4º Domingo do Advento Imprimir E-mail
Por Paróquia São Gonçalo do Porto   
18 de dezembro de 2010

Neste 4º Domingo do Advento, tudo respira alegria. Neste tempo é forte o anúncio da chegada de Deus entre nós, Deus conosco, Emanuel, concebido em Maria pelo Espírito Santo, acolhido por José na fidelidade e no amor. Lembramos também que Nossa Senhora é pessoa central no tempo do Advento. Na verdade, não há tempo melhor para o culto à Mãe do Menino Deus. A alegre espera pelo Senhor está no ventre de Maria. A Igreja, vivendo com ela sua gravidez, gera vida na comunidade.

4º DOMINGO DO ADVENTO
“EIS QUE UMA VIRGEM CONCEBERÁ E DARÁ À LUZ UM FILHO...EMANUEL”.
Preparar um tronco seco, com uma planta verde, afixada nele permanecendo até o 4°Domingo do Advento. Colocar os nomes dos profetas: Isaias, João Batista,... , os nomes de Maria e José. Preparar a coroa do Advento com ramos verdes, fitas vermelhas e as velas verde, roxa, rósea e branca que estão sendo colocadas na coroa a cada domingo. Montar o presépio aos poucos, concluindo na celebração de Natal. Obs.: as imagens dos Reis Magos, colocar somente na Epifania.
Ó VEM, SENHOR, NÃO TARDES MAIS, VEM SACIAR NOSSA SEDE DE PAZ! (3x)
01. ACOLHIDA
O animador(a) acolhe a assembleia de forma espontânea e afetuosamente. Em seguida faz uma breve recordação da vida (preparada com antecedência). Onde houver, lembrar dos bebês nascidos neste mês e das mulheres grávidas da comunidade.
Animador (a) - Neste 4º Domingo do Advento, tudo respira alegria. Neste tempo é forte o anúncio da chegada de Deus entre nós, Deus conosco, Emanuel, concebido em Maria pelo Espírito Santo, acolhido por José na fidelidade e no amor. Lembramos também que Nossa Senhora é pessoa central no tempo do Advento. Na verdade, não há tempo melhor para o culto à Mãe do Menino Deus. A alegre espera pelo Senhor está no ventre de Maria. A Igreja, vivendo com ela sua gravidez, gera vida na comunidade. Com alegria, entoemos o canto inicial.
Procissão de entrada: crucifixo ladeado por velas, Lecionário (ou Bíblia), imagens de Maria, José e a manjedoura conduzidos por mulheres grávidas e seus esposos, ministros e presidente.
02. CANTO INICIAL
Das alturas orvalhem os céus e as nuvens que chovam justiça.Que a terra se abra ao amor e germine o Deus Salvador. (bis)
1.Foste amigo antigamente, desta terra que amaste, deste povo que escolheste,sua sorte melhoraste. Perdoaste seus pecados, tua raiva acalmaste. 
2.Vem de novo restaura-nos! Sempre irado estarás. Indignado contra nós.E a vida não darás? Salvação e alegria, outra vez não nos trarás?
3.Escutemos suas palavras, é de paz que vai falar. Paz ao povo a seus fiéis/A quem dele se achegar. Está perto a salvação, e a glória vai voltar.
4.Eis: amor, fidelidade, vão unidos se encontrar, bem  assim, justiça e paz.Vão beijar-se e se abraçar, vai brotar fidelidade e justiça se mostrar.
5.E virão os benefícios do Senhor a abençoar, e os frutos de amor.Desta terra vão brotar. A justiça diante dele e a paz o seguirá.
6. Glória ao Pai onipotente, ao que vem, glória e amor.Ao Espírito cantemos: Glória a nosso defensor! Ao Deus Uno e Trino, demos a alegria do louvor.
Presidente - Como família reunida, façamos o sinal que nos une na fé. EM NOME DO PAI...
Presidente - O Deus que, no tempo propício enviou seu Filho nascido de uma mulher, pela ação do Espírito Santo, esteja convosco! BENDITO SEJA DEUS...
03. ENTRADA DA QUARTA VELA DO ADVENTO (branca)
Animador (a) - Ao acendermos a 4ª vela da Coroa do Advento, a luz plenifica-se, simbolizando a claridade infinita que Jesus vem trazer ao nosso coração e ao mundo. Acendamos a vela branca da Coroa do Advento.
Uma mulher grávida e seu esposo acendem a 4ª vela do Advento, enquanto se canta.
Ó luz do Senhor que vem sobre a terra inunda meu ser permanece em nós.
04. DEUS NOS PERDOA
