Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – Sagrada Família 29.12.2019

Liturgia – Sagrada Família 29.12.2019

“Levanta-te(…) e pega o MENINO e sua MÃE e foge para o Egito!”

1.Acolhida
Deus fez o homem à sua imagem e semelhança… E Deus é amor e comunhão! Deus é família. Ele é Pai, Filho e espírito Santo! Ele é comunhão divina e infinita! Nos DNA, portanto é o amor e a comunhão! Fora da Comunhão e amor, não há salvação!
A Família de Nazaré é o modelo a ser imitado e imitando-a, nós seremos salvos! Nossas famílias, não raro, estão longe de realizar, com perfeição, o nosso DNA! Pecamos contra o amor e a comunhão!
O “mundo do maligno” – que está serviço de satanás, procura desestabilizar a família pelo egoísmo e pela corrupção sexual. O programa antigo de satanás consistia na perversão da mulher; hoje, os maus pensam que precisamos perverter a família! Ao passo que Deus quer, exatamente, salvar o mundo pela família!. Isto não significa “apequenar” a família, mas perverte-la pelo divórcio, pelo aborto e pelo egoísmo!
Celebremos, hoje, a Eucaristia nas intenções de todas as famílias valorizando o amor e a comunhão que nos torna semelhantes ao nosso Deus, que nos fez para o amor e para a comunhão! Andemos pelos caminhos do amor e da comunhão, oferecendo, assim, uma colaboração para salvar a humanidade!

2.Palavra de Deus
Ecl 3,3-7.14-17 – Honra teu pai e tua mãe se desejas ter uma vida longa e abençoada! A idade é implacável: torna-nos limitados em tudo! E por isso o ancião precisa de carinho e de atenção constante como uma criança que inicia sua caminhada existencial! A Palavra de Deus aconselha-nos: “Procure ser compreensivo com as limitações de seus pais. A caridade feita e a seu pai e à sua mãe, nunca será esquecida; pelo contrário, ela é remédio para os teus pecados!”
Cl 3,12-21 – A principal riqueza de uma família cristão é o amor mútuo entre os esposos. O amor, quando perfeito, é como solda de qualidade: o que solda não arrebenta mais! Não há como romper o amor familiar quando fundamentado na Palavra de Deus. O amor, proposto nas novelas de nossos Meios de Comunicação Social, é carnal e apodrece cedo demais!
Mt 2,13-15.19-23 – Aviso do anjo a José: “Levanta-te, pega o Menino e sua Mãe e foge para o Egito (…) porque Herodes vai procurar o Menino para mata-lo!” A missão de José e Maria não foi facilitada pela grandeza do mistério!. A Cruz começou pesando bem cedo na vida dos três!

3.Reflexão
José, avisado pelo anjo, em sonho, assume o compromisso de proteger a Mãe e o Menino! Mas, as dificuldades que teria que enfrentar não foram reveladas desde o início. Foram acontecendo na vida cotidiana! Apenas a vida diária colocaria José em sobressalto: “Levanta-te e foge…” Os caminhos do Senhor não estão nunca pré-desenhados! Diz o provérbio espanhol: “Caminheiro, não existe caminho; o caminho se faz caminhando!” (Caminante, no hai camino! El camino se ace caminando!”). Por isso, o pobre José precisa estar sempre de prontidão e agir com rapidez confiando na proteção divina! Nossa vida cotidiana, quando autêntica, não é diferente!
Humanamente falando, a vida é sempre uma incógnita! É necessário caminhar na penumbra da fé! (Hb 11,1). A luz pela qual suspiramos é a certeza de que Deus é o Senhor e o Pastor que nos conduz! Põe tua confiança no poder e no amor de nosso Deus e vai caminhando! O Patriarca Abraão saiu de sua terra e foi caminhando à procura da “Terra Prometida, sem saber onde estaria! Abraão caminhou na penumbra da fé, acreditando na Palavra de Deus. Apenas isso! Que a Palavra de Deus ilumine os passos de nossas famílias nos caminhos da fé e da ternura de Deus.
E lá vem, de novo, o anjo com seu aviso: “Levante-se e toma o Menino e sua Mãe e volta para a Terra de Israel, pois, aqueles que queriam matar o Menino, já estão mortos!..”
A vida de Jesus, de Maria e José sinalizam, claramente, que a salvação se dá pelo sofrimento e pela cruz! Seria lindo contemplar o amor e a ternura de nosso Deus, mas não podemos fugir da vida real onde satanás procura, insistentemente, a morte do ser humano. Ele sabe que os anjos cantaram nos céus de Belém: “Gloria a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens a quem Deus quer bem!” Somos salvos pelo sofrimento de Deus, também, pela nossa dor !
Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Sábado, una-se ao Papa para a oração do Terço nos Jardins Vaticanos

Direto da Gruta de Lourdes, nos Jardins Vaticanos, o Papa Francisco reza o Terço na …