Página Inicial / Animação Litúrgica / Solenidade da Santíssima Trindade (07.06.2020)

Solenidade da Santíssima Trindade (07.06.2020)

07/06/2020 cor branca –

1. Saudação
Presidente – Irmãos e irmãs em Cristo, bem-vindos a este encontro fraterno para celebrarmos nossa Páscoa Semanal. Nesta Solenidade reverenciamos um único Deus em três pessoas: O Pai que cria, o Filho que salva e o Espírito Santo que nos santifica. Envolvidos por tão grande amor, saudemos a Trindade Santa traçando sobre nós o sinal que nos identifica como cristãos. Em nome Pai…
Presidente – A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus…
Animador(a) – Em comunhão com os fiéis que hoje louva e bendiz essa comunidade de amor, celebremos nossa fé e nossa vida trazendo presente os fatos que marcaram a semana que passou.
2. Deus nos perdoa
Presidente – Para celebrarmos dignamente o Mistério da nossa fé, peçamos a Misericórdia do Pai pelas vezes que deixamos de viver a unidade dificultando o trabalho de evangelização (silêncio). Cantemos, suplicamos ao Deus da vida o Seu perdão. (Pe. José Freitas Campos)
1 – Senhor e Filho de Deus, companheiro, irmão e amigo. Tende piedade de nós. Tende piedade de nós.
2 – Ó Cristo, Filho do Homem, conheceis a nossa fraqueza. Tende piedade de nós. Tende piedade de nós.
3 – Senhor e Filho do Pai, acolhei-nos na vossa casa. Tende piedade de nós. Tende piedade de nós.
Presidente – Senhor, cheio de bondade e amor, perdoe os nossos pecados em vossa imensa misericórdia e nos conduza à vida plena. Amém.
3. Hino do Glória
Presidente – Glorifiquemos ao Deus Trindade por tão grande Mistério de amor, cantando o Hino do Glória.
4. Oração Presidente
– Oremos – (silêncio) – Deus Pai, vós mesmo nos revelastes vosso mistério sublime, vosso modo de ser. Mandastes ao mundo Jesus, que é verdade, e Espírito Divino, que é o santificador. Dai-nos a graça de crer em vós como sois: um só Deus glorioso em três pessoas distintas. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura do Livro do Êxodo (34, 4b-6. 8-9)
6. Salmo Responsorial (Dn 3, 52-56)
7. Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios (13, 11-13)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João (3, 16-18)
9. Profissão de Fé
Presidente – Ao Deus Uno e Trino, professemos a nossa fé.
10. Preces da Comunidade
Presidente – Reunidos em comunidade, peçamos humildemente ao Pai por nossas necessidades. A cada prece, rezemos: Pai Nosso que estais nos céus, ouvi-nos.
11. Apresentação dos Dons
Coleta Fraterna
12. Louvação
Presidente – Louvemos ao Senhor nosso Deus que nos faz participantes tão íntimos de seu amor.
13. Pai Nosso
Presidente – Guiados pela Palavra de Jesus e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer. Pai Nosso…
14. Abraço da Paz
Animador(a) – Como filhos e filhas do Deus da Paz, saudemo-nos com um gesto fraterno.
15. Oração
Presidente – Oremos – (silêncio) – Senhor, a fé nos une convosco quando cremos em Vós e adoramos um só Deus em três pessoas. Que a mesma fé nos garanta na terra vida digna de gente amada por Deus e vida feliz no céu. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
16. Bênção final
Deus vos abençoe e vos guarde. Amém.
– Ele vos mostre a sua face e se compadeça de vós. Amém.
– Volva para vós o seu olhar e vos dê a sua paz. Amém.
– Abençoe-vos Deus Todo-Poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
O relacionamento de Deus com seu povo é dinâmico, ligado à realidade da vida cotidiana. Deus não busca um povo simplesmente para que o adore e o glorifique, mas sim para revelar-se como vida para o mesmo povo. O ato contínuo de dar a vida a seu povo é selado com a aliança que garante, da parte de Deus, a compaixão e a misericórdia. Em uma palavra, Deus se doa por seu povo para mantê-lo unido consigo em comunhão de vida. A experiência de Deus, feita pelo povo, vai se amadurecendo e se aprofundando a ponto de descobri-lo sempre mais como fonte de comunhão e de amor. No evangelho, Jesus declara a Nicodemos que a doação de Deus pela humanidade chega ao ponto mais alto, no momento em que ele, o Filho unigênito, é enviado não para condenar, mas para salvar o mundo. Salvação significa comunhão de todos no mesmo amor de Deus. Sendo um Deus fonte de comunhão, não é possível ser um Deus solitário. O Mistério da Santíssima Trindade – Pai e Filho e Espírito Santo – é a realidade que verdadeiramente nos apresenta o Deus único, mas não solitário; o Deus Trino, mas não dividido. O amor só se compreende na relação e na doação mútua entre as três Pessoas Divinas. A Santíssima Trindade é fonte e testemunho do puro amor, que nos acolhe e nos envolve em um só mistério de salvação. Nosso coração e nossa mente não são capazes de abarcar todo o mistério de Deus Uno e Trino. Mas, porque temos nossa origem e nosso fim no coração da Trindade, fomos feitos também para amar. No amor, podemos sentir a presença de Deus no outro, na comunidade. No amor, podemos nos doar uns pelos outros para fazer a vida florir e frutificar. A saudação de Paulo à comunidade de Corinto mostra que nossa vida de fé não se compreende fora do mistério de comunhão do Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo. Diante de tão grande mistério do mais puro amor, resta-nos louvar a Deus não somente por nos salvar, mas por fazer-nos participantes tão íntimos de seu amor. E estejamos convencidos de que não há louvor mais belo e profundo a Deus do que o amor cantado com nossa própria vida de comunidade.

Você pode Gostar de:

Solenidade de todos os Santos e Santas de Deus

Ano A – cor branca – 01/11/2020 1. Saudação Presidente – Irmãos e irmãs em …