Página Inicial / Animação Litúrgica / 3º Domingo da Páscoa (26.04.2020)

3º Domingo da Páscoa (26.04.2020)

TERCEIRO DOMINGO DA PÁSCOA – cor branca – 26/04/2020

Canto Inicial (Frei Telles Ramon – Arnaldo Temochko – Rosana Belinati) Anunciai com gritos de alegria, proclamai aos confins de toda terra: o Senhor nos libertou, aleluia! 1 – A escuridão passou… a luz do Sol surgiu. O Cristo, nosso irmão, seu povo redimiu! 2 – A nova lei do amor conduz o povo seu. Vivendo a lei do amor por todos nós se deu! 3 – Por sua ressurreição, cantamos seu amor, libertos do poder das garras do opressor. 4 – Cantemos aleluia ao que venceu o mal, ao que do céu nos vem com poder triunfal.
Saudação Presidente – Irmãos e irmãs em Cristo, bemvindos todos vocês que vieram participar deste encontro fraterno.
Fazendo memória da experiência de Emaús, celebramos neste Terceiro Domingo da Páscoa, a manifestação de Jesus Ressuscitado na partilha do pão. O Senhor vem ao nosso encontro, caminha conosco, nos ajuda a compreender os acontecimentos da vida à luz de Sua Palavra. Reunidos no amor de Deus, que se manifestou em Jesus Cristo, façamos o sinal da nossa fé. Em nome do Pai… Presidente – A graça e a paz de Deus, nosso Pai, o amor de Jesus Cristo, nosso Senhor e a força do Espírito Santo, estejam convosco. Bendito seja Deus… Animador(a) – Reunidos para celebrar a nossa Páscoa Semanal, neste tempo em que nos alegramos com a ressurreição de Jesus, vamos trazer presente os fatos e acontecimentos que marcaram a semana que passou na comunidade, na paróquia, na diocese, no Brasil e no mundo (recordação da vida).
4. Deus nos perdoa Presidente – O Senhor vem nos dizer hoje que é pela escuta da Palavra que Jesus vai tocando e acordando a comunidade desorientada. Imploremos a sua misericórdia pelas vezes em que fechamos nosso coração aos ensinamentos de Jesus (silêncio). Que Ele nos purifique de todo mal. Em seguida, uma pessoa da Pastoral do Batismo ou da Catequese Batismal eleva o recipiente com água benta, enquanto o presidente reza a oração. Logo após, asperge a assembleia, enquanto se canta. Presidente – Ó Deus, bendito sejais pela água que fecunda a terra e dá vida a toda vossa criação. Ela não apenas refaz as nossas forças, mas é sinal de que nos renovais interiormente em vossa aliança. Por esta água, venha sobre nós o vosso Espírito, para fazer de nós criaturas novas, agora e sempre. Amém. (Ione Buyst – D.R.) Banhados em Cristo, somos uma nova criatura. As coisas antigas já se passaram, somos nascidos de novo. Aleluia, aleluia, aleluia!
5. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos a Deus, nosso Pai, que em Jesus Ressuscitado se faz presente no caminho dos que procuram descobrir o significado de suas palavras e obras e fazem memória de Sua vida doada totalmente. Cantemos. (CD Em Casa – Pe. Anderson) Glória, glória, glória a Deus nas alturas. (bis) Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos, damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos. Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai, Vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai. Glória, glória, glória a Deus nas alturas. (bis) Vós que estás junto do Pai, como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor. Vós somente sois o Santo, o Altíssimo Senhor, com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor. Glória, glória, glória a Deus nas alturas. (bis)
6. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus, sustentai-nos na alegria do vosso amor fiel. Vós que, pelo Batismo, devolvestes a nós a dignidade de filhos e filhas, renovai-nos na esperança para que alcancemos com plena confiança o dia da ressurreição. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
7. Leitura dos Atos dos Apóstolos (2, 14.22-33)
8. Salmo Responsorial (15) (CD Cantando os Salmos) Vós me ensinais Vosso caminho para a vida; junto de Vós felicidade sem limites! (bis) – Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor: nenhum bem eu posso achar fora de vós!” Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos! –
Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, e até de noite me adverte o coração. Tenho sempre o Senhor ante os meus olhos, pois se o tenho a meu lado não vacilo. –
Eis porque meu coração está em festa, minha alma rejubila de alegria, e até meu corpo no repouso está tranquilo; pois não haveis de me deixar entregue à morte, nem vosso amigo conhecer a corrupção –
Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós, felicidade sem limites, delícia eterna e alegria ao vosso lado! 9. Leitura da Primeira Carta de São Pedro (1, 17-21)
10. Canto de Aclamação (CD Liturgia XVI) Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis) 1 – Senhor Jesus revelai-nos o sentido da Escritura; fazei o nosso coração arder, quando falardes.
11. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (24, 13-35)
12. Partilha da Palavra
1 – Andavam pensando, tão tristes, de Jerusalém a Emaús, os dois seguidores de Cristo, logo após o episódio da cruz. Enquanto assim vão conversando, Jesus se achegou devagar: “De que vocês vão palestrando?” E ao Senhor não puderam enxergar. Fica conosco, Senhor, é tarde e a noite já vem! Fica conosco, Senhor, somos teus seguidores também!
2 – Chegando, afinal, ao destino, Jesus fez que ia passar, mas eles demais insistiram: “Vem Senhor, vem conosco ficar!” Sentado com eles à mesa, deu graças e o pão repartiu; dos dois foi tão grande a surpresa: “Jesus Cristo, o Senhor ressurgiu”
13. Profissão de Fé Presidente – “Deus ressuscitou Jesus dos mortos e lhe deu a glória”, essa é a fé que professamos. Creio em Deus Pai…
14. Preces da Comunidade Presidente – Confiantes na bondade do Pai, elevemos a Ele os pedidos de nossa comunidade. –
Senhor, abençoai a Vossa Igreja, o Papa Francisco, os Bispos, padres, diáconos, religiosos (as) para que continuem no mundo dando testemunho da ressurreição de Jesus. Nós vos pedimos. –
Senhor, concedei ao povo brasileiro, encontrar a dignidade perdida em meio a tanta corrupção e descaso social nos mais diversos setores da nossa sociedade. Nós vos pedimos. –
Senhor, concedei-nos a mesma alegria e disposição dos discípulos de Emaús, para anunciarmos com muito amor a ressurreição de Jesus Cristo e vivenciarmos intensamente a Sua presença na Palavra proclamada e na Eucaristia. Nós vos pedimos. –
Senhor, por intercessão de São José Operário, acompanhai todos os trabalhadores que buscam melhores condições de vida na luta pelos seus direitos e todas as comunidades que celebram seus padroeiros, para que perseverem na oração e na atenção às necessidades dos irmãos e irmãs. Nós vos pedimos.
15. Apresentação dos Dons
Animador(a) – Os discípulos de Emaús, reconheceram Jesus ao partir o Pão. Sua presença viva torna-se perceptível aos nossos olhos, quando nos reunimos para celebrar a Palavra de Deus, quando acolhemos nossos irmãos, e partilhamos nossos bens e nosso dons, na defesa da vida sendo sinal de Cristo Ressuscitado no meio em que vivemos. Estendendo nossas mãos para o Altar, apresentemos ao Senhor a nossa disposição em servir. (João Carlos Ribeiro) Fica conosco, Senhor, é tarde e a noite já vem! Fica conosco, Senhor, somos teus seguidores também!
16. Canto das Oferendas (Pe. Geraldo Pennock) Eu creio num mundo novo, pois Cristo ressuscitou! Eu vejo sua luz no povo, por isso alegre sou.
1 – Em toda pequena oferta, na força da união, no pobre que se liberta, eu vejo ressurreição!
2 – Nos homens que estão unidos com outros partindo o pão, nos fracos fortalecidos, eu vejo ressurreição!
3 – Na fé dos que estão sofrendo, no riso do meu irmão, na hora em que está morrendo, eu vejo ressurreição!
17. Louvação Presidente – Louvemos ao Senhor nosso Deus pela vida de tantas pessoas que são testemunhas do Ressuscitado e repetem o gesto de Jesus, partindo e repartindo o pão com os mais necessitados. (José Thomaz Filho – Frei Fabreti)
1 – Te louvo meu Senhor, pois olhaste para mim. Caídos e humilhados têm sempre o teu favor. Se eu não tinha nada bastou-me dizer sim. És o meu socorro, meu Deus, meu Salvador. Teu amor sempre faz maravilhas: a quem se faz menor, estende tua mão. És a luz dos teus filhos e filhas! Vigor de quem não fecha o coração!
2 – Te louvo meu Senhor, o teu nome é sem igual. Fizeste grandes coisas em mim que nada sou. O teu nome é Santo, superas todo o mal. E onde houver bondade tua mão já transbordou.
18. Pai Nosso Presidente – Confiantes na Palavra de Jesus, rezemos a oração que Ele mesmo nos ensinou. Pai Nosso…
19. Abraço da Paz Animador(a) – A paz que buscamos, nós a encontramos quando vivenciamos a mudança para uma vida realmente nova. Saudemo-nos com um gesto de paz. (Zé Martins)