Presidente - No mundo de hoje, permanecem para nós as condições proclamadas no salmo 23, para recebermos a bênção do Senhor: pureza de coração, justiça, integridade e o perdão de nossas falhas e pecados (pausa). Cantemos, pedindo perdão.
- Senhor, tende piedade de nós.
- Cristo, tende piedade de nós.
- Senhor, tende piedade de nós.
Presidente - Deus de bondade e cheio de misericórdia tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. AMÉM.
05. ORAÇÃO
Presidente - Ó Deus da consolação,vinde visitar a nossa terra. Abri hoje as portas dos nossos
corações para acolher a vossa Palavra. Enviai-nos o vosso Espírito Santo para que esperemos
fervorosos a chegada do vosso Filho Bendito. Ele que é Deus conosco, na unidade do Espírito
Santo. AMÉM.
Animador(a) - Isaías nos alerta: eis que a virgem conceberá o Emanuel. O Apóstolo Paulo mostra que a missão do cristão é servir a Jesus. O nascimento de Jesus é o cumprimento da promessa do Senhor. Ouçamos.
06. LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS (7,10-14)
07. SALMO RESPONSORIAL (23)
Abre as portas, deixa entrar o rei da glória. É o tempo ele vem orientar a nossa história!
1. Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra,o mundo inteiro com os seres que povoam. Porque ele a tornou firme
sobre os mares e sobre as águas a mantém inabalável.
2.Quem subirá até  o monte do Senhor, quem ficará em sua Santa habitação.Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente
Para o crime.
3. Sobre este desce a benção do Senhor. E a recompensa de seu Deus e Salvador.É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face.
08. LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS ROMANOS (1,1-7)
09. CANTO DE ACLAMAÇÃO
Aleluia, Aleluia! (bis)
Uma virgem conceberá.(bis) E um filho nos dará (bis).Deus conosco, Emanuel! (bis).
10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO MATEUS (1,18-24)
11. PARTILHA DA PALAVRA
12. PROFISSÃO DE FÉ
Presidente - No Deus que por meio de Maria, manifestou a salvação a toda humanidade, professemos nossa fé. CREIO EM DEUS PAI....
13. PRECES DA COMUNIDADE
Presidente - No Deus que salva, vive e está conosco, elevemos os pedidos de nossa comunidade.
- Senhor, velai por vossa Santa Igreja, para que ela continue no mundo a ser sinal da revelação do grande mistério da salvação que Vós preparastes para toda a humanidade. Nós vos pedimos.
- Senhor, abri nossos corações para acolher Jesus que vem, e dai-nos força e ânimo para anunciarmos ao mundo todo essa boa notícia. Nós vos pedimos.
- Senhor, protegei os casais que aguardam o nascimento de seus filhos, para que sejam felizes e abençoados, e que o fruto do seu amor possa trazer alegria para suas vidas e toda a humanidade. Nós vos pedimos.
- Senhor, iluminai todas as pessoas que estão se preparando para acolher a vinda do Menino Jesus, por meio da Novena de Natal, encontros e celebrações, concedendo-lhes que o nascimento do Salvador seja fonte de bênçãos e graças para suas famílias. Nós vos pedimos.
(Preces espontâneas)
Presidente - Ó Pai, acolhei com bondade todos os pedidos que confiantes Vos apresentamos. Por Cristo, nosso Senhor. AMÉM.
14. APRESENTAÇÃO DOS DONS
Animador (a) - Quanto mais nos aproximamos do Natal do Senhor, mais aumenta nossa expectativa, nossa esperança e alegria. Preparemos nossa casa e o nosso coração, para vivermos o verdadeiro sentido do nascimento de Jesus.
Animador (a) - Apresentemos ao altar do Senhor a vida de nossas comunidades e das pessoas que assumem com amor e responsabilidade as Celebrações neste tempo do Advento e os encontros da novena de Natal, para celebrar dignamente a vinda do Redentor.
Coordenadores dos grupos de reflexão, círculos bíblicos, apresentam o material da Novena do Natal, folhetos litúrgicos do Advento, e uma gestante traz o tronco seco que ficou preparado para os domingos anteriores e os depositam próximos ao altar enquanto se canta.
