Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia do 4º Domingo de Páscoa 25.04.2021

Liturgia do 4º Domingo de Páscoa 25.04.2021

“Ficai sabendo que é pelo poder de Jesus Cristo Aquele que vós crucificastes!”

1.