Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia 2º Domingo do Tempo Comum

Liturgia 2º Domingo do Tempo Comum

LITURGIA – 2º DOMINGO COMUM 19.01.2020
“Eu te farei Luz das Nações para que a minha salvação chegue até os confins da terra”.

1.Acolhida
Terminado o “Tempo Natalino”, a Liturgia dos Domingos Comuns, ou seja, das Catequeses de Jesus, preenche a Liturgia de nossos domingos. A Igreja é sábia e, ao longo tempo, organizou a Liturgia de maneira a repassar a riqueza da Palavra de Deus ao longo do Ano Litúrgico. Seria suficiente seguir a Liturgia Dominical para ter uma visão completa do Caminho espiritual proposto pela Igreja. A Liturgia é um verdadeiro caminho de Espiritualidade.!
Este Domingo pode ser chamado de Domingo vocacional. Na primeira leitura, Deus prepara o seu servo para ser a “Luz das Nações”; na segunda leitura, Paulo apresenta-se como Apóstolo do Evangelho e na terceira leitura (Evangelho), temos João Batista como precursor do Messias. Temos, portanto, a vocação do profeta, do Apóstolo Paulo e de João Batista. Em qual delas, você se enquadraria? Nós, também, somos chamados e aperfeiçoados pelo Senhor para anunciar o Evangelho no meio em que vivemos, trabalhamos e nos divertimos! Você, também, é chamado ao apostolado. Seja fiel e trabalhador!

2.Palavra de Deus
Is 49,3,5-6 – O Messias – Servo de Javé – será enviado para salvar Israel e todas as nações. É o Salvador da Humanidade = Vai restaurar Jacó e seja a Luz das Nações! Como é maravilhoso o nosso Deus!
1Co 1,1-3 – Paulo, Apóstolo, continua a obra do Messias. Ele é Apóstolo para todos os que, em qualquer lugar, invocam o Nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso!”
Jo 1,29-34 – João Batista é o verdadeiro modelos de Apóstolo, pois, não anuncia a si mesmo, mas a Jesus, o Salvador: “Ele é o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (…) Eu vi o Espírito Santo descer como uma pomba, do céu e permanecer sobre ele!
3. Reflexão
Deus convoca seus missionários e, claro, ele os prepara para a missão: “Tu és o meu servo, Israel, em quem serei glorificado (…)Ele que me preparou desde o nascimento para ser seu servo!” Deus é inteligente (!) e tem o seu jeito de preparar seus mensageiros. Basta deixar-se moldar por sua vontade! Isto é válido para os grandes mensageiros, mas vale, também, para os “pequenos mensageiros de cada dia. Deus é mestre sábio e persistente!
Paulo é um grande Apóstolo, mas nós, com certeza, não temos a importância que ele tem na Igreja Católica; contudo, nós também somos Apóstolos de Jesus! Podemos ser pequenos, mas somos Apóstolos de Jesus! Dentro da própria família, no trabalho onde batalhamos todo dia… Você já falou de Jesus nestes lugares? Já falou ou tem vergonha de falar dEle? “Paulo, chamado a ser Apóstolo de Jesus Cristo…” Isto vale para você, meu irmão, vale para mim e vale para todo batizado! Renova a consciência de seu Batismo e com certeza surgirá brilhante a sua missão de anunciar Jesus, como fez Paulo Apóstolo!
João Batista confessou no Evangelho que não “conhecia” Jesus, mas quando se aproximou dEle, logo disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Não perdeu tempo com explicações a respeito de sua missão – Ele é o Cordeiro de Deus…”
Não quis reter os próprios discípulos para si; logo os encaminhou para Jesus! Em nosso trabalho pastoral, não raro, falamos mais de nós mesmo do que de Jesus. Infelizmente! Os próprios pais procuram reter os próprios filhos para si!… e não se dão conta que precisam encaminhá-l0s para Jesus! Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e, também, o pecado dos filhos de vocês.
João Batista não “Conhecia” Jesus, mas deu seu testemunho dizendo: “Eu vi e dou testemunho: este é o Filho de Deus!” Jesus é o Salvador, mas nós sentimos necessidade de ser salvos por Ele? Temos certeza que Ele é Salvador, mas precisamos sentir dentro de nós a fraqueza do pecado! Estamos seguros demais de nossa inocência!
Frei Carlos Zagonel.

Você pode Gostar de:

Curso de Formação para Leigos e Leigas

Aos  Reverendíssimos Párocos e Vigários Paroquiais, A Coordenação Arquidiocesana de Pastoral e a Comissão de …