A NOSSA OFERTA APRESENTAMOS NO ALTAR E TE PEDIMOS: VEM SENHOR, NOS LIBERTAR! (bis)
15. CANTO DE PREPARAÇÃO DAS OFERTAS
1. As nossas mãos se abrem, mesmo na luta e na dor.E trazem pão e vinho, para esperar o Senhor.
Refrão: Deus ama os  pobres e se fez pobre também, Desceu à terra e fez pousada em Belém.
2. As nossas mãos se elevam, para num gesto de amor.Retribuir a vida, que vem das mãos do Senhor.
3. As nossas mãos se encontram na mais fraterna união.Façamos deste mundo a grande Casa do Pão.
4. As nossas mão sofridas, nem sempre tem o que dar. Mas vale a própria vida de quem prossegue a lutar.
17. PAI NOSSO
Presidente - Guiados pelo Espírito de Jesus e iluminados pela sabedoria do Evangelho, ousamos dizer: PAI NOSSO...
18. ABRAÇO DA PAZ
Animador (a) - Rezar pela paz é manifestar a esperança e o compromisso de construir um mundo novo. Em silêncio, peçamos pela paz nas famílias e no mundo.
Neste tempo do Advento pode-se omitir o abraço da paz para realizá-lo com mais alegria no Natal.
19. CANTO DE COMUNHÃO
O Senhor fez em mim ma....ra.....vi....lhas Santo é seu nome . (bis)
1. A minh’alma engrandece o Senhor e exulta o meu espírito em Deus Meu Salvador.
Porque olhou para a humildade de sua serva, doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.
2. O Poderoso fez mim maravilhas, E Santo é o seu nome! Seu amor para sempre se estende sobre aqueles que o temem.
3. Manifesta o poder de seu braço, dispersa os soberbos,derruba os poderosos de seus tronos e eleva os humildes
4. Sacia de bens os famintos, despede os ricos sem nada.Acolhe Israel, seu servidor, fiel ao seu amor.
5. Como havia prometido a nossos pais, em favor de Abraão. E de seus filhos para sempre. Glória ao Pai e ao Filho E ao Santo Espírito
Desde agora e para sempre pelos séculos, amém!
20. ORAÇÃO
Presidente - Ó Deus de bondade, vós nos alimentastes com a vossa Palavra (e a Comunhão). Daí-nos a graça de nos preparar com maior empenho para celebrar o Natal do vosso Filho Jesus Cristo, nosso Senhor. AMÉM.
21. NOTÍCIAS E AVISOS
- 24 e 25/12: Celebração da grande festa do Natal. Preparar bem estas celebrações.
- Pedir à comunidade para trazer alimentos, fraldas, leite, brinquedos para doações.
22. BÊNÇÃO DAS GESTANTES
O Presidente convida todas as gestantes a se colocarem em frente ao altar, pede que toda a assembleia estenda as mãos sobre elas e procede a bênção.
Presidente - Ó Deus de ternura e paz, nós te contemplamos na gravidez de Maria e na gravidez destas nossas irmãs. O Senhor, cujo Filho, por obra e poder do Espírito Santo, dignou-se nascer da Virgem Maria para remir e salvar a humanidade, dai saúde a estas crianças que estão para nascer e concedei que estas vossas filhas deem a luz tranquilamente o fruto de seus ventres, desde já destinados a serem vossos fiéis, servindo-Vos em todas as coisas para merecer a vida eterna.
AMÉM. AVE MARIA...
Todos (cantando): O SENHOR FEZ EM MIM MARAVILHAS, SANTO É O SEU NOME! (bis)
23. BÊNÇÃO
Presidente - Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o Advento do seu Filho, em cuja vinda credes e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos. AMÉM.
- Que durante esta vida Ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança e solícitos na caridade. AMÉM.
- Alegrando-vos agora pela vinda do Salvador feito homem, sejais recompensados com a vida
eterna, quando vier de novo em sua glória. AMÉM.
- Abençoe-vos o Deus todo-poderoso: PAI E FILHO E ESPÍRITO SANTO. AMÉM.
- Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. GRAÇAS A DEUS.
24. CANTO FINAL
1. Uma entre todas foi a escolhida: foste tu, Maria, serva preferida, Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador.
MARIA, CHEIA DE GRAÇA E CONSOLO, VENHA CAMINHAR COM TEU POVO, NOSSA MÃE SEMPRE SERÁS! (bis)
2. Roga pelos pecadores desta terra. Roga pelo povo que em teu Deus espera, Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador.

