Página Inicial / Animação Litúrgica / 3º Domingo do Tempo Comum(25.01)

3º Domingo do Tempo Comum(25.01)

3º Domingo do Tempo Comum
26 de janeiro de 2020
TERCEIRO DOMINGO DO TEMPO COMUM
ANO A
COR LITÚRGICA: VERDE
A.: Irmãos amados: em sintonia com o Santo Padre, o Papa Francisco, nós celebramos hoje o Domingo da Palavra de Deus, que tem por objetivo fazer crescer no povo de Deus uma assídua familiaridade com as Sagradas Escrituras. Nesta Liturgia, deixemo-nos guiar pela Palavra, Sabedoria de Deus e alimento da nossa fé. Iniciemos a nossa celebração com muita alegria.
RITOS INICIAIS
1. CANTO DE ENTRADA – Hinário do Ano Litúrgico , anexo Ano A, p. 4 – 3º domingo
R.: CANTO NOVO AO SENHOR QUE É DEUS, CANTA, AGORA, Ó TERRA INTEIRA, NO SEU SANTO TEMPLO BRILHAM MAJESTADE E BELEZA!/ 1. Venham todos, com alegria, aclamar nosso Senhor, caminhando ao seu encontro, proclamando seu louvor. Ele é o Rei dos reis e dos deuses o maior./ 2. Tudo é dele: abismos, montes, mar e terra ele formou. De joelhos adoremos este Deus que nos criou, pois nós somos seu rebanho e ele é nosso Pastor./ 3. Ninguém feche o coração, escutemos sua voz. Não sejamos tão ingratos, tal e qual nossos avós, mereçamos o que ele tem guardado para nós./ 4. Glória ao Pai que nos acolhe e a seu Filho Salvador. Igualmente, demos glória ao Espírito de Amor. Hoje e sempre, eternamente, cantaremos seu louvor.
2. SAUDAÇÃO DO CELEBRANTE – P.: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. TODOS: AMÉM. P.: A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco. TODOS: BENDITO SEJA DEUS, QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.
3. ATO PENITENCIAL – P.: No início desta celebração eucarística, peçamos a conversão do coração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs. (Pausa). Confessemos os nossos pecados: TODOS: Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus nosso Senhor. P.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. TODOS: AMÉM. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Cristo, tende piedade de nós. TODOS: CRISTO, TENDE PIEDADE DE NÓS. P.: Senhor, tende piedade de nós. TODOS: SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS.
4. HINO DE LOUVOR – Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados! Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória! Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica! Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós! Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém. 2
5. ORAÇÃO DO DIA – P.: OREMOS: (Pausa) – Deus eterno e todo-poderoso, dirigi a nossa vida segundo o vosso amor, para que possamos, em nome do vosso Filho, frutificar em boas obras. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS: AMÉM.
LITURGIA DA PALAVRA
Na Carta Apostólica que institui o Domingo da Palavra, o Papa Francisco sugere a entronização da Bíblia para tornar evidente aos olhos da assembleia o valor normativo que possui a Palavra de Deus.
A.: Irmãos, a Palavra de Deus é a luz que orienta o nosso caminhar diário na fé. Ouçamos com atenção as leituras de hoje.
6. 1ª LEITURA (Is 8, 23b-9,3) – Leitura do Livro do Profeta Isaías.
23bNo tempo passado o Senhor humilhou a terra de Zabulon e a terra de Neftali; mas recentemente cobriu de glória o caminho do mar, do além-Jordão e da Galileia das nações. 9,1O povo que andava na escuridão viu uma grande luz; para os que habitavam nas sombras da morte, uma luz resplandeceu. 2Fizeste crescer a alegria, e aumentaste a felicidade; todos se regozijam em tua presença como alegres ceifeiros na colheita, ou como exaltados guerreiros ao dividirem os despojos. 3Pois o jugo que oprimia o povo, – a carga sobre os ombros, o orgulho dos fiscais – tu os abateste como na jornada de Madiã. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
7. SALMO RESPONSORIAL – (Do Salmo 26) R.: O SENHOR É MINHA LUZ E SALVAÇÃO/ 1. O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? / 2. Ao Senhor eu peço apenas uma coisa e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo./ 3. Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!
8. 2ª LEITURA (1Cor 1, 10-13.17) – Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.
