Página Inicial / Notícias / Tempo do Natal

Tempo do Natal

O Natal sempre é um tempo em que pensamos na família. Dificilmente encontraremos uma instituição que tenha se deteriorado tanto em nossos dias como a família. E, certamente, não há outra mais valiosa que ela, como construtora do bem-estar material e espiritual da sociedade. Trata-se da célula originária da vida social. Ultimamente, diversos fatos têm mostrado que a família passa por momentos de séria instabilidade. A família é insubstituível e a ruína de tantos lares passa, muitas vezes, pela falência de valores morais que lhes servem de alicerce. Pelo seu valor, o Concílio Vaticano II (“Gaudium et Spes”,52) ensina que o poder civil considere como grave dever “reconhecer e proteger a verdadeira natureza do casamento e da família, defender a moralidade pública e favorecer a prosperidade dos lares”. Entretanto o que se observa nos últimos tempos é exatamente o oposto. Há um dito popular que reflete um pouco daquilo que temos visto: “Quem semeia ventos colhe tempestade”. Para o cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, Arcebispo Emérito da Arquidiocese do Rio de Janeiro, “O apoio à campanha contra a santidade dos lares vem da própria sociedade e de muitos dos seus integrantes”. Para ele, as causas desta situação na maioria das famílias têm uma raiz comum: “o enfraquecimento da prática religiosa de seus integrantes”.

Você pode Gostar de:

Papa: ser cristão é superar discriminações. O batismo confere igual dignidade a todos

“As diferenças e os contrastes que criam separação não deveriam existir entre os fiéis em …