Página Inicial / Animação Litúrgica / 6º Domingo da Páscoa (17.05.2020)

6º Domingo da Páscoa (17.05.2020)

6º Domingo da Páscoa
Ano A
Cor branca – 17/05/2020

1- Saudação Presidente
Queridos irmãos e irmãs, que bom estarmos aqui reunidos como comunidade de fé, para fazer memória da Páscoa de Jesus e a nossa. É com grande alegria que hoje recebemos do Senhor a promessa do Espírito da Verdade que irá nos conduzir e nos fortalecer na missão de anunciar o Evangelho a todos. Reunidos como filhos de Deus da Vida, façamos o sinal de nossa fé. Em nome do Pai…
Presidente – O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, esteja convosco. Bendito seja Deus… Animador(a) – Confiantes na presença do Ressuscitado que nos faz vivenciar e testemunhar grandes sinais do seu amor no meio de nós, vamos trazer presente os fatos que marcaram a semana que passou (recordação da vida).
2. Deus nos perdoa
Presidente – De coração arrependido e humilde, aproximemo-nos de Deus Justo e Santo, para que tenha piedade de nós, pecadores. (Silêncio) Solo: Senhor, servo de Deus, que libertastes a nossa vida, tende piedade de nós! Ass.: Senhor, tende piedade de nós! Solo: Ó Cristo, nosso irmão, que conheceis nossa fraqueza, tende piedade de nós! Ass.: Cristo, tende piedade de nós! Solo: Senhor, Filho de Deus, que vos tornastes obediente, tende piedade de nós! Ass.: Senhor, tende piedade de nós! Presidente – Deus de amor e bondade, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amém.
3. Hino do Glória
Presidente – Glorifiquemos ao Senhor nosso Deus que nos acolhe e nos ama, cantando o Hino do Glória. S: Glória a Deus lá nas alturas e na terra paz aos homens. T: Que são por Ele muito amados. Ó Senhor Deus, nós vos louvamos. Vos bendizemos e adoramos. S: E nós vos glorificamos e vos damos muitas graças. T: Por vossa glória tão imensa. Senhor Jesus, Filho Unigênito. Cordeiro Santo de Deus Pai. S: Vós podeis tirar o mal, todo pecado deste mundo. T: Tende piedade de nós todos! Vós que tirais nosso pecado, bem acolhei a nossa súplica. S: Vós que estais eternamente à direita de Deus Pai. T: Tende piedade de nós todos! Porque só vós é que sois santo, porque só vós sois o Senhor. S: E só vós sois o altíssimo, Jesus, Senhor, o Cristo. T: Só vós sois o Senhor altíssimo. Só vós com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
4. Oração
Presidente – Oremos – (silêncio) – Senhor Deus, que tudo podeis, ajudai-nos, nestes dias, a celebrar com fervor o Cristo Ressuscitado. E fazei que o mundo veja que esta fé e esta esperança põem mais luz na caminhada e transformam a nossa vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
5. Deus nos fala
Leitura dos Atos dos Apóstolos (8, 5-8. 14-17)
Salmo Responsório (65)
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso! (bis) – Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Dizei a Deus: “Como são grandes vossas obras!
– Toda a terra vos adore com respeito e proclame o louvor de vosso nome!” Vinde ver todas as obras do Senhor: seus prodígios estupendos entre os homens!
– O mar ele mudou em terra firme, e passaram pelo rio a pé enxuto. Exultemos de alegria no Senhor! Ele domina para sempre com poder!
– Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou contar-vos todo bem que ele me fez! Bendito seja o Senhor Deus que me escutou, não rejeitou minha oração e meu clamor, nem afastou longe de mim o seu amor!
Leitura da Primeira Carta de São Pedro (3, 15-18)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João (14, 15-21)
6. Profissão de Fé
Presidente – No Deus que nos fortalece em nossa missão de anunciar o Seu Reino de amor e paz, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
7. Preces da Comunidade
Presidente – Na certeza de que Deus não nos abandona, peçamos por nossas necessidades. A cada prece, cantemos: Acolhei nossa prece Senhor! Sobre nós derramai vosso amor!
– Senhor, guiai o Papa Francisco, os Bispos, padres, diáconos, seminaristas, religiosos(as), leigos(as) para que sejam fortes nas dificuldades e fiéis ao mandamento do amor. Nós vos pedimos.
– Senhor, iluminai os nossos governantes em suas decisões, para que fiquem sempre ao lado daqueles que mais precisam de ajuda, os pobres e necessitados. Nós vos pedimos.
