Página Inicial / Animação Litúrgica / 27º Domingo do Tempo Comum (02.10)

27º Domingo do Tempo Comum (02.10)

Ano C – cor verde – 02/10/2022

1. Saudação Presidente – Sejam bem-vindos, todos que vieram celebrar, neste encontro fraterno, o Mistério de nossa fé: a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Neste dia do Senhor, Ele nos convida a reavivar a nossa fé, abrir o nosso coração a Sua Palavra e colocá-la em prática. Reunidos como filhos e filhas de Deus, façamos o sinal que nos identifica como seguidores do Cristo Jesus. Em nome do Pai…
Presidente – A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo estejam convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Estamos iniciando o mês de outubro, mês dedicado às missões com o Tema: “A Igreja é Missão” e o Lema: “Sereis minhas testemunhas” (At 1,8), em que somos chamados a intensificar nossas orações com a reza do Terço, do Rosário e dos Círculos Bíblicos, por todos os missionários e missionárias que evangelizam em nossas comunidades, no Brasil e no mundo. Lembremos também outros fatos recentes pelos quais queremos rezar e agradecer neste dia (recordação da vida)
2. Deus nos perdoa Presidente – Reconhecendo-nos necessitados da misericórdia do Pai, com humildade, peçamos perdão pelas vezes que fraquejamos na fé e deixamos de agir de acordo com o Seu projeto de vida e salvação. (Silêncio). Confiantes, rezemos.
Presidente – Deus de amor e bondade, tenha compaixão de nós, perdoe nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amém.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos ao Pai de amor e bondade que pelo exemplo de fé e doação do Seu Filho Jesus nos ensinou a sermos missionários(as) do Vosso Reino. Rezemos o Hino do Glória.
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Pai, vós escutais a prece do vosso povo não obstante a fragilidade de nossa fé. Dai-nos fé e coração humilde, para colaborarmos, com todas as forças, no crescimento do Reino e na manifestação das maravilhas do vosso amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura da Profecia de Habacuc (1, 2-3; 2,2-4)
6. Salmo Responsorial (94) (CD Liturgia XII – T.C) Não fecheis o coração; ouvi vosso Deus! (bis)
7. Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo (1, 6-8.13-14)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (17, 5-10)
Partilha da Palavra
Nossa resposta
9. Profissão de Fé Presidente – Iluminados pela Palavra de Deus, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
10. Preces da Comunidade Presidente – Conduzidos pela força do Espírito Santo, que nos envia como suas testemunhas, até os confins de toda a terra, elevemos confiantes nossas preces, rezando: Renovai-nos, Senhor, na força do vosso Espírito.
Presidente – Rezemos a Oração para o Mês Missionário Extraordinário 2022.
Deus Pai, Filho e Espírito Santo, ajudai-nos a viver este Ano Jubilar Missionário, a assumir e a revigorar nossa vocação cristã de discípulos missionários, sendo Igreja sinodal em estado permanente de missão até os confins do mundo. Pela força do Espírito Santo e a exemplo da bem-aventurada Paulina Jaricot, sejamos vossas testemunhas, no anúncio, na oração, na ajuda material e na doação da própria vida, principalmente nos ambientes humanos, culturais, religiosos e geográficos, ainda alheios ao Evangelho. Maria, Rainha das Missões, rogai por nós!
11. Apresentação dos Dons
Presidente – Desde o nosso Batismo, já somos missionários de Jesus Cristo, mas é preciso que o Espírito Santo continuamente nos reenvie na força do seu amor. Todos os que creem em Jesus Cristo, tornam-se testemunhas e proclamadores do seu amor nos mais diversos ambientes humanos, culturais, religiosos e geográficos, ainda alheios ao Evangelho. Apresentemos ao Altar do Senhor o nosso compromisso de sermos missionários de Cristo.