PREPARANDO A PARTILHA DA PALAVRA
A 1ª leitura nos mostra o rei Acaz assustado diante da ameaça de destruição em tempo de guerra. Isaías anuncia um sinal do favor de Deus: em vez de morte e destruição, haverá um nascimento. Para indicar que esse menino é sinal de salvação, Isaías lhe dá um nome especial: Emanuel, que significa “Deus conosco”. Isaías falava do filho do rei que ia nascer, mas suas palavras ficaram no coração do povo como sinal de algo maior que Deus um dia realizaria. É verdade que qualquer nascimento é sempre sinal da presença do Pai criador, sem o qual não há vida. Mas José recebe do anjo, em sonho, um anúncio muito especial: um menino vai nascer, concebido por virtude do Espírito Santo; será filho de sua noiva, Maria. O anjo retoma para o menino as palavras de Isaías: ele será Emanuel, Deus conosco, mas dessa vez num sentido que ultrapassava tudo que Isaías pudesse imaginar. A missão é maior do que jamais se propôs a qualquer filho de rei: ele salvará o povo de seus pecados. Nele o nome “Deus conosco” terá um significado surpreendente: Deus se faz gente, solidário com a humanidade sofredora. Neste 4º Domingo do Advento tudo respira a presença do Messias, o Salvador. As promessas de Deus ao povo eleito estão sendo cumpridas. Entre os maiores colaboradores encontram-se Maria e José. Pensemos em José, homem justo, que descobre a gravidez daquela que lhe estava prometida em casamento. Pensemos em Maria, em quem se cumpriu o que o Senhor havia dito pelo profeta. Como essas pessoas humanas colaboraram para a realização do plano de Deus pelo mistério da Encarnação, hoje esse mesmo mistério pede a nossa colaboração, a colaboração da comunidade cristã. Estamos verdadeiramente dispostos a colaborar com o projeto do Pai, assim como Maria e José?
REFLETINDO O ADVENTO
O 4° domingo do Advento anuncia a vinda iminente do Messias. José foi pré-advento. Uma Virgem conceberá o Filho de Deus, Jesus Cristo, da estirpe de Davi. A notícia é comunicada a Maria. O trono de Davi será firme para sempre. O mistério calado por Deus durante séculos é agora revelado. Também Isabel agora sabe. De Judá sairá àquele que vai reger Israel. Ele vem para cumprir a vontade de Deus. O tempo litúrgico do Advento faz-nos viver profundamente este aspecto da presença-ausência do Reino. Reviva em nós a esperança de um futuro melhor dentro de um mundo que parece estar se suicidando. Reanima a nossa coragem: os nossos esforços por uma vida digna, por uma sociedade fraterna, não serão em vão. Reaviva o nosso amor. Alguém espera por nós no ponto de chegada e já se faz presente como companheiro de caminhada: o Senhor Jesus.
LEITURAS DA SEMANA:
2ª feira: Is 7,10-14; Sl 23; Lc 1,26-38
3ª feira: Ct 2,8-14; Sl 32; Lc 1,39-45
4ª feira: 1Sm 1,24-28; 1Sm 2,1-8; Lc 1,46-56
5ª feira: Ml 3,1-4.23-24; Sl 24; Lc 1,57-66
6ª feira: Is 62,1-5; Sl 88; At 13,16-17.22-25; Mt 1,1-25
Sábado: Is 62,11-12; Sl 96; Tt 2,11-14; Lc 2,1-14
Domingo: Eclo 3,2-6.12-14; Sl 127; Cl 3,12.21; Mt 2,13-15.19-23

