Página Inicial / Notícias / O Papa reza pelo bispo Álvarez condenado na Nicarágua

O Papa reza pelo bispo Álvarez condenado na Nicarágua

Em suas saudações após o Angelus este domingo, 12 de fevereiro, Francisco expressou tristeza pelas notícias provenientes do país centro-americano, onde o bispo de Matagalpa, dom Rolando Álvarez, foi condenado a 26 anos de prisão
Francesca Sabatinelli/Raimundo de Lima – Vatican News

Este domingo, 12 de fevereiro, o olhar do Papa foi além da Praça São Pedro, em direção à Nicarágua, de onde chegam notícias que o entristecem “bastante”, disse Francisco no pós-Angelus, ao referir-se ao que aconteceu nas últimas horas no país latino-americano, de onde 222 pessoas foram expulsas e um bispo foi condenado a 26 anos de prisão, e pediu aos fiéis presentes na praça que rezem para Nossa Senhora:
Não posso deixar de lembrar com preocupação o bispo de Matagalpa, dom Rolando Álvarez, de quem gosto muito, condenado a 26 anos de prisão e também as pessoas que foram deportadas para os EUA. Rezo por eles e por todos aqueles que sofrem naquela querida nação. E peço-vos vossas orações. Peçamos também ao Senhor, por intercessão da Imaculada Virgem Maria, que abra os corações dos responsáveis políticos e de todos os cidadãos à busca sincera da paz, que nasce da verdade, da justiça, da liberdade e do amor e que é alcançada através do paciente exercício do diálogo. Rezemos juntos a Nossa Senhora
Uma sentença lida por um juiz da Corte de apelação definiu dom Álvarez, 56 anos, “um traidor de seu país”, condenando-o a permanecer na prisão até 2049, sob a acusação de “conspiração para minar a integridade nacional e de propagação de falsas notícias através das tecnologias de informação e da comunicação em detrimento do Estado e da sociedade nicaraguense”.
https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2023-02/papa-francisco-angelus-reza-bispo-alvarez-condenado-nicaragua.html

Você pode Gostar de:

Formação sobre a Economia de Francisco e Clara

A Cáritas da Arquidiocese de Cuiabá convida todos para a Formação sobre a Economia de …