1 – A fé é compromisso que é preciso repartir, em terra bem distantes ou em nosso próprio lar. Nós somos missionários: eis a nossa vocação. Jesus convida a todos, ai de mim se eu me calar.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
12. Louvação Presidente – Louvemos ao Deus da Vida, que nos ama e nos anima a viver a missão que pelo Batismo Jesus nos confiou. A cada louvor rezemos: Te louvo, meu Senhor!
Deus nos faz irmãos
13. Pai Nosso Presidente – Obedientes a Cristo, vivemos em comunhão com Ele e nos tornamos verdadeiramente livres. Rezemos como Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
14. Momento da Paz Presidente – Onde há fé, há amor; onde há amor, há paz. Rezemos a oração de São Francisco pedindo a Deus que nos ensine a sermos verdadeiros mensageiros da Paz.
Deus nos envia
15. Breves Avisos
16. Gesto Concreto (ler para a assembleia) Presidente – Os Apóstolos pediram a Jesus que aumentassem a sua fé. Imitando seu exemplo, durante essa semana vamos rezar em família ou individualmente a oração do Credo, pedindo a Deus que aumente a nossa fé. Rezemos também o terço pedindo a intercessão de Nossa Senhora do Rosário por todos os evangelizadores do Reino de Deus.
17. Bênção
Presidente – O Senhor esteja convosco! Ele está no meio de nós.
– Que o Deus Pai da vida que vos ensina a orar uns pelos outros, vos conceda a salvação eterna. Amém.
– Abençoe-vos o Deus todo-poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– O dom de Deus, a fé, precisa ser diariamente reavivado e anunciado ao mundo. Ide em paz, vivendo sua missão e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
Os Apóstolos pedem que o Senhor lhes “aumente a fé” e recebem uma resposta muito firme decisiva: “Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostarda, poderíeis dizer a esta amoreira: arranca-te daqui e planta-te no mar, e ela vos obedeceria.” A fé é dom de Deus e é autêntica quando é vivida no compromisso do amor e do serviço. A fé é adesão a Jesus Cristo, portanto é necessário ter as mesmas atitudes dele, servindo-O com toda fidelidade e com alegria. A Comunidade é chamada para a vivência da fé, comprometida com Cristo, com seu Evangelho. Habacuc nos lembra que “o justo vive por sua fé”. Não é o ambiente do mundo, o emaranhado de pensamentos que vão justificar nossa fé, mas sim a confiança em Cristo, em seu amor, em sua misericórdia. A fé define nosso destino, portanto faz sentido os Apóstolos pedirem ao Senhor que lhes aumentem a fé, porque essa é uma condição necessária para o seguimento a Cristo. É preciso crer de verdade, sem fingimento, pois haverá situações muito difíceis que somente na fé se poderão suportar. Olhemos para o próprio Cristo, que enfrenta a injúria, mas continua fiel ao Pai até o fim, até sua morte de cruz. Essa confiança gerada pela fé, é “fazer a amoreira transportar-se de lugar”. A fé autêntica também nos faz ser servidores, pois tudo o que temos e somos recebemos do Senhor, pela benignidade (bondade) de sua graça. O Senhor nos chama pessoalmente para viver nele e servi-Lo com amor. A comunidade que se reúne no Senhor também é chamada a servir na gratuidade do amor. Portanto, o pedido dos Apóstolos é o nosso pedido hoje: “Senhor, aumentai nossa fé, no sentido de que ela seja verdadeira e autêntica, e não nos deixeis viver uma fé miúda, descomprometida. Fazei-nos crer em Vós e em Vosso Evangelho”

Leituras da Semana
2ª feira: Gl 1,6-12; Sl 110; Lc 10,25-37
3ª feira: Gl 1,13-24; Gl 6,14-18; Sl 138; Lc 10,38-42
4ª feira: G1 2,1-2.7-14; Sl 116; Lc 11,1-4
5ª feira: Gl 3,1-5; Lc 1,69-75; Lc 11,5-13
6ª feira: G1 3,7-14; Sl 110; Lc 11,15-26
Sábado: Gl 3,22-29; Sl 104; Lc 11,27-28
Domingo: 2 Rs 5,14-17; Sl 97; 2Tm 2,8-13; Lc 17,11-19

Você pode Gostar de:

26º Domingo do Tempo Comum (25.09)

1. Saudação Presidente – Queridos irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos! É com muito carinho …