE NÃO SE ACABAM: OS VALORES DO REINO.
Dia das Vocações Sacerdotais e Dia do Padre
04 de agosto de 2019
DÉCIMO OITAVO DOMINGO DO TEMPO COMUM
ANO C
Cor Litúrgica: Verde
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (Hinário da CNBB, fasc. 3, p. 124)
R.: MEU DEUS, VEM LIBERTAR-ME, NÃO DEMORES, SENHOR, EM SOCORRER! SÓ TU ÉS O MEU ARRIMO,
LIBERTADOR, VEM DEPRESSA ME VALER! / 1. A nação que ele governa é feliz com tal Senhor. Lá do céu ele
vê tudo, vê o homem e seu valor. Fez o nosso coração, forte e contemplador./ 2. O que dá vitória ao rei
não é ter muitos soldados. O valente não se livra por sua força ou seus cuidados. Quem confia nos cavalos
vai, no fim, derrotado./ 3. Ó Senhor, protege sempre quem espera em seu amor, pra livrar da triste morte,
dar vigor. No Senhor é que esperamos, Ele é escudo protetor./ 4. Nele nosso coração encontrou sempre
alegria. No seu nome sacrossanto, quem é bom sempre confia. Traz, Senhor, com teu amor, esperança e
alegria!
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A
vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo! TODOS: BENDITO SEJA
DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de
reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. (Pausa). Confessemos os nossos pecados:
TODOS: Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por
pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem
Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus nosso Senhor. P.: Deus todo poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS:
AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende
piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS:
SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Manifestai, ó Deus, vossa inesgotável bondade para com os
filhos e filhas que vos imploram e se gloriam de vos ter como criador e guia, restaurando para eles a vossa
criação, e conservando-a renovada. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito
Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Meus irmãos: a verdadeira riqueza está na fidelidade ao amor a Deus e no serviço desinteressado ao
próximo. Ouçamos as leituras de hoje.
1ª LEITURA (Ecl 1, 2; 2,21-23). – Leitura do Livro do Eclesiastes.
2
“Vaidade das vaidades, diz o Eclesiastes, vaidade das vaidades! Tudo é vaidade”.2,21Por exemplo: um
homem que trabalhou com inteligência, competência e sucesso, vê-se obrigado a deixar tudo em herança
a outro que em nada colaborou. Também isso é vaidade e grande desgraça. 22De fato, que resta ao homem
de todos os trabalhos e preocupações que o desgastam debaixo do sol? 23Toda a sua vida é sofrimento, sua
ocupação, um tormento. Nem mesmo de noite repousa o seu coração. Também isso é vaidade. Palavra do
Senhor.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 89/90) – R.: VÓS FOSTES, Ó SENHOR, UM REFÚGIO PARA NÓS!/ 1.
Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, quando dizeis: “Voltai ao pó, filhos de Adão!” Pois mil anos para vós
são como ontem, qual vigília de uma noite que passou./ 2. Eles passam como o sono da manhã, são iguais
à erva verde pelos campos: de manhã, ela floresce vicejante, mas à tarde, é cortada e logo seca./ 3.
Ensinai-nos a contar os nossos dias, e dai ao nosso coração sabedoria! Senhor, voltai-vos! Até quando
tardareis? Tende piedade e compaixão de vossos servos!/ 4. Saciai-nos de manhã com vosso amor e
exultaremos de alegria todo o dia! Que a bondade do Senhor e nosso Deus repouse sobre nós e nos
conduza! Tornai fecundo, ó Senhor, nosso trabalho.
8. 2ª LEITURA (Cl 3, 1-5.9-11) – Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses.
Irmãos: 1Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado
à direita de Deus; 2aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres. 3Pois vós morrestes, e a vossa vida
está escondida, com Cristo, em Deus. 4Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós
aparecereis também com ele, revestidos de glória. 5Portanto, fazei morrer o que em vós pertence à terra:
imoralidade, impureza, paixão, maus desejos e a cobiça, que é idolatria. 9Não mintais uns aos outros. Já vos
despojastes do homem velho e da sua maneira de agir 10e vos revestistes do homem novo, que se renova
segundo a imagem do seu Criador, em ordem ao conhecimento. 11Aí não se faz distinção entre grego e
judeu, circunciso e incircunciso, inculto, selvagem, escravo e livre, mas Cristo é tudo em todos. Palavra do
Senhor.
TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!/ Felizes os humildes de espírito,
porque deles é o Reino dos céus!
10. EVANGELHO – (Lc 12, 13-21) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 13alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: “Mestre, dize ao meu irmão que reparta
a herança comigo”. 14Jesus respondeu: “Homem, quem me encarregou de julgar ou de dividir vossos
bens?” 15E disse-lhes: “Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém
tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens”. 16E contou-lhes uma
parábola: “A terra de um homem rico deu uma grande colheita. 17Ele pensava consigo mesmo: ‘O que vou
fazer? Não tenho onde guardar minha colheita’. 18Então resolveu: ‘Já sei o que fazer! Vou derrubar meus
celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. 19Então poderei
dizer a mim mesmo: Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe,
aproveita!’ 20Mas Deus lhe disse: ‘Louco! Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida. E para quem ficará
o que tu acumulaste? 21Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não é rico diante
de Deus”. Palavra da Salvação.
TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS
P.: Irmãos, confiantes no amor de Deus para conosco, façamos nossas preses dizendo: Ouvi-nos Senhor!
TODOS: OUVI-NOS SENHOR!
1) Favorecei com a vossa Graça o papa, os bispos e todo o clero. Para que sejam solícitos pastores na
condução de sua Igreja. Rezemos.
TODOS: OUVI-NOS SENHOR!
2) Venha a vossa sabedoria ao encontro de nossos governantes, iluminando-os nas decisões em prol da
paz nas nações. Rezemos.
TODOS: OUVI-NOS SENHOR!
3) Sejam nossos jovens inspirados pelo testemunho de nossos padres e tenham a coragem de dar um sim
generoso ao chamado ao sacerdócio. Rezemos.
TODOS: OUVI-NOS SENHOR!
4) Cresçam em nossa comunidade o amor, a partilha e o olhar para com os mais necessitados. Rezemos.
TODOS: OUVI-NOS SENHOR!
5) Concedei, Senhor, sacerdotes santos e enviai operários para a vossa messe. Rezemos.
TODOS: OUVI-NOS SENHOR!
(Preces Espontâneas):
P.: Assisti-nos, ó Pai, com a vossa misericórdia e concedei-nos um coração desapegado e generoso. Por
Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – (cf. CD Liturgia XI, faixa 22)
1. Alegre, em prece, teu povo agradece teus dons, ó Senhor. E, como família, cantando, partilha seus dons,
seu amor./ 2. Unidos, fazemos os dons que trazemos, o vinho e o pão. Quem colhe, quem planta, quem faz
e quem canta é tudo oração./ 3. Bem vês nesta mesa, Deus quer, com certeza, a todos saciar. Ninguém vai
na vida, sem pão, sem comida, proclama este altar.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Dignai-vos, ó Deus, santificar estas oferendas e, aceitando este
sacrifício espiritual, fazei de nós uma oferenda eterna para vós. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (pág. 483)
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – (Hinário da CNBB, fasc. 3, p. 345)
R.: BEM AVENTURADOS OS QUE TÊM UM CORAÇÃO DE POBRE: PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS.
PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS!/ 1. Confia no Senhor e faze o bem, e, sobre a terra, habitarás em
segurança!/ 2. Coloca no Senhor tua alegria, e ele dará o que pedir teu coração!/ 3. Repousa no Senhor e
espera nele! Não cobices a fortuna desonesta!/ 4. O Senhor cuida da vida dos honestos, e sua herança
permanece eternamente! / 5. Os que Deus abençoar, terão a terra; os que ele amaldiçoar, se perderão./ 6.
Observa o bem o homem justo e o honesto: quem ama a paz, terá bendita descendência.
