Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – 27º Domingo Comum

Liturgia – 27º Domingo Comum

“POR ISSO, O HOMEM DEIXARÁ SEU PAI E SUA MÃE E OS DOIS SERÃO UMA SÓ CARNE!”
1.Acolhida
O mês de setembro é, na Igreja Católica, o “Mês da bíblia” e o “Mês das Missões”. A Igreja é missionária por sua própria natureza. Missão conferida pelo próprio Cristo: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações e batizai-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo!” Eis a nossa missão; você é batizado para anunciar Jesus a todo o mundo!
A Palavra de Deus, hoje, proclamada na Liturgia, fala de um tema importante e oportuno: Fala do casamento no Plano de Deus.

2.Palavra de Deus
Gn 2,18-24 – Não é bom que o homem fique sozinho; vou dar-lhe uma companheira em tudo semelhante a ele! E o homem gostou da companheira: “Desta vez, sim, é osso dos meus ossos e carne de minha carne! Ela será chamada “mulher” porque foi tirada do homem”.
Hb 2,9-11 – Jesus, o Filho de Deus vivo, feito humano, assumiu as nossas dores para salvar-nos. Ele é verdadeiramente nosso irmão, na carne e no sofrimento! Mas é Filho de Deus vivo e verdadeiro homem, por isso, é nosso Salvador!
Mc 10,2-16 – Jesus corrige a concessão de Moisés e restitui ao casamento a dignidade primitiva: “Foi por causa da dureza de vossos corações que Moisés escreveu este mandamento. No entanto, desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e os dois serão uma só carne!”

3.Reflexão
De fato, não é bom que o homem fique só; nem a inteligência brilhante que lhe permite dar o nome exato a todas as coisas, será suficiente para alegrá-lo. Ele precisa de uma companheira, que lhe seja em tudo semelhante, que seja “osso de meus ossos e carne de sua carne”! Somente voltando às suas origens, terá a felicidade prometida pelo Criador. Moisés fez uma concessão à fraqueza humana… Hoje, quantas concessões seriam necessárias para satisfazer as “necessidades” da carne viciada de nosso tempo? Em nossa Câmara federal existem projetos de lei, em andamento, que permitem casamento humano com animais!! Longe de sua origem divina, o homem não encontra a felicidade prometida pelo Criador! Ele se bestializa!
Deus criou o homem e a mulher para os dois formarem uma só carne, mas as concessões do mundo moderno, permite as “filiais” para saciar a sede de carne “multiplicada”! Ou o poder vangloriar-se com a multiplicação dos casamentos que nada mais são que sinais de fracassos para os projetos matrimoniais permitidos pelo mundo moderno!
“Mulheres sede submissas aos vossos maridos….” O mundo de hoje faz para este texto uma leitura machista e permanece cego e surdo para o resto do texto paulino: “Amai vossas mulheres como Cristo amou sua esposa, a Igreja. Ele deu sua vida para a santificação da sua Igreja! Mas o mundo da “Teoria do Gênero” não é a única realidade dos tempos modernos. Existem casamentos (e muitos) que realizam o Projeto de Deus! O Profeta Elias disse a Deus que sobrara somente ele de fiel… Mas Deus o enviou para Damasco, onde havia muita gente que não tinham dobrado seus joelhos diante de Baal! (1Re 18,20.19,1-29).
De igual maneira, Jesus manda abrir os olhos da misericórdia e verificar a existência de inúmeros casos que realizam Plano de Deus no meio do mundo sexista de hoje!
“Desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher…Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!” (Mc 10,6-9)
FREI CARLOS ZAGONEL

Você pode Gostar de:

Ano Jubilar Missionário – CNBB

ANO JUBILAR MISSIONÁRIO SERÁ LANÇADO COM ABERTURA OFICIAL EM LIVE AMANHÃ, SÁBADO, 20 DE NOVEMBRO, …