Página Inicial / Animação Litúrgica / 21º Domingo do Tempo Comum(25.08)

21º Domingo do Tempo Comum(25.08)

SALVAÇÃO: DOM GRATUITO DE DEUS, MAS EXIGE A NOSSA PARTICIPAÇÃO.
25 de agosto de 2019
VIGÉSIMO-PRIMEIRO DO TEMPO COMUM
DIA NACIONAL DO CATEQUISTA
Cor Litúrgica: Verde
A.: Irmãos, a missão da Igreja é estar a serviço do Reino de Deus, fazendo ressoar nos corações humanos a
Boa Nova de Cristo, ensinando-nos a trilhar o caminho da salvação. Neste Dia Nacional do Catequista,
agradeçamos ao Senhor a presença de inúmeros e santos catequistas em nossa Arquidiocese, nesses 60
anos de sua história. Jubilosos, iniciemos a nossa celebração.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – (cf. https://www.paulus.com.br/loja/cd-liturgia-vii-tempo-comum-ano-a-20-ao34-dtc_p_2300.html, melodia igual à faixa 1)
R.: VEM ESCUTAR-ME, Ó SENHOR, Ó MEU DEUS, VEM SALVAR O TEU SERVO, TEM COMPAIXÃO DE
MINHA DOR, POR TI CHAMO, O DIA INTEIRO./ 1. Ó Senhor, põe teu ouvido bem aqui, pra me escutar.
Infeliz eu sou e pobre, vem depressa me ajudar! Teu amigo eu sou, tu sabes, só em ti vou confiar. / 2.
Compaixão de mim, Senhor! Eu te chamo, noite e dia. Vem me dar força e coragem e aumentar minha
alegria. Eu te faço minha prece, pois minh’alma em ti confia./ 3. Tu és bom e compassivo e a quem pede,
dás perdão. Dá ouvido a meus pedidos: meu lamento é oração. Na hora amarga eu te procuro, sei que não
te chamo em vão./ 4. Não existe nenhum Deus, para contigo se igualar, nem no mundo existe nada que se
possa comparar às belezas que na terra teu amor soube criar.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: O
Senhor que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo esteja convosco!
TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL P.: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à
conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai. (Pausa).
Tende compaixão de nós, Senhor. TODOS: PORQUE SOMOS PECADORES. P.: Manifestai, Senhor, a Vossa
misericórdia. TODOS: E DAI-NOS A VOSSA SALVAÇÃO. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós,
perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós.
TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE
PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus,
Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos
glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor
Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós
que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de
nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Ó Deus, que unis os corações dos vossos fiéis num só desejo,
dai ao vosso povo amar o que ordenais e esperar o que prometeis, para que, na instabilidade deste
mundo, fixemos os nossos corações onde se encontram as verdadeiras alegrias. Por nosso Senhor Jesus
Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
A.: Meus irmãos, escutando a Palavra de Deus, esforcemo-nos por entrar pela porta estreita indicada por
Cristo, Palavra eterna do Pai. Ouçamos atentamente a Palavra de hoje.
6. 1ª LEITURA (Is 66, 18-21) – Leitura do Livro do Profeta Isaías.
Assim diz o Senhor: 18Eu que conheço suas obras e seus pensamentos, virei para reunir todos os povos e
línguas; eles virão e verão minha glória. 19Porei no meio deles um sinal, e enviarei, dentre os que foram
salvos, mensageiros para os povos de Társis, Fut, Lud, Mosoc, Ros, Tubal e Javã, para as terras distantes, e
para aquelas que ainda não ouviram falar em mim e não viram minha glória. Esses enviados anunciarão às
nações minha glória, 20e reconduzirão, de toda parte, até meu santo monte em Jerusalém, como oferenda
ao Senhor, irmãos vossos, a cavalo, em carros e liteiras, montados em mulas e dromedários, – diz o Senhor
– e como os filhos de Israel, levarão sua oferenda em vasos purificados para a casa do Senhor. 21Escolherei
dentre eles alguns para serem sacerdotes e levitas, diz o Senhor. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A
DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 116/117) R.: PROCLAMAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA!/ 1-
Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, povos todos, festejai-o! / 2- Pois comprovado é seu amor para
conosco, para sempre ele é fiel!
8. 2ª LEITURA (Hb 12, 5-7.11-13) – Leitura da Carta aos Hebreus.
Irmãos: 5 Já esquecestes as palavras de encorajamento que vos foram dirigidas como a filhos: “Meu filho,
não desprezes a educação do Senhor, não desanimes quando ele te repreende; 6pois o Senhor corrige a
quem ele ama e castiga a quem aceita como filho”. 7É para a vossa educação que sofreis, e é como filhos
que Deus vos trata. Pois qual é o filho a quem o pai não corrige? 11No momento mesmo, nenhuma
correção parece alegrar, mas causa dor. Depois, porém, produz um fruto de paz e de justiça para aqueles
que nela foram exercitados. 12Portanto, “firmai as mãos cansadas e os joelhos enfraquecidos; 13acertai os
passos dos vossos pés”, para que não se extravie o que é manco, mas antes seja curado. Palavra do
Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! / Eu sou o Caminho, a Verdade e a
Vida; ninguém chega ao Pai senão por mim.
