Página Inicial / Animação Litúrgica / Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo (24.12)

Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo (24.12)

NATAL DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Ano B – XXX cor branca ou dourada – 24 e 25/12/2020

1. Saudação
Presidente – Irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos! Celebrando hoje o Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, somos chamados a contemplar o Mistério da Encarnação do Filho de Deus em nossa humanidade. Natal é Deus que vem ao nosso encontro. Sua vinda desperta em todos nós uma grande alegria. Jesus que nasce em uma simples manjedoura é a Palavra de Deus que se faz carne e veio morar entre nós. Exultemos de imensa alegria! Cheios de alegria pelo nascimento do nosso Salvador, façamos o sinal de nossa fé. Em nome do Pai…
Presidente – O Senhor que encaminha os corações para o amor de Deus e a constância de Cristo, esteja convosco. Bendito seja Deus…
Animador(a) – Hoje, celebramos com alegria o encontro do divino com o humano, a Aliança que Deus fez conosco. A glória do Senhor nos envolve em luz e ilumina nossas sombras da morte. Exultemos de alegria em um canto de glória a Deus que habita o mais alto dos céus e que está no meio de nós, amando-nos e entregando-nos a Paz que é seu próprio Filho. É Natal!
2. Proclamação do Natal
Duas pessoas ladeadas por velas entoam da Mesa da Palavra a Proclamação do Natal que acontece somente na noite do dia 24/12.
3. Entrada da imagem do Menino Jesus Terminada a Proclamação do Natal, três crianças com vestes simbolizando os pastores de ovelhas, entram pelo corredor central da Igreja, tocando uma campainha ou sineta, em seguida um casal com a imagem do Menino Jesus e um grupo de crianças vestidas de anjos, cantando Noite Feliz. A imagem é colocada no presépio ou em lugar apropriado.
4. Hino do Glória
Presidente – Assim como os anjos glorificaram ao Senhor pelo nascimento do Seu Filho Jesus, glorifiquemos também nós, ao nosso Deus, cantando o Hino do Glória.
5. Oração Presidente – Oremos -(silêncio) – Ó Deus, que fizestes resplandecer esta noite santa com a claridade da verdadeira luz, concedei que, tendo vislumbrado na terra este mistério, possamos gozar no céu sua plenitude. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
As comunidades que celebram no dia 24/12 até às 18h, as leituras são: Isaías 62,1-5; Salmo 88; Atos dos Apóstolos 13,16- 17.22-25; Mateus 1,1-25; Celebração da Aurora (antes do sol nascer): Isaias 62,11-12; Salmo 96; Tito 3,4-7; Lucas 2,15-20; Celebração do dia 25/12: Isaías 52,7-10; Salmo 97; Hebreus 1,1-6; João 1,1-18.
6. Leitura do Livro do Profeta Isaías (9, 1-6)
7. Salmo Responsorial (95) (Daniel De Angeles) Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor. (bis)
8. Leitura da Carta de São Paulo a Tito (2, 11-14)
9. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (2, 1-14)
10. Partilha da Palavra
Nossa resposta
11. Profissão de Fé
Presidente – No Deus, Pai de bondade, que enviou para nós o Salvador, professemos nossa fé. Creio em Deus Pai…
12. Preces da Comunidade Presidente – Cheios de alegria e de renovada esperança, elevemos a Deus nossos pedidos, cantando após cada prece. Acolhei nossa prece Senhor! Sobre nós derramai vosso amor!(A. Cangiani)
13. Apresentação dos Dons Animador(a) – Jesus veio a nós entre os pobres e humildes, para que acolhendo-O, acolhamos também aqueles que são os seus preferidos. Partilhemos nossos bens e nossos dons para que a alegria de sua vinda seja plena em todos. Apresentemos ao altar do Senhor o que temos e o que somos para doar aos mais necessitados de nossa comunidade.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
14. Louvação
Presidente – Demos graças e louvores ao Senhor nosso Deus, pela salvação oferecida em Cristo Jesus, cantando.
Deus nos faz irmãos
15. Pai Nosso Presidente – Unidos, como filhos e filhas do nosso Pai Criador, rezemos, confiantes, a oração que Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
16. Momento da Paz Animador(a) – O anúncio dos anjos faz dos humildes pastores as primeiras testemunhas da realização do projeto de Deus: o projeto de mandar a nós quem nos liberte de verdade. Rezemos, em silêncio, pela paz.
17. Oração
Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus da vida, o Verbo se fez carne e habitou entre nós por obra do Vosso Santo Espírito. Dai-nos a graça, neste Natal, de aprofundar nossa fé em tão grande mistério e crescer cada vez mais no Vosso amor. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
18. Breves Avisos
19. Mensagem de Natal
Natal é uma festa espiritual em que a manjedoura do nosso coração e da nossa comunidade eclesial deverá estar aberta para acolher o Deus Menino e os nossos irmãos e irmãs. Assim, a alegria, a paz e a felicidade estarão em nosso meio. O primeiro Natal foi simples, humilde, com fé e amor no coração de José e de Maria. Foi lá que a estrela brilhou e os anjos cantaram: “Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra a todas as pessoas de boa vontade”. Queridos irmãos e irmãs, que os anjos cantem em sua vida, pois Deus se deixa encontrar por aqueles que realmente o procuram, como os sábios magos do Oriente. E que a Estrela de Belém mostre o verdadeiro caminho que dá sentido à vida, a fim de que os filhos e filhas de Deus não se sintam sozinhos e esquecidos. Feliz Natal! Que Jesus o abençoe e que a Virgem Maria e São José cuidem de sua família, hoje e sempre. Amém! Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias
20. Bênção
Presidente – O Deus de infinita bondade, que, pela encarnação do Seu Filho, expulsou as trevas do mundo e, com seu glorioso nascimento, transfigurou esta noite santa (este dia santo), expulse dos vossos corações as trevas dos vícios e vos transfigure com a luz das virtudes. Amém.
– Abençoe-vos Deus Todo-Poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– Feliz Natal a todos! Ide em paz e que o Deus Menino vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
A primeira leitura da solenidade de hoje é uma profecia messiânica de Isaías. O texto lido hoje foi escrito setecentos anos antes do nascimento de Jesus, quando os pequenos reinos, entre eles os Estados de Israel e de Judá estavam ameaçados pela expansão do Império Assírio. No meio da ameaça e da desgraça iminente, Deus faz surgir o profeta Isaías. Quando tudo parece levar ao desespero, aparece o profeta anunciando luz para quem vivia nas trevas. Nasce nova esperança para o povo de Israel, oprimido pelos assírios. Deus vai agir. Ele virá para salvar e haverá novamente a alegria, a esperança encontrase na chegada de um novo rei, um menino que recebe títulos messiânicos: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da paz. A segunda leitura é extraída da carta de Paulo a Tito. O apóstolo dá uma série de conselhos a Tito para que ele possa coordenar bem a comunidade de Creta. Encontramos o testemunho de quem se deixou transformar pelo mistério da vinda de Deus em nossa carne. O evangelho, narrado pelo evangelista Lucas, relata o nascimento de Jesus Cristo, porém não só é relatada a história do nascimento, mas expõe seu significado salvífico. Lucas situa a notícia do nascimento em um contexto histórico quando menciona César Augusto, imperador de Roma, Quirino, governador da Síria e o recenseamento. Ele, porém, não parece tão preocupado com a exatidão dos fatos. José e Maria, cumpridores da lei, viajam para Belém da Judéia, cidade dos antepassados de José. Jesus nasce na pequena cidade de Belém, cidade de Davi. Com essa informação, Lucas situa o nascimento de Jesus dentro da história da salvação. Jesus nasce pobre. Os primeiros que recebem a notícia de seu nascimento são os simples pastores. Os pastores eram, em geral, pobres e, até certo ponto, renegados, considerados ignorantes, indisciplinados e sujos. A “Boa Nova” é dada aos pobres que esperavam pela salvação de Deus. É por meio dos humildes pastores que a mensagem de salvação chega a todo o povo de Israel. Viver a espiritualidade do Natal significa reconciliar-se totalmente com nossa realidade humana, pessoal e social. Reconhecer Jesus “deitado mas palhas da manjedoura” nos chama a reencontrar nosso jeito de ser, nossas fragilidades e problemas, unindo a ele o mais profundo da nossa condição humana. Ser seguidor ou seguidora de Jesus Cristo é ser capaz de se comprometer com um Natal sem fome, uma vida sem dor, sem miséria, sem doenças, sem guerras, sem dominadores e dominados, sem violência, sem armas, sem corrupção… A glória de Deus é a pessoa viva. Que se torne realidade o anúncio pascal desta noite. Somos co-responsáveis por isso.

Você pode Gostar de:

Festa da Sagrada Familia (27.12)

Ano B – XXX – cor branca ou dourada – 27/12/2020 1. Saudação Presidente – …