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Acompanhai, ó Deus, com proteção
constante os que renovastes com o pão do céu e, como não cessais de alimentá-los, tornai-os dignos da
salvação eterna. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO VOCACIONAL
Pai de misericórdia, que destes o Vosso Filho pela nossa salvação e sempre nos sustentais com os dons do
Vosso Espírito, concedei-nos comunidades cristãs vivas, fervorosas e felizes, que sejam fontes de vida
fraterna e suscitem nos jovens o desejo de se consagrarem a Vós e à evangelização. Sustentai-as no seu
compromisso de propor uma adequada catequese vocacional e caminhos de especial consagração. Dai-nos
sabedoria para o necessário discernimento vocacional, de modo que, em tudo, resplandeça a grandeza do
Vosso amor misericordioso. Maria, Mãe e educadora de Jesus, interceda por nossa comunidade cristã, para
que, tornada fecunda pelo Espírito Santo, seja fonte de vocações autênticas para o serviço do povo santo
de Deus. Amém! (Papa Francisco)
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL
CANTOS OPCIONAIS
ENTRADA – R.: SENHOR, SE TU ME CHAMAS, EU QUERO TE OUVIR. SE QUERES QUE EU TE SIGA,
RESPONDO: EIS-ME AQUI./ 1. Profetas te ouviram e seguiram tua voz, andaram mundo afora e pregaram
sem temor. Seus passos tu firmaste sustentando seu vigor. Profeta tu me chamas: vê, Senhor, aqui estou./
2. Nos passos do teu Filho toda igreja também vai, seguindo teu chamado de ser santa qual Jesus.
Apóstolos e mártires se deram sem medir. Apóstolo me chamas: vê, Senhor, estou aqui./ 3. Os séculos
passaram, não passou, porém, tua voz que chama ainda hoje, que convida a te seguir. Há homens e
mulheres que te amam mais que a si, e dizem com firmeza: vê, Senhor, estou aqui.

Preparando a Partilha da Palavra
Neste domingo, a Palavra de Deus nos convoca a revermos nossas opções e a não pautar a vida pelas falsas seguranças. É preciso rever nossa maneira de pensar e de agir e colocar toda a nossa confiança no Senhor que é refúgio e proteção. Na 1ª leitura o autor medita sobre o sentido da vida humana. Aconselha a viver o desapego dos bens, pois a busca desenfreada pelas riquezas, a preocupação em acumular impedem de desfrutar os frutos do trabalho com alegria. Na 2ª leitura o autor fala sobre a vida cristã. Mostra que a experiência da ressurreição começa já neste mundo, no tempo presente. “Se ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas do alto”, ou seja, a vida nova revelada em Cristo. A experiência da ressurreição transforma a conduta e também a maneira de pensar. “Cuidai das coisas do alto, não do que é da terra”. Não se trata de viver de forma alienada. Consiste em se deixar reger pela vitória de Jesus Cristo sobre o pecado e a morte, buscando libertar-se dos valores contrários ao Reino de Deus. Jesus, no Evangelho, ensina a fazer o bom uso dos bens deste mundo. Quem segue a Cristo deve ser livre diante dos bens, administrando-os com sabedoria. O problema está na acumulação como garantia de segurança e de vida. Por isso a vida de uma pessoa não depende de suas riquezas. O juízo que Jesus faz na parábola é muito duro. A pessoa que calculou tudo certinho, apoiando-se em suas próprias riquezas, como se fosse a dona do mundo, foi chamada de “insensata”. Falsos valores, engano e mentira, tudo isto está fora da perspectiva de Deus. Riqueza para Deus é convivência fraterna, é repartir com os irmãos. É comunhão e participação. Que o Espírito do Ressuscitado anime nossa vida e missão para que possamos viver um desprendimento real dos bens deste mundo, libertando-nos da ganância.

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: Dedicação da Basílica de Sta. Maria Maior, MFac. Nm 11, 4b-15; Sl 80 (81); Mt 14, 13-21
Ter.: Transfiguração do Senhor, Festa. Dn 7, 9-10.13-14 ou 2 Pd 1, 16-19; Sl 96 (97); Lc 9,28b-36
Qua.: S. Sisto II Pp e Comps. Mts., MFac. S. Caetano Presb, MFac. Nm 13, 1-2.25-14, 1.26-
30.34-35; Sl 105 (106); Mt 15, 21-28
Qui.: S. Domingos Presb, memória. Nm 20,1-13; Sl 94 (95); Mt 16, 13-23
Sex.: Sta Teresa Benedita da Cruz VgMt, MFac. Dt 4, 32-40; Sl 76 (77); Mt 16, 24-28
Sab.: S. Lourenço Diácono Mt, Festa. 2 Cor 9, 6-10; Sl 111 (112); Jo 12, 24-26
Segunda Semana do Saltério
Décimo Oitavo Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

28º Domingo do Tempo Comum(13.10)

GRAÇAS E LOUVORES PELA SALVAÇÃO QUE O SENHOR NOS OFERECE EM CRISTO JESUS VIGÉSIMO OITAVO …