10Irmãos, eu vos exorto, pelo nome do Senhor nosso, Jesus Cristo, a que sejais todos concordes uns com os outros e não admitais divisões entre vós. Pelo contrário, sede bem unidos e concordes no pensar e no falar. 11Com efeito, pessoas da família de Cloé informaram-me a vosso respeito, meus irmãos, que está havendo contendas entre vós. 12Digo isso, porque cada um de vós afirma: “Eu sou de Paulo”; ou: “Eu sou de Apolo”; ou: “Eu sou de Cefas”; ou: “Eu sou de Cristo!” 13Será que Cristo está dividido? Acaso Paulo é que foi crucificado por amor de vós? Ou é no nome de Paulo que fostes batizados? 17De fato, Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar a boa nova da salvação, sem me valer dos recursos da oratória, para não privar a cruz de Cristo da sua força própria. Palavra do Senhor. TODOS: GRAÇAS A DEUS.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO – R.: ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA! / 1. Pois do Reino a Boa Nova Jesus Cristo anunciava e as dores do seu povo com poder, Jesus curava.
10. EVANGELHO – (Mt 4, 12-23)- P.: O Senhor esteja convosco. TODOS: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. P.: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
P.: 12Ao saber que João tinha sido preso, Jesus voltou para a Galileia. 13Deixou Nazaré e foi morar em Cafarnaum, que fica às margens do mar da Galileia, 14no território de Zabulon e Neftali, para se cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías: 15“Terra de Zabulon, terra de Neftali, caminho do mar, região do outro lado do rio Jordão, Galileia dos pagãos! 16O povo que vivia nas trevas viu uma grande luz, e para os que viviam na região 3 escura da morte brilhou uma luz”. 17Daí em diante Jesus começou a pregar dizendo: “Convertei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo”. 18Quando Jesus andava à beira do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores. 19Jesus disse a eles: “Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens”. 20Eles imediatamente deixaram as redes e o seguiram. 21Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam na barca com seu pai Zebedeu consertando as redes. Jesus os chamou. 22Eles imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram. 23Jesus andava por toda a Galileia, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino e curando todo tipo de doença e enfermidade do povo. Palavra da Salvação. TODOS: GLÓRIA A VÓS, SENHOR!
11. HOMILIA
12. PROFISSÃO DE FÉ – Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.
13. ORAÇÃO DOS FIÉIS – P.: Irmãos e irmãs, confiantes, supliquemos ao Pai pelas necessidades da Igreja e do mundo inteiro, dizendo: Atendei, Senhor, a nossa prece!
TODOS: ATENDEI, SENHOR, A NOSSA PRECE!
1) Guiai a Vossa Igreja, Senhor, a fim de que, na comunhão e na concórdia, anuncie cada vez mais Cristo, Luz de todos os povos, e leve a salvação a todos os povos, dando testemunho do Ressuscitado, nós Vos pedimos.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, A NOSSA PRECE!
2) Acompanhai, Senhor, os governantes de todas as nações, e ajudai-os a descobrir nos ensinamentos de Cristo as bases sólidas da paz, da fraternidade e da justiça, nós Vos pedimos.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, A NOSSA PRECE!
3) Concedei-nos, Senhor, o espírito de silêncio e de escuta da Vossa Palavra, para que possamos Vos reconhecer nas Escrituras e assim testemunhar ao nosso próximo os valores humanos e cristãos, nós Vos pedimos.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, A NOSSA PRECE!
4) Reconduzi à vivência da fé, Senhor, num caminho de conversão, os nossos irmãos e irmãs que se encontram afastados de Vós e de Vossa Igreja, nós Vos pedimos.
TODOS: ATENDEI, SENHOR, A NOSSA PRECE!
(Preces Espontâneas):
P.: Concedei-nos, ó Senhor, conhecer profundamente a Vossa vontade, para que, sem hesitação, Vos sirvamos na justiça e santidade todos os dias da nossa vida. Por Cristo, nosso Senhor. 4 TODOS: AMÉM.
LITURGIA EUCARÍSTICA
14. CANTO DE OFERTAS – Hinário do Ano Litúrgico , anexo Ano A, p. 7 – 3º domingo
R.: DE MÃOS ESTENDIDAS, OFERTAMOS O QUE DE GRAÇA RECEBEMOS. (BIS) / 1. A natureza tão bela, que é louvor, que é serviço, o sol que ilumina as trevas, transformando-as em luz. O dia que nos traz o pão e a noite que nos dá repouso, ofertamos ao Senhor o louvor da criação / 2. Nossa vida toda inteira ofertamos ao Senhor, como prova de amizade, como prova de amor. Com o vinho e com o pão, ofertamos ao Senhor nossa vida toda inteira, o louvor da criação.
15. P.: Orai, irmãos e irmãs…
16. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – P.: Ó Deus, acolhei com bondade as oferendas que vos apresentamos para que sejam santificadas e nos tragam a salvação. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