10. EVANGELHO – (Lc 13, 22-30) – P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.:
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: Naquele tempo, 22Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para
Jerusalém. 23Alguém lhe perguntou: “Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam? Jesus
respondeu: 24“Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos
tentarão entrar e não conseguirão. 25Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós, do lado
de fora, começareis a bater, dizendo: ‘Senhor, abre-nos a porta!’ Ele responderá: ‘Não sei de onde sois.’
26Então começareis a dizer: ‘Nós comemos e bebemos diante de ti, e tu ensinaste em nossas praças!’ 27Ele,
porém, responderá: ‘Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim todos vós que praticais a injustiça!’ 28Ali
haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas no Reino
de Deus, e vós, porém, sendo lançados fora. 29Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e
tomarão lugar à mesa no Reino de Deus. 30E assim há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão
últimos”. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu
único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou
ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar
os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, a Deus que nos ama e deseja que todos se salvem,
apresentemos as nossas preces e digamos com confiança: Senhor, ouvi-nos!
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
1) Senhor, que chamais todos os povos à salvação, impulsionai a Vossa Igreja no anúncio da Boa Nova e
sustentai o Santo Padre e todo o clero na sua missão. Rezemos.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
2) Senhor, que reunistes no louvor do Vosso Nome todos os povos e nações, aumentai o número dos que
Vos conhecem e conduzi os nossos governantes na construção do bem comum e na defesa dos direitos
humanos. Rezemos.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
3) Senhor, enriquecei com Vossos dons os catequistas; iluminai-os com a Vossa Luz na missão de
testemunhar ao mundo os sólidos valores do Evangelho. Rezemos.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
4) Senhor, que ensinais o valor da vida em comunidade, fazei de nossas Paróquias e comunidades centros
irradiadores de fé e de oração e ajudai-nos a resgatar para a vida da Igreja os nossos irmãos que estão
afastados do caminho da santidade. Rezemos.
TODOS: SENHOR, OUVI-NOS!
(Preces Espontâneas)
P.: Atendei, ó Deus, os pedidos do Vosso povo e concedei que sejamos fiéis aos ensinamentos de Vosso
Filho, que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.
TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – (cf. CD Liturgia VI, ano A, faixa 23)
1. A mesa santa que preparamos, mãos que se elevam a Ti, ó Senhor. O pão e o vinho, frutos da terra, duro
trabalho, carinho e amor: Ô, ô, ô, recebe, Senhor! Ô, ô, recebe, Senhor!/ 2. Flores, espinhos, dor e alegria,
pais, mães e filhos diante do altar. A nossa oferta em nova festa, a nossa dor vem, Senhor, transformar! Ô,
ô, ô, recebe, Senhor! Ô, ô, recebe, Senhor!/ 3. A vida nova, nova família, que celebramos, aqui tem lugar.
Tua bondade vem com fartura, é só saber, reunir, partilhar. Ô, ô, ô, recebe, Senhor! Ô, ô, recebe, Senhor!
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus, que pelo sacrifício da cruz, oferecido uma só vez,
conquistastes para vós um povo, concedei à vossa Igreja a paz e a unidade. Por Cristo, nosso Senhor.
TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA IV – MR (p.488) –
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – Hinário da CNBB, fasc. 3, p. 437
R.: GLÓRIA A TI, SENHOR, GRAÇAS E LOUVOR! / 1. Nós te damos muitas graças, ó Pai santo, ó Senhor, por
teu nome que nos deste em Jesus, teu Servidor! / 2. Dás a todos o alimento que a terra lhes produz. Para
nós tu reservaste o pão vivo que é Jesus. / 3. E liberta tua Igreja do poder de todo mal. Que ela seja uma e
santa, no teu Reino imortal! / 4. Ó Senhor, que venha a graça, todos voltem para o bem! Passe o mundo
transitório, vem, Senhor Jesus! Amém!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Ó Deus, fazei agir plenamente em nós o
sacramento do vosso amor, e transformai-nos de tal modo pela vossa graça, que em tudo possamos
agradar-vos. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21. ORAÇÃO VOCACIONAL
Pai de misericórdia, que destes o Vosso Filho pela nossa salvação e sempre nos sustentais com os dons do
Vosso Espírito, concedei-nos comunidades cristãs vivas, fervorosas e felizes, que sejam fontes de vida
fraterna e suscitem nos jovens o desejo de se consagrarem a Vós e à evangelização. Sustentai-as no seu
compromisso de propor uma adequada catequese vocacional e caminhos de especial consagração. Dai-nos
sabedoria para o necessário discernimento vocacional, de modo que, em tudo, resplandeça a grandeza do
Vosso amor misericordioso. Maria, Mãe e educadora de Jesus, interceda por nossa comunidade cristã, para
que, tornada fecunda pelo Espírito Santo, seja fonte de vocações autênticas para o serviço do povo santo
de Deus. Amém !(Papa Francisco)
RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL

Preparando a Partilha da Palavra
Nesta liturgia, percebemos que a salvação é universal. Isaías, na 1ª leitura, fala de Deus que vem ao encontro da humanidade, oferecendo a todos os povos a salvação, pois é próprio de Deus amar, salvar e resgatar. A salvação também é um dos temas centrais do Evangelho de Lucas. Neste domingo, Jesus continua sua caminhada atravessando cidades e povoados ensinando a todos. Ele diz que o Reino é para todos, mas o caminho é exigente. A 2ª leitura nos fala de um Deus como um Pai atento à educação de seus filhos e disposto a nos corrigir, porque quer o melhor para nós. Ele está ao nosso lado, especialmente quando o caminho é difícil. As provações e obstáculos são consequências de uma vida mal construída onde o pecado lançou raízes. No Evangelho alguém pergunta a Jesus se são poucos que se salvam. Jesus, porém, não fala em quantidades, mas sim no tipo de caminho que leva à salvação. Diz que a porta da salvação, isto é, do Reino de Deus, é estreita, mas está aberta para todos. Isto significa que não há salvação sem esforço e sacrifício. Não é Deus que estreita a porta, é o clima de pecado presente nas relações humanas que vai exigir escolhas nem sempre fáceis no caminho da salvação. A porta é a imagem do Reino de Deus. Entrando por ela nos sentimos seguros, acolhidos e plenamente realizados. Corremos o risco de pensar que basta ir à Igreja para garantir a própria salvação. Estar na Igreja, “comer e beber com o dono da casa”, especialmente na Mesa da Eucaristia, é uma grande ajuda para aprender a praticar o caminho que nos leva à porta da salvação. Mas essas credenciais são poucas para entrar no convívio de Deus, se não estiverem acompanhadas do amor, da caridade e do serviço aos irmãos. Entra pela porta quem ajuda os outros a entrar e quem zela pela vida do irmão, como bom filho do Pai de todos. Como estou buscando a salvação? Como evangelizadores, catequistas, missionários e anunciadores da Boa-Nova de Jesus, estou zelando pela vida dos irmãos(ãs), ajudando-os a entrar pela porta estreita?

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: 1 Ts 1,1-5.8b-10; Sl 149; Mt 23, 13-22
Ter.: Sta Mônica, memória. 1 Ts 2, 1-8; Sl 138 (139); Mt 23, 23-26
Qua.: Sto Agostinho BDr, memória; 1 Ts 2, 9-13; Sl 138 (139); Mt 23, 27-32
Qui.: Martírio de S. João Batista, memória. Jr 1, 17-19; Sl 70 (71); Mc 6, 17-29
Sex.: 1 Cor 1, 1-9; Sl 96 (97); Mt 25, 1-13
Sab.: 1 Ts 4, 9-11; Sl 97 (98); Mt 25, 14-30
Primeira Semana do Saltério
Vigésimo Primeiro Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

Solenidade de Pentecostes (09.06)

SOLENIDADE DE PENTECOSTES ASSIM COMO O PAI ME ENVIOU,TAMBÉM EU VOS ENVIO. RECEBEI O ESPÍRITO …