1 – Que coisa linda é poder estar aqui, que coisa linda é poder dar minha mão, que coisa linda é não caminhar sozinho, mas seguir este caminho encontrando com o irmão. Te dou a paz, vem cá irmão. Te dou a paz, aperte a minha mão. Te dou a paz, paz de Jesus ressuscitado, ele é a nossa luz!
2 – Que coisa linda é poder estar aqui, que coisa linda é poder celebrar, que coisa linda é essa Eucaristia, vida nova, estrela guia, nesse nosso caminhar.
20. Canto de Comunhão
21. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus, bendito sejais pela Palavra (e pela Comunhão). Animados por esta celebração, dai-nos a graça de viver e trabalhar por vosso Reino na alegria da Páscoa de Jesus, vosso Filho, nosso Senhor. Amém.
22. Breves Avisos
23. Gesto Concreto (ler para a assembleia) “A Eucaristia é o lugar privilegiado do encontro do discípulo com Jesus Cristo. Com este Sacramento, Jesus nos atrai para si e nos faz entrar em seu dinamismo em relação a Deus e ao próximo”. Procuremos durante esta semana, visitar Jesus na Capela do Santíssimo ou uma pessoa que está impossibilitada de participar do convívio comunitário.
24. Bênção Presidente – O Deus que pela ressurreição do seu Filho único, vos deu a graça da redenção e vos adotou como filhos e filhas, vos conceda a alegria de sua bênção. Amém. – Abençoe-vos o Deus da vida: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. – Anunciai a ressurreição de Jesus. Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.
25. Canto final
Meditando a Palavra de Deus
O terceiro domingo da Páscoa nos apresenta os discípulos ainda tristes pela morte do Senhor e convida-nos a descobrir esse Cristo vivo que acompanha os homens pelos caminhos do mundo, que com a sua Palavra anima os corações magoados e desolados, que se revela sempre que a comunidade dos discípulos se reúne para “partir o pão”; apela, ainda, para que os discípulos sejam as testemunhas da ressurreição diante dos homens. É no Evangelho, sobretudo, que esta mensagem aparece de forma nítida. O texto nos apresenta Cristo, vivo e ressuscitado, a caminhar ao lado dos discípulos, a explicar-lhes as Escrituras, a encher-lhes o coração de esperança e a sentar-Se com eles à mesa para “partir o pão”. É aí que os discípulos O reconhecem. O gesto de Jesus, que recorda sua vida compartilhada, doada por amor, desperta à urgência da missão. “Naquela mesma hora, os discípulos se levantaram e voltaram para Jerusalém”. Reavivados na fé e na esperança, puseram-se a caminho para testemunhar a experiência do encontro com Cristo Ressuscitado. Jerusalém, lugar em que Jesus concluiu a sua obra de salvação, torna-se o marco inicial da missão dos discípulos, que deve estender-se até os confins da terra. A fé na ressurreição vai se fazendo ao longo do caminho. Jesus caminha com eles, toca o sofrimento que sentem e experimenta o vazio que os invadiu. De peregrino “desinformado”, Jesus passa a ser compreendido como o Senhor Ressuscitado, fonte da qual recobram as forças e as esperanças. Os dois discípulos representam os cristãos de todos os tempos, sempre a caminho com o Senhor. Coloquemo-nos a caminho com Cristo. Deixemos que Ele nos mostre o quanto é presente em nossa vida, na vida de nossas famílias e comunidades. Que Ele abra os olhos de nossa fé e nos dê a graça de perceber como, de fato, nosso coração arde com a Sua presença em nossa vida. Jesus Ressuscitado se faz presente no caminho dos que procuram descobrir o significado de Suas palavras e obras, dos que fazem memória de Sua vida doada totalmente. Como os discípulos de Emaús, insistimos: “Fica conosco Senhor, caminha ao nosso lado, para que possamos repartir o pão e acolher todas as pessoas, sem discriminação. Que o Senhor ressuscitado nos conserve reunidos em seu nome, em torno de sua proposta libertadora.

Leituras da Semana
2ª feira: At 6,8-15; Sl 118; Jo 6,22-29
3ª feira: At 7,51-8,1a; Sl 30; Jo 6,30-35
4ª feira: At 8,1b-8; 1Jo 1,5-2,2; Sl 65; Jo 6,35-40
5ª feira: At 8,26-40; Sl 65; Jo 6,44-51
6ª feira: At 9,1-20; Gn 1,26-2,3; Cl 3,14-15.17.23-24;
Sl 116; Sl 89; Jo 6,52-59; Mt 13,54-58
Sábado: At 9,31-42; 1Jo 5,1-5; Sl 115; Jo 6,60-69;
Mt 10,22-25a
Domingo: At 2,14a.36-41; Sl 22; 1Pd 2,20b-25; Jo 10,1-10

Você pode Gostar de:

Solenidade de todos os Santos e Santas de Deus

Ano A – cor branca – 01/11/2020 1. Saudação Presidente – Irmãos e irmãs em …