Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 26º Domingo Comum 29.09.2019

Liturgia – 26º Domingo Comum 29.09.2019

LITURGIA – 26º DOMINGO COMUM 29.09.2019.
“Tu que és homem de Deus foge das coisas perversas!”

1.ACOLHIDA
A celebração da Eucaristia é um presente preciosíssimo de Jesus; mas é um presente e um um convite para viver um momento de intimidade com nosso Salvador, que nos dá seu Corpo e seu Sangue para nos salvar! Na celebração, Ele inicia oferecendo-nos o perdão dos pecados; depois, dá-nos a sua Palavra e segue entregando-nos o seu Corpo e Sangue. Para quem vai à celebração da Missa por obrigação e permanece na Igreja distraído… tudo isso não passa de “frescura” (mas é pecado, pois, desprezamos o maior presente que o próprio Deus nos dá!). Mas, para quem participa com fé e devoção, a celebração da Eucaristia é o maior dom do próprio Deus!
A proclamação da Palavra de Deus é, de fato, a Palavra do próprio Deus. Ele fala conosco e para nós. É preciso ouvir e aceitar a Palavra para experimentar sua força transformadora. Em Hebreus se diz que a Palavra de Deus é viva, eficaz e atual. É o próprio Jesus que fala para nós, para nosso coração! É Palavra divina para iluminar nosso caminho e para dar-nos a certeza de sua Salvação.

2.PALAVRA DE DEUS
Am – 6,1,4-7 – O Profeta da roça conheceu a ociosidade dos ricos de Samaria – homens e mulheres – preocupados, apenas com os prazeres da carne. Desconheciam o sofrimento dos empobrecidos pelos excessos de impostos e pela exploração dos poderosos. Mas a riqueza não dá segurança alguma: primeiro, ela não impede a morte e, segundo, porque o caminho do céu é desconhecido para o rico explorador inescrupuloso! O profeta da roça disse: “Os ricos da Samaria encabeçarão a fileira dos exilados!
1Tm 6,11-16 – “Tu que és um homem de Deus, foge das coisas perversas, procura a justiça, a piedade, a fé, o amor e a mansidão”. Certamente, um bom conselho para os cristãos de todos os tempos: fugir do pecado e praticar as virtudes propostas pelo próprio Jesus!
Lc 16,19-31 – A catequese do evangelista Lucas, certamente, é ilustradora para o nosso tempo. Nós, os “ricos” de nosso tempo, vivemos despreocupados com a vida espiritual, comemos e bebemos bastante e desconhecemos o sentido da vida! A morte será um despertar inútil, não haverá mais tempo para arrependimentos!

3.Reflexão
Bem que Jesus nos preveniu com sua exclamação: “Filhinhos, como é difícil um rico entrar no Reino dos céus!” (Mc 10,24).A riqueza, especialmente a mal adquirida, fecha nossos olhos para tudo o que é espiritual. Os habitantes da Samaria, ricos e despreocupados, viviam para comer bem e beber bastante! Foram surpreendidos com a perda de todos os seus bens e marcharam para o doloroso exílio! Se vivemos despreocupados com os empobrecidos, que morrem de fome, qual será o nosso exílio? Talvez seja o exílio de quem que será excluído do Reino do céu!
Igualmente, a Parábola do rico e do pobre Lázaro (Deus ajuda), coberto de feridas (impuro) e morto de fome… mas Deus cuida dele! Ele nada tem de bom para esta vida! Foi empobrecido pela ganância dos ricos e poderosos, mas está no caminho certo da salvação! Ele ultrapassa o “vale da separação” e, agora, está sentado feliz, junto de Abraão! O rico deseja um dedo molhado na água par aliviar a sede de sua garganta! É parábola de Jesus; é ensinamento de Jesus que nos conduz para um discernimento de valores próprios do Reino de Deus. Isto nos escandaliza? Mas cuidado, pois, é ensinamento de Jesus! Jesus caminha em direção a Jerusalém, onde irá registrará a veracidade de seu ensinamento com o próprio Sangue! Pensemos seriamente sobre isso, irmãos!
A morte é certa e nivela todo mundo – ricos e pobres – mas a sorte final é diferente: os anjos levaram Lázaro para o céu e o rico foi para o sofrimento! A riqueza pode comprar tudo, menos a vida eterna! É uma afirmação escandalosa, mas é ensinamento de Jesus!
Os ricos gostam de coisas maravilhosa, como a ressurreição de um morto, mas não escutam Moisés e os profetas! Irmão, a vida não é um tempo de diversão, mas uma graça especial de acreditar na Palavra de Deus e praticar o bem! Jesus morreu para confirmar sua Palavra!

Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Santa Dulce dos Pobres

Santa Dulce dos Pobres: Vaticano declara Irmã Dulce como a primeira santa nascida no Brasil. …