Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 6º Domingo Comum 14.02.2021

Liturgia – 6º Domingo Comum 14.02.2021

“Senhor, se tu queres, podes
1. ACOLHIDA
Nossa oração deve ser humilde e confiante no poder e no amor de Jesus: “Senhor, se tu queres, podes curar-me!” Rezar, sim, mas confiar no poder e no amor de Jesus! A resposta vem rápida: Sim, Eu quero, ser curado.. e a lepra desapareceu!
O orgulho de NAAMÃ não limpou a lepra que o castigava; mas a humildade e a obediência à ordem do profeta, deixou sua pele renovada como a pele de uma criança recém nascida. As águas de Rio Jordão tinham o poder de Deus e limparam a pele pesteada do orgulhoso Naamã! (Que se converteu ao Deus de Israel!).
Paulo Apóstolo quer ser discípulo de Jesus e imitá-lo em tudo! E recomenda a seus discípulos: “Sede meus imitadores, como eu também sou de Cristo!” Ler e estudar a Bíblia, Palavra de Deus, para sermos felizes como Paulo imitador de Jesus!

2.PALAVRA DE DEUS
2Rs 5,9-l4 – Obedecer ao profeta para ter a certeza do poder de Deus e a certeza da cura/graça! Naamã, despido de seu orgulho, obedeceu ao profeta Eliseu e foi curado e convertido; Quis servir ao Deus de Israel!. Deixou espaço para o amor de Jesus e foi curador
1Co 10,31-11,1 – Obedecer a Deus, que as ordens de Deus sempre são as mais simples e poderosas! “Sede meus imitadores como eu sou de Cristo!”
Mc 1,40-45 – “Senhor, se tu queres, podes limpar-!” – Sim, Eu quero: sê limpo!” E a lepra desapareceu Procurar sempre a vontade e o poder de Deus! Crer e confiar no poder de Deus que sempre vem reforçado com o poder e a compaixão de Jesus!

3.REFLEXÃO
O poder humano é impotente e conduz aos orgulho – Naamã confiava no seu poder e se deu mal. Quando obedeceu ao profeta Elizeu e foi banhar- sete vezes nas águas do Rio Jordão, saiu curado da lepra e de seu orgulho. Converteu ao Deus de Israel. Os caminhos da humildade conduzem a Deus, mas os caminhos do orgulho conduzem à perdição.
Os caminhos de Deus são caminhos de humildade e de salvação e, porque não, de cura e de salvação! Isto porque são caminhos de Deus e Deus é salvador: cura-nos de nossos pecados, de nosso orgulho e deixam espaço para o amor o poder de Deus.
O leproso deixou espaço para o amor e a compaixão de Jesus e foi curado. Não fez exigência de cura; deixou espaço para o amor de Jesus e foi curado. Não pensemos em nossos pecados e em nossos problemas, pensemos no amor de Deus e seremos curados de nossos problemas, de nossas doença e de nossos pecados: “Senhor se Tu queres, tu podes curar-me!…

Não devemos pensar em nossos pecados, em nossas necessidades, mas no poder amoroso de nosso Deus!

Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Preparando o Natal

A liturgia do advento, especialmente as celebrações eucarísticas dominicais, traça um caminho espiritual de preparação …