Página Inicial / Notícias / CNBB publica edital Hino Campanha da Fraternidade

CNBB publica edital Hino Campanha da Fraternidade

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) deu início ao processo de escolha do hino da próxima Campanha da Fraternidade (CF). Foi publicado nesta terça-feira, 17 de maio, o edital para escolha da letra do hino da CF 2023, cujo tema é “Fraternidade e fome” e o lema “Dai-lhes vós mesmos de comer”.
Por decisão dos bispos do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), o concurso será realizado em dois editais: um para a letra do Hino, e outro, posteriormente, em data ainda não definida, para a música.
O edital estabelece características que a letra deve conter, bem como os critérios que serão utilizados para a análise da qualidade literária do texto.
Entre as características desejadas está a tradução “em linguagem poética” dos conteúdos do tema, lema e objetivos da CF 2023, “evitando explicitações desnecessárias, moralismos ou chavões”.
O texto também deve ter inspiração na Sagrada Escritura e no Magistério da Igreja. São indicadas algumas citações bíblicas que podem iluminar os compositores na elaboração do texto. Outra característica desejada é que a obra apresente “um caráter convocativo”, uma vez que os fiéis serão convocados para a adesão ao que se propõe a Campanha da Fraternidade.
Sobre os critérios, serão analisados, por exemplo, o emprego da função da linguagem mais adequada ao momento litúrgico; as qualidades do estilo e a expressividade poética.
As composições deverão ser enviadas à CNBB até o dia 20 de junho de 2022, conforme as orientações contidas no edital.

Como criar a Letra para um Hino da Campanha da Fraternidade?
Há algumas habilidades que são imperativas para a construção de um texto poético, principalmente quando ele tem a tarefa de ser um hino para uma campanha que repercute na Igreja em nível nacional. Essa poesia ultrapassa as barreiras do além-templo e se coloca à disposição da reflexão junto a outros textos produzidos e publicados no Manual da Campanha da Fraternidade.
Os poetas devem ter grande habilidade com as palavras, pois o sentido das palavras postas de maneira harmônica e num contexto poético surte grande efeito especialmente na composição de um hino.
Os hinos nascem no mundo cívico e os cristãos e cristãs viram nele uma força de persuasão que logo criaram para seus cultos muitos hinos. O hino tem por função inserir o indivíduo numa sociedade em que o comunitário se destaca, por isso possui uma força de condução, de motivação, de adesão, de engajamento. Desperta no indivíduo uma moção tal que o coloca em prontidão, uma atitude comum. Muitos grupos possuem seus hinos próprios: times de futebol, militares, associações, países e nações.
Quais são as ferramentas para a composição de um hino? Ora, para compor um hino não é só necessário talento, mas também uma dose de inspiração, aproveitar as crises para o nascimento do novo, mergulho nas leituras, frequentar as palavras, usá-las de modo harmonioso e adequado ao público ao qual se quer atingir, dar cor às metáforas e figuras de linguagem, evitar as cacofonias e longas explicações teóricas. Com esses ingredientes, atrelados a um razoável conhecimento da língua nacional (gramática), fluidez das ideias e a composição das imagens sugeridas e as sugestões de textos Bíblicos, fica lançado o desafio.

 

Você pode Gostar de:

Espetáculo – “O Milagre, uma Família salva pela Fé” (21.08)

O Movimento de dança e teatro da Arquidiocese de Cuiabá convida para mais esperado espetáculo …