Página Inicial / Notícias / Núncio Apostólico lança CD

Núncio Apostólico lança CD

 O Núncio Apostólico dom Lorenzo Baldisseri lança na próxima quinta-feira, 25, na sede da Nunciatura Apostólica, em Brasília, o CD Florilégio Musical ao Piano, uma obra com 11 faixas gravada no mês de abril, no Teatro Rubinstein da Associação Hebraica de São Paulo. O lançamento tem a parceria da CNBB e contará com a presença da primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva, além da ministra do Meio Ambiente Marina da Silva e do ministro da Cultura Gilberto Gil.

Com músicas escolhidas pelo próprio dom Lorenzo, o CD traz, na primeira faixa, a obra do brasileiro Heitor Villa-Lobos, Bachianas Brasileiras nº 4 – Prelúdio. Nas demais o núncio pianista executa peças dos poloneses Michael Kleofas Oginski e Frédéric Chopin, dos espanhóis Isaac Albéniz e Enrique Granados, dos franceses Erik Satie e Claude Debussy e do italiano Vittorio Monti. “São peças que já tocava no passado, exceto a brasileira”, explica dom Lorenzo.

Um dos objetivos do núncio ao lançar o CD é ajudar a Amazônia para onde encaminhará os recursos que arrecadar com a obra. “Este ano foi dedicado pela CNBB à Amazônia. Queria dar minha contribuição pessoal”, explica. “Os recursos angariados serão revertidos em favor da Igreja Católica na Amazônia e na preservação dessa região do Brasil, tão preciosa para o planeta”, fez questão de escrever na capa do CD.

O pianista

Aluno de piano dos mestres Enzo Borlenghi, Bruno Aprea e Vitória Alfaro e bacharel em canto gregoriano pelo Pontifício Instituto de Música Sacra em Roma, dom Lorenzo recebeu instruções, durante um ano e meio, do pianista e regente de Orquestra João Carlos Martins, em São Paulo, antes de gravar o CD. “Quando dom Lorenzo desejou gravar um CD como pianista, procurou-me para que eu desse minha opinião. Achei a idéia ótima e, durante alguns meses, acompanhei seu trabalho, dando alguns conselhos ‘musicais’ ao nosso núncio apostólico”, comenta Martins.  “Fiquei impressionado com sua determinação”, ressalta.

Segundo dom Lorenzo, a idéia de gravar o CD surgiu há mais tempo incentivado por Mons. Tymon Tytus Chmielecki, um de seus assessores que “era um violoncelista profissional”. O núncio dedica, em média, duas a três horas por dia ao piano. “Dom Lorenzo Baldisseri é, sem dúvida alguma, um exemplo, não só para a Igreja, mas também para qualquer segmento da sociedade, pois, apesar das responsabilidades que acumulou ao longo de sua vida, sempre guardou o amor à música que, como sabemos, pode fazer a união de povos e nações”, lembra o regente Martins.

Tocando para o papa

No dia 7 de agosto, dom Lorenzo tocou para uma seleta platéia de pouco mais de dez pessoas, durante um almoço, em Castelgandolfo, a convite do Santo Padre Bento XVI. “O Santo Padre me deu essa grande honra de dar um concerto para ele e alguns amigos”, conta dom Lorenzo. “Após o lançamento, vou enviar à Sua Santidade um CD de presente”.

Nascido em Braga, província de Lucca, na Itália, o núncio é doutor em Direito Canônico e Licenciado em Teologia Dogmática, em Roma. Guarda como relíquia uma gravação feita quando ainda era adolescente na qual mostra sua “prodigiosa voz branca”. Foi ordenado presbítero em 1963. Em 1992 foi nomeado arcebispo e núncio apostólico no Haiti, tendo atuado, em seguida, no Paraguai, Índia e Nepal. Chegou ao Brasil em 2002.

Você pode Gostar de:

Papa: ser cristão é superar discriminações. O batismo confere igual dignidade a todos

“As diferenças e os contrastes que criam separação não deveriam existir entre os fiéis em …