– Senhor, abençoai a nossa Paróquia, para que seja cada vez mais fortalecida na fé e no testemunho do Ressuscitado. Nós vos pedimos.
– Senhor, fortalecei a fé e a esperança de todos os que sofrem por causa da fome, doença, preconceito, desemprego, violência, exclusão… e tudo que fere a dignidade humana, para que busquem em Vós força e coragem para enfrentar o sofrimento e a dor. Nós vos pedimos.
8. Coleta Fraterna
9. Ação de Graças
Louvação
Presidente – Louvemos ao Senhor nosso Deus que nos abençoa sempre com a presença dos sinais do Seu amor entre nós fazendo-nos acreditar na promessa de Seu Filho Jesus Cristo.
10. Pai Nosso
Presidente – Obedientes à Palavra do Salvador e formados por seu Divino ensinamento, rezemos como Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
11. Abraço da Paz Animador(a) – Como filhos(as) do Deus da paz saudemo-nos com um gesto de comunhão fraterna.
Canto de Comunhão
12 Oração
Presidente – Oremos – (silêncio) – Deus eterno e poderoso, em Jesus ressuscitado vós nos dais modelo novo de vida eterna e feliz. Que a Páscoa de Cristo, na força da Palavra e da comunhão entre nós, nos faça também passar de todo tipo de morte para a vida e para o amor. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
13. Gesto Concreto
Neste Domingo a Palavra de Deus nos convida à prática do amor fraterno. Durante esta semana procuremos realizar um gesto fraterno de caridade (visitar um doente, ajudar uma família necessitada, reconciliar-se com alguém que você magoou, solidarizar-se com os enlutados…).
14. Bênção
Presidente – O Deus que é vosso Pai e vos reuniu hoje para celebrar a Páscoa de seu Filho, vos abençoe, vos proteja de todo o mal e vos confirme na sua paz. Amém.
– O Cristo Senhor, que manifestou a força renovadora da Páscoa, vos torne testemunhas do seu Evangelho. Amém. – O Espírito Santo, que conduz ao caminho da fidelidade, vos torne capazes de criar na Igreja uma verdadeira comunhão de fé e amor. Amém.
– Abençoe-vos Deus Todo-Poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. – O Espírito da Verdade vos fortaleça no caminho do amor. Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
Na liturgia de hoje Jesus continua a reflexão sobre o discurso na Última Ceia. Os discípulos, sem muito entender tudo o que lhes falava, começam a entristecer-se. Jesus, então, passa a dar-lhes a garantia de uma nova maneira de estar presente na vida deles e promete a seus discípulos o envio de um “Paráclito”, um defensor ou consolador, o próprio Espírito Santo de Deus, o Sopro, força e energia divina que conduz a história humana à sua plenitude. É por meio do seu Espírito que Cristo permanece em sua Igreja de uma maneira pessoal, dinâmica, efetiva, alentando e sustentando os cristãos ao longo dos séculos. Por isso, pode dizer que não deixará na orfandade seus seguidores, que voltará a eles, que estabelecerá uma comunhão de amor entre o Pai, os fiéis e Ele mesmo, por meio do Espírito. O texto termina afirmando que amar a Cristo é cumprir seu projeto; quem agir assim será amado pelo Pai e por Cristo, que se manifestará nele. O Ressuscitado permanece de uma forma nova na comunidade e, ainda mais, envia o Defensor que lhe revela todo o plano de Deus. Com o Espírito, os discípulos são capazes de penetrar no coração de Deus e descobrir seu amor e seu projeto para toda humanidade. O Espírito vive e permanece sempre em nós, dando-nos consciência e compreensão da verdade que Jesus nos revelou com sua vida, paixão, morte e ressurreição. A condição para ter esse Espírito é a vivência dos mandamentos que se resumem em um só: o amor. Jesus nos chama a viver como ele viveu. A presença do Senhor ressuscitado na comunidade deve se manifestar por intermédio de um compromisso efetivo, de uma aliança firme, do cumprimento de seus ensinamentos por parte dos discípulos. Esta é a única forma de tornarmos real e concreto o amor que dizemos ter pelo Senhor. O evangelho declarou o amor como a lei máxima: amor a Deus e amor entre os irmãos, amor que deve ser criativo, manifestado por obras concretas e comprometido com a vida, motivo principal do projeto de Jesus.

Você pode Gostar de:

5º Domingo da Páscoa (10.05.2020)

5º Domingo da Páscoa –  Dia das Mães Canto Inicial Saudação Presidente – Irmãos e …