Página Inicial / Notícias / Relíquia da manjedoura

Relíquia da manjedoura

Relíquia da manjedoura onde Jesus nasceu será restaurada. Conservado na Basílica papal de Santa Maria Maior, em Roma, o berço sagrado do Menino Jesus está em risco de deterioração. As cinco hastes de aço, que fariam parte da manjedoura, onde Jesus ficou logo depois de nascer, foram encontradas na Terra Santa por Santa Helena, mãe do imperador Constantino. 

O Prefeito da sacristia de Santa Maria Maior, o bispo emérito de Terni-Narni-Ameia, Dom Franco Gualdrini, diz que "é necessário uma restauração urgente, não somente da relíquia, mas também do cofre que a guarda, pois se tornou muito vulnerável".

Dom Gualdrini declarou em entrevista à Rádio Vaticano, contou um pouco da história do berço sagrado e afirmou que, logo após as festas, as peças da manjedoura serão entregues a uma comissão de especialistas. O bispo conta ainda um pouco da história do berço sagrado.

"O berço de Jesus já era venerado na Palestina. Em 642, Teodoro, de origem palestina, se torna Papa e então São Sofrônio, que era Patriarca de Jerusalém e seu amigo, lhe doou as relíquias da manjedoura sagrada, que estavam em Belém. Assim chegaram em Roma, e o Papa as envia à Igreja de Santa Maria Maior em 650. Santa Maria Maior desde então foi chamada Santa Maria do Presépio. Durante séculos, os peregrinos que vinham à Roma, veneraram o berço sagrado".

 Da Redação, com Rádio Vaticano.

Você pode Gostar de:

Novena do Senhor Bom Jesus – Catedral Basílica

A Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá convida para a Novena em Honra …