17. ORAÇÃO EUCARÍSTICA III – MR (p. 482) – Prefácio dos Domingos do Tempo Comum I – MR (p. 428)
18. RITO DA COMUNHÃO
19. CANTO DE COMUNHÃO – Hinário do Ano Litúrgico , anexo Ano A, p. 8 – 3º domingo
R.: HOUVE UM TEMPO EM QUE ÉRAMOS TREVAS, HOJE ANDAMOS À LUZ DE TUA LUZ. TUA FACE É QUE NOS ILUMINA, PARA NADARMOS NO CLARO, Ó JESUS!/ 1. Bendito o Deus de Israel, que a seu povo visitou e deu-nos libertação enviando um Salvador, da casa do rei Davi, Seu ungido servidor./ 2. Cumpriu a voz dos profetas desde os tempos mais antigos, quis libertar o seu povo do poder dos inimigos, lembrando-se da aliança de Abraão e dos antigos./ 3. Fez a seu povo a promessa de viver na liberdade. Sem medos e sem pavores dos que agem com maldade e sempre a ele servir na justiça e santidade./ 4. Menino, serás profeta do Altíssimo Senhor, pra ir à frente aplainando os caminhos do Senhor, anunciando o perdão a um povo pecador./ 5. É Ele o Sol Oriente que nos veio visitar. Da morte, da escuridão, vem a todos libertar a nós, seu 6 povo reunido para a paz faz caminhar./ 6. Ao nosso Pai demos glória e a Jesus louvor, também louvor e glória, igualmente, ao Espírito que vem. Que nosso louvor se estenda hoje, agora e sempre. Amém!
20. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO – P.: OREMOS: (Pausa) Concedei-nos, Deus todo-poderoso, que, tendo recebido a graça de uma nova vida, sempre nos gloriemos dos vossos dons. Por Cristo, nosso Senhor. TODOS: AMÉM.
21RITOS FINAIS
22. BREVES AVISOS
23. BÊNÇÃO FINAL
Meditando a Palavra de Deus
As leituras deste domingo nos colocam na dinâmica do amor de Deus, revelado nas profecias e na pessoa de Jesus Cristo. Isaías profetiza dias de glória para seu povo. A região à qual se refere é tomada por trevas, porque ali impera a lógica do chicote opressor do capataz, e as relações humanas são oprimidas e destruídas pela violência. A profecia não é uma imaginação vazia, mas um sonho que brota do coração dos que confiam em Deus. A esperança viva é base para profetizar dias melhores, nos quais a luz divina transformará as relações opressivas em vínculos de fraternidade. Em Jesus, todas as promessas encontram seu cumprimento definitivo. Em Cafarnaum, à beira do Mar da Galileia, o Salvador faz reacender a luz da fé no coração daquele povo. Nele, reencontra o sentido de sua vida e a Ele acorre, pois encontra acolhida e consolo. Sua luz não ofusca, mas faz abrir os olhos e caminhar em modo renovado. Seu anúncio atrai porque chega ao coração das pessoas por meio de seus gestos de compaixão e misericórdia para com os marginalizados. A cada encontro com Cristo, o reino de Deus vai sendo construído no coração das pessoas. O mundo tecnológico é movido à luz: a dos postes, que rompem as trevas da cidade e das casas; a dos celulares, que nos prendem cada vez mais a atenção; a dos outdoors, chamando-nos a atenção para propagandas etc. mas existe também a luz de muitos astros da música, das novelas e dos filmes. O que impressiona é que, neste mundo “iluminado”, tantas pessoas ainda careçam da luz essencial: a do amor, da harmonia e da paz nos relacionamentos humanos. Paulo faz um pedido à comunidade de Cristo como o centro da comunidade, o qual todos devem amar e servir, pois Ele é a Palavra viva, que se fez carne. Ele é a Luz verdadeira! Olhemos para as nossas comunidades e percebamos se as divisões não estão minando a força de nosso testemunho. Busquemos no Cristo a luz, o centro de nossa vida de fé e nele caminhemos, vencendo as trevas do mundo “iluminado” em que vivemos. É tempo de iluminar o mundo com a luz da fé, do amor e da caridade! Estamos dispostos a ouvir a Boa Nova e atender a proposta de conversão?
(Deus Conosco – Reflexões e Sugestões Litúrgicas)

LEITURAS DA SEMANA
Seg.: Sta Ângela Mérici Vg, MFac. 2 Sm 5, 1-7.10; Sl 88 (89); Mc 3, 22-30
Ter.: São Tomás de Aquino PresbDr, memória -2 Sm 6, 12b-15. 17-19; Sl 23 (24); Mc 3, 31-35
Qua.: 2 Sm 7,4-17; Sl 88 (89); Mc 4, 1-20
Qui.: 2 Sm 7,18-19.24-29; Sl 131 (132); Mc 4, 21-25
Sex.: São João Bosco, Presb, memória;2Sm 11, 1-4a.5-10a.13-17; Sl 50 (51); Mc 4, 26-34
Sab.: 2 Sm 12, 1-7a.10-17; Sl 50 (51); Mc 4, 35-41
Terceira Semana do Saltério
Terceiro Domingo do Tempo Comum

Você pode Gostar de:

Festa do Batismo do Senhor Jesus(12.01)

FESTA DO BATISMO DO SENHOR 12 de janeiro de 2020 ANO A – SÃO MATEUS …