Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia – Assunção de Nossa Senhora 16.08.2020

Liturgia – Assunção de Nossa Senhora 16.08.2020

“Então, apareceu no céu um grande sinal!”
1.ACOLHIDA
Celebremos com grande alegria a grandeza da Virgem Maria, Mãe de Deus: Jesus levou para junto de si a sua Mãe. A Igreja cumpre a profecia da própria Virgem Maria; “Todas as gerações, de agora em diante, me chamarão feliz, porque o Poderoso fez em mim coisas grandiosas e seu nome é santo e sua misericórdia se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem. (Lc 1,48-50).
A Igreja Católica quer cumprir a profecia da própria Virgem Maria! Em sua Liturgia honra e celebra sua assunção ao céu em corpo e alma, onde é coroada como rainha do céu e da terra por mérito e decisão de seu Filho Jesus Cristo.

2.PALAVRA DE DEUS
Ap 11,19;12,1.3-6.10 – O seio de Maria é a arca da Nova Aliança (contém o Verbo divino) e Ela é a mulher vestida com o brilho do sol, pronta para enfrentar o dragão que procura a morte de seu Filho, Jesus. A mulher é símbolo da Igreja, frágil e perseguida, que foge para o deserto procurando defender seus filhos, perseguidos pelo dragão, símbolo do Império Romano.
1Co 15,20-27 – A luta contra o dragão não acabou! A morte que o dragão deseja vai desaparecer no Final dos Tempos, quando todos os que são de Cristo, ressuscitarão com Ele e como Ele! A morte será vencida definitivamente; “Com efeito, Deus pôs tudo debaixo de seus pés” (de Jesus Cristo).
Lc 1,39-56 – Maria estava fugindo do burburinho da vizinhança, mas Deus a fez portadora da graça e do Espírito Santo que inundaram a velha e gestante Izabel. Esta descobre o segredo de Maria e o menino salta de alegria no seio envelhecido de Izabel!

3.REFLEXÃO
Os caminhos de Deus sempre são surpreendentes e Ele usa (vale-se) daqueles que se entregaram a seu serviço. Maria oculta-se na casa de Izabel e Deus a faz portadora de seus segredos! Ela começa sua missão de revelação do tempo do Messias e, consequentemente, da plenitude dos tempos, quando o Verbo de Deus se fez carne no seio de uma moça virgem, serva do Senhor.
O pecado de nossos pais “estragou” o Plano de Deus, mas Ele o recria revelando o seu amor infinito pela criatura humana, a quem o demônio queria aniquilar! Ninguém consegue tirar de Deus a iniciativa de seu amor infinito por esta criatura. Deus é maravilhoso em sua criatividade e em seu amor salvador!
Izabel fica surpreendida com a visita de Maria (Mãe do meu Senhor) E Maria fica, certamente, surpresa com a revelação de seu segredo – Ela já era a Mãe do Senhor, do Messias! E nós pensamos que Deus precisa de conselheiros! Ele é Mestre e Senhor da História, e não perde nunca o controle da mesma! Confiemos em nosso Deus, infinitamente sábio e senhor do universo. Como é maravilhoso saber que este Deus é nosso Pai e nos deu seu Filho como Salvador!
A própria Virgem Maria reconhece “que doravante todas as gerações me chamarão de bem-aventurada, porque o Todo- poderoso fez grandes coisas em meu favor!” Os que se envergonham de ter Maria como Mãe, resignem-se a ficar longe, também, de Cristo! Pois, Ele fez grande coisas em favor de sua Mãe, a Virgem Maria!

FREI CARLOS ZAGONEL

Você pode Gostar de:

Ataques contra igrejas no Chile

Cidadãos não se deixarão intimidar por ameaças de violência, dizem bispos chilenos. Encapuzados atacaram inicialmente …