Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / LITURGIA – EPIFANIA DO SENHOR – 08.01.2017

LITURGIA – EPIFANIA DO SENHOR – 08.01.2017

LITURGIA – EPIFANIA DO SENHOR – 08.01.2017
“Levanta-te, acende as luzes,Porque chegou a tua LUZ!”
1.ACOLHIDA.
O Natal de Jesus é festa de luz, esperança e paz! Alegremo-nos porque a luz divina chegou e ilumina nosso caminho! Não andamos mais nas trevas, perdidos no pecado e sem saber para onde andar! Agora, o Senhor caminha conosco. Ele é o verdadeiro EMANUEL! Caminha conosco!
Hoje, Jesus se revelou como nosso Salvador! A Virgem Maria apresentou o Menino aos Reis Magos; hoje, ela o apresenta para nós. Adoremos o Menino, entreguemos nossa vida para Ele. É nosso presente para seu Natal. Ele merece nossa oferta e nossa adoração! Juntemo-nos aos Reis Magos e vamos adorá-lo com respeito, devoção e agradecimento.

2.PALAVRA DE DEUS.
Is 60,1-6 – O Povo de Israel voltou do exílio, mas não recebeu de volta as terras que lhe pertenciam! Continuou pobre e explorado, mas o profeta anuncia-lhe a chegada da LUZ. Ele não rouba suas terras, mas será portador da Luz divina: “Os povos caminharão à tua Luz (…) e todos se reúnem e virão a ti!”.
Ef 3,2-3.5-6 – Deus revelou a Paulo um dos segredos divinos: Todos os povos vão participar da herança divina como o Povo de Israel. A graça será universalizada em Cristo, por meio do Evangelho! Sejamos missionários / anunciadores do amor misericordioso de nosso Deus!
Mt 2,1-12 – No Evangelho de hoje, Deus chama os povos estrangeiros para receberem a revelação do Messias. Hoje é a Festa de Natal para os povos que não são judeus. Hoje, é nosso Natal! Quais são os presentes que trouxemos para o Menino pobre de Belém? Qual seria o nosso ouro, o nosso incenso e a nossa mirra? Ofereçamos a Deus o melhor de nós mesmos!

3.Reflexão
O Menino pobre de Belém não veio para anunciar fartura de bens materiais para o Povo de Israel que voltava do exílio! Anunciou-lhe a Luz divina da salvação e sua missão de espalhá-la para todos os povos. Israel mensageiro da salvação para todos os povos. Apóstolo e missionário de Jesus para todos os povos. Jesus veio como presente do Pai celestial, como Salvador de todos os povos compondo a grande Família de Deus. O Natal da fartura vale para os poderosos e para os grandes pastores das igrejas que não são de Jesus! Os caminhos da fartura não são seguros! Jesus nasceu e viveu pobre!
O Apóstolo Paulo recorda-nos o segredo de Deus revelado pela Festa da Epifania: A Salvação, trazida por Jesus e anunciada pelo verdadeiro Evangelho, é para todos os povos. O Reino de Deus não passa apenas pela Igreja Católica! Todas as igrejas podem ser mensageiras da Salvação anunciada e trazida por Jesus. Os católicos são os privilegiados do anúncio evangélico, mas podem não entrar no Reino celeste por não serem observantes da Palavra de Deus. Os pagãos (os outros) vão para o céu e os privilegiados (católicos) podem ir para outro lugar e serem rejeitados por Jesus (Cf. Mt 7,21-27).
Os sábios orientais – os Reis Magos – também esperavam um grande rei; tanto assim que o procuraram no Palácio do rei Herodes! Mas Ele foi encontrado na casa pobre de Belém, como um menino pobre, enfeixado como pobre e reclinado num cocho que servia para alimentar os animais. Jesus nasceu fora de casa e num lugar sem hotéis e hospedarias. Nasceu pobre porque escolheu a pobreza! A escolha de Jesus tem sentido para nós, seus discípulos? A sua solidariedade é para quem e com quem? Os pastores, gente pobre e mal vista, que sentido desta escolha de Jesus? Pensemos nas escolhas de Jesus! Elas devem iluminar nossas escolhas!

Frei Carlos Zagonel
Fonte:http://www.paroquiansacoxipo.com.br/conteudo.php?sid=44&cid=4290

Você pode Gostar de:

Liturgia – 19º Domingo Comum – 13.08.2017

LITURGIA – 19º DOMINGO COMUM “Homem fraco na fé, por que duvidaste?” 1.Acolhida. Vencida uma …