“O NASCIMENTO DE JESUS CRISTO”
Irmãos e irmãs, no quarto e último Domingo do Advento, chegamos às portas do Natal e nosso coração já se rejubila pelo Cristo que vem. As novenas de Natal estão aquecendo muitos corações na fé e aproximando muitas pessoas. Nossa espiritualidade se fortaleceu por meio da vigilância e da oração.. Aproveitemos os dias que ainda temos pela frente para mergulhar na profundidade do Mistério da nossa redenção, sabendo que nesta Semana a liturgia dá grande relevo à Virgem Maria.
Ato Penitencial: No mundo de hoje, permanecem para nós as condições proclamadas no salmo 23, para recebermos a bênção do Senhor: pureza de coração, justiça, integridade e o perdão de nossas falhas e pecados (pausa). Cantemos, pedindo perdão.
Liturgia da Palavra: 1ª Leitura: (Is 7, 10-14) O sinal prometido ao rei de Judá é o seu próprio filho do qual a rainha está grávida.  (in Dehonianos)   
Salmo: Sl 24(23)  “O rei da glória é o Senhor onipotente; abri as portas para que Ele possa entrar!”                                                    
2ª Leitura: (Rm 1, 1-7)  O missão do Apóstolo  Paulo é conduzir os pagãos a obediência da fé.
Evangelho: (Mt 1, 18-24)  Jesus inicia uma nova história para salvar os homens dos pecados e dar-lhes a liberdade.
Aclamação ao Evangelho: Aclamemos a boa nova cantando....  
Preces da Comunidade:
Ofertório: - Quanto mais nos aproximamos do Natal do Senhor, mais aumenta nossa expectativa, nossa esperança e alegria. Preparemos nossa casa e o nosso coração, para vivermos o verdadeiro sentido do nascimento de Jesus.  (motivar a oferta) Cantando....
Comunhão:   Na nossa Eucaristia, Jesus que irá chegar no Natal, se faz presente para nos alimentar e nos dar força para enfrentarmos os desafios do dia-a-dia.
Mensagem Final: O 4° domingo do Advento anuncia a vinda iminente do Messias. José foi pré-advento. Uma Virgem conceberá o Filho de Deus, Jesus Cristo, da estirpe de Davi. A notícia é comunicada a Maria. O trono de Davi será firme para sempre. O mistério calado por Deus durante séculos é agora revelado. Também Isabel agora sabe. De Judá sairá àquele que vai reger Israel. Ele vem para cumprir a vontade de Deus. O tempo litúrgico do Advento faz-nos viver profundamente este aspecto da presença-ausência do Reino. Reviva em nós a esperança de um futuro melhor dentro de um mundo que parece estar se suicidando. Reanima a nossa coragem: os nossos esforços por uma vida digna, por uma sociedade fraterna, não serão em vão. Reaviva o nosso amor. Alguém espera por nós no ponto de chegada e já se faz presente como companheiro de caminhada: o Senhor Jesus.

 
< Anterior   Próximo >

Destaques

Enquete

Você evangeliza por meio de:
 

Galeria de Fotos


1 Ano de JMJ 2013
Fotos Tiradas no Evento