Página Inicial / Animação Litúrgica / 5º Domingo da Páscoa (15.05)

5º Domingo da Páscoa (15.05)

5º Domingo da Páscoa
Ano C – cor branca ou dourada – 15/05/2022

1. Saudação Presidente – Amados irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos para celebrar nossa fé no Mistério Pascal de Cristo. No tempo Pascal, a Igreja é convidada a portar-se como Cristo Ressuscitado, porque está imbuída do seu Espírito. Nesta liturgia somos desafiados por Jesus a viver e a praticar o verdadeiro amor na sua totalidade e integralidade, acolhendo a dignidade da pessoa humana. Na certeza do amor da Trindade Santa, tracemos sobre nós o sinal que nos reúne na fé. Em nome do Pai…
Presidente – O Senhor, que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo, esteja convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Celebramos neste dia do Senhor, o domingo do mandamento novo: o mandamento do amor. O amor deve ser a “carteira de identidade” de todo discípulo de Cristo. Este amor supõe entrega total, em serviço e doação de nossa vida a Deus e aos irmãos e irmãs. Trazemos presente os acontecimentos da Paróquia e da comunidade
2. Deus nos perdoa Presidente – Em silêncio, pensemos nas vezes em que não fomos fiéis ao mandamento do amor: no relacionamento pais e filhos, entre as equipes de serviços na comunidade, em nossos trabalhos do dia a dia (silêncio). Peçamos perdão, cantando.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos a Deus por todos os gestos de amor e doação que existem entre nós, cantando o hino do Glória.
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus, nós estamos aqui, vosso povo que libertastes para ser povo de Deus. Cuidando de nós, vossos filhos e filhas, fazei-nos seguir Jesus Cristo, para que livres do mal, tenhamos os bens eternos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura dos Atos dos Apóstolos (14, 21b-27)
6. Salmo Responsorial (144) (CD Cantando os Salmos – Ano C – Vol 1) Bendirei o vosso nome, ó meu Deus, meu Senhor e meu Rei para sempre. (bis)
7. Leitura do Livro do Apocalipse de São João (21, 1-5a)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João (13, 31-33a.34-35)
Partilha da Palavra
Nossa resposta
9. Profissão de Fé Presidente – No Deus que nos ensina um novo mandamento, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
10. Preces da Comunidade Presidente – Irmãos e irmãs: nós que escutamos atentos a Palavra do Amor, elevemos a Deus as nossas preces e digamos com toda a confiança: Abençoai, Senhor, o vosso povo!
11. Apresentação dos Dons Presidente – O amor é feito de gestos concretos. É na vivência da acolhida, da partilha, do perdão, da fraternidade, da solidariedade e no empenho pela justiça, que demonstramos nossa fidelidade a Deus e amor aos irmãos e irmãs. Apresentemos ao Altar do Senhor nossa disposição e o nosso compromisso em ser sinal do amor de Cristo na família, nos conselhos, nas equipes, pastorais e movimentos da comunidade.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
12. Louvação Presidente – Deus difundiu seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo, que nos foi dado. Louvemos ao Senhor por sua iniciativa em nos amar por primeiro.
Deus nos faz irmãos
13. Pai Nosso Presidente – Rezemos com amor e confiança a oração que Jesus nos ensina a viver em comunhão com Deus e com os irmãos. Pai Nosso…
14. Momento da Paz Presidente – Motivados pelo convite de Jesus: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”. Rezemos em silêncio pela paz.
15. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus, sois todo bondade e nos fizestes comungar, tendo parte no mistério de um Deus que é nosso pão. Ficai conosco, Senhor, porque somos vosso povo; livrai-nos dos velhos vícios e dai-nos viver vida nova. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
16. Breves Avisos
17. Bênção
Presidente – Deus, que pela ressurreição do seu Filho único vos deu a graça da redenção e vos adotou como filhos e filhas, vos conceda a alegria de sua bênção. Amém.
– Aquele que, por sua morte, vos deu a eterna liberdade, vos conceda, por sua graça, a herança eterna. Amém.
– E, vivendo agora retamente, possais no Céu unirvos a Deus, para quem, pela fé, já ressuscitais no batismo. Amém.
– Abençoe-vos Deus todo-poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– Obedientes ao preceito do Senhor: “Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei”. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

 

Meditando a Palavra de Deus
O quinto domingo da Páscoa deveria ser chamado o “Domingo do Amor”, pois o amor é o tema fundamental. O que dá a identidade dos seguidores de Cristo e dos seus Apóstolos é o Amor, amor ágape, capaz de entregar a própria vida para a salvação. É entrega total da vida. Esse Amor é exigente e sempre o será. Realizamos essa missão através da vivência do mandamento novo: o amor. Este é o sinal, o termômetro para verificar se nossas comunidades estão sendo fiéis ao projeto de Jesus. É preciso olhar nossa prática para percebermos se estamos ou não concretizando a vontade do Pai. O amor é feito de gestos concretos. É amando nossos irmãos(ãs), na vivência da partilha, do perdão e da solidariedade, que demonstramos nossa fidelidade ao amor de Deus. Essa prática é que vai tornar o testemunho que Cristo nos convida a dar. Paulo nos ensina a importância de encorajar as pessoas que vão aderindo à fé em Jesus Cristo, especialmente as lideranças, que têm a missão de garantir a animação das comunidades, no caminho de Jesus. Como Igreja, temos a tarefa de criar comunhão por meio do apoio mútuo, constituindo um povo de irmãos. As visitas pastorais trazem renovado ardor mediante os desafios enfrentados pelas comunidades. Elas vêm confirmar a fé das comunidades e as incentiva a permanecerem fiéis à pratica evangélica. Outro aspecto que alimenta a esperança de todos ao ouvirmos a estupenda visão de São João: um novo céu e uma nova terra e, em seguida a Cidade Santa que desce de junto de Deus. Tudo é novo, transformado em bondade, em beleza, em verdade, não há mais lamento, nem luto… tal é a ação do Espírito Santo: Ele nos traz a novidade de Deus, vem a nós e faz novas todas as coisas. Ainda na visão de São João nos lembra que todos estamos a caminho para a Jerusalém Celeste, a novidade definitiva, o dia feliz em que poderemos ver o rosto misericordioso do Senhor. Deixemo-nos guiar por Ele, deixemos que a ação misericordiosa de Deus nos torne homens e mulheres novos, animados por seu amor. Como seria belo se cada um de nós pudesse, ao fim do dia, dizer: Hoje, em casa, no trabalho, no trânsito, guiado por Deus, realizei um gesto de amor em favor de um colega, dos meus pais, de um idoso, de uma criança, de um mendigo….

Leituras da Semana
2ª feira: At 14,5-18; Sl 113; Jo 14,21-26
3ª feira: At 14,19-28; Sl 144; Jo 14,27-31a
4ª feira: At 15,1-6; Sl 121; Jo 15,1-8
5ª feira: At 15,7-21; Sl 95; Jo 15,9-11
6ª feira: At 15,22-31; At 4,8-12; Sl 56; Jo 15,12-17
Sábado: At 16,1-10; Sl 99; Jo 15,18-21

Você pode Gostar de:

6º Domingo da Páscoa (22.05)

Ano C – cor branca – 22/05/2022 1. Saudação Presidente – Amados irmãos e irmãs, …