Página Inicial / Animação Litúrgica / 25º Domingo do Tempo Comum(20.09)

25º Domingo do Tempo Comum(20.09)

– 25º Domingo do Tempo Comum – Mês da BÍBLIA

Ano A – cor verde – 20/09/2020

1. Saudação Presidente – Queridos irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos a este encontro fraterno para celebrarmos nossa vida e nossa fé no Cristo Ressuscitado. Na celebração de hoje, o Pai, o mais justo e bom “patrão”, nos chama a aprofundar o sentido da sua aliança conosco. Esta aliança é o dom gratuito do seu amor, selado em Jesus Cristo, por sua morte e ressurreição. Reunidos no amor da Trindade Santa, façamos o sinal de nossa fé. Em nome do Pai… Presidente – Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus…
Animador(a) – A liturgia deste domingo nos ajuda a fazer uma reflexão sobre a situação em que vivemos e nos aponta caminhos na perspectiva do patrão que saiu a contratar operários, desde a primeira hora, para trabalhar na sua vinha. A vinha, símbolo do povo de Israel, tem a missão de garantir vida e segurança para todos. O Senhor a cerca e cuida dela para que produza frutos. Vamos, neste momento, trazer presente os fatos e acontecimentos que marcaram a semana que passou.
2. Deus nos perdoa; Presidente – Converter-se é mudar de atitude e voltar aos caminhos do Senhor. De coração arrependido, inclinemos nossa cabeça e reconheçamo-nos necessitados da misericórdia do Pai. (Silêncio) Peçamos perdão, cantando.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos ao Pai, por todos os serviços que a Igreja de Cristo e outras instituições prestam às comunidades, à sociedade, aos pobres e injustiçados. Cantemos..
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Pai, Vós sois generoso e justo e dais alegria sem medida a todos os que se deixam atrair por vós. Abri os nossos corações para acolhermos a gratuidade do Vosso amor, para aceitarmos o convite de Vosso Filho Jesus e trabalharmos generosamente em Vossa vinha. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura do Livro do Profeta Isaías (55, 6-9)
6. Salmo Responsorial (144) (CD Cantando os Salmos – Ano A) O Senhor está perto da pessoa que o invoca! (bis)
7. Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses (1, 20c-24.27a)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus (20, 1-16a)
9. Partilha da Palavra
10. Profissão de Fé – Presidente – No Deus que nos chama a participar da Sua própria vida e nos oferece a salvação, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
11. Preces da Comunidade Presidente – Ao Pai, que é bondade e misericórdia, apresentemos os nossos pedidos. A cada prece cantemos: “Ouvi Deus de amor, nosso clamor!” (bis) (Ofício Divino das Comunidades)
12. Apresentação dos Dons
Animador(a) – Somos chamados a participar da “vinha do Senhor”. Uns desde a manhã, uns ao meio dia e outros no final do dia. Todos somos convidados a participar do banquete da vida, por Ele oferecido generosamente. Apresentemos ao Altar do Senhor o nosso compromisso de estarmos a serviço da vinha do Senhor por meio das diversas equipes, pastorais, ministérios, movimentos e outros serviços realizados na Igreja.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
13. Louvação Presidente – Louvemos ao Senhor nosso Deus, por todas as suas manifestações de bondade e de misericórdia e por tantas pessoas que praticam a justiça.
14. Pai Nosso Presidente – O Reino dos Céus é dom de Deus que nos chama a participar da vida plena. Como filhos e herdeiros desse Reino, rezemos como Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
15. Abraço da Paz
Animador(a) – Paz é igualdade, justiça, trabalho e pão para todos. Com um gesto de comunhão fraterna, rezemos em silêncio pela paz.
16. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Pai de bondade, renovados por esta celebração, nós Vos agradecemos e pedimos: ajudai-nos para que busquemos sempre a Vossa justiça e promovamos a paz em nossa comunidade. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
17. Breves Avisos
18. Bênção
Presidente – O Senhor esteja convosco. Ele está
no meio de nós.
– Abençoe-vos o Deus Todo-Poderoso: Pai e Filho
e Espírito Santo. Amém.
– Glorificai o Senhor com vossa vida, promovendo
a justiça e a paz. Ide em paz e que o Senhor vos
acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
Vimos que na primeira leitura o profeta Isaías pronuncia palavras tão magníficas que chegam a ser incríveis. O Senhor tem um modo de planejar e agir diferente do nosso. A perspectiva da humanidade está rente ao chão, mas o plano e o pensamento de Deus vão muito além. Os nossos caminhos não são os caminhos de Deus. O caminho de Deus é cheio de ternura e ele é pródigo em perdoar. No Salmo rezamos que o Senhor é grande, merece louvor, por sua imensa misericórdia, paciência, compaixão, bondade e justiça! Sua ternura abraça toda criatura! O Senhor é justo em seus caminhos e fiel em todas as suas obras. Ele está perto de quem o invoca com lealdade. Louvemos o Senhor nosso Deus pelos sinais do Reino, criando raízes em nossas igrejas e na sociedade atual! Paulo está preso e correndo perigo de morte. Sua reflexão é: “Uma só coisa importa: Viver à altura do Evangelho de Cristo!” Para ele a vida é importante devido à sua missão, e a morte é atraente pela fé no encontro com a bondade e a ternura de Deus. Morrer é estar com Cristo! A grande escolha é viver bem, ser uma força positiva no mundo, ter uma vida que faça sentido e seja anúncio da Boa-Notícia de Jesus Cristo. A norma da vida aqui não é ditada pelos homens, mas sim, pelo Evangelho. Paulo constata a estrita relação entre anunciar o Evangelho e doar a própria vida. A parábola do bom patrão mostra que Jesus estava muito engajado e por dentro da vida e do sofrimento do seu povo. Mostra também que ele é um profeta, porque, do cotidiano da vida ele arranca a novidade de sua mensagem, indo além da realidade. Com essa parábola, Jesus nos revela quem é Deus: Pai bondoso que age além da justiça e da compreensão humana. O importante é que todos tenham o necessário para viver bem e serem felizes. Na justiça do Reino de Deus, não há lugar para discriminações.

Leituras da Semana
2ª feira: Ef 4,1-7.11-13; Sl 18; Mt 9,9-13
3ª feira: Pr 21,1-6.10-13; Sl 118; Lc 8,19-21
4ª feira: Pr 30,5-9; Sl 118; Lc 9,1-6
5ª feira: Ecl 1,2-11; Sl 89; Lc 9,7-9
6ª feira: Ecl 3,1-11; Sl 143; Lc 9,18-22
Sábado: Ecl 11,9-12,8; Sl89; Lc 9,43b-45
Domingo: Ez 18,25-28; Sl 24; Fl 2,1-11; Mt 21,28-32

Você pode Gostar de:

23º Domingo do Tempo Comum(06.09)

– 23º Domingo do Tempo Comum –`Mês dedicado a BÍBLIA Ano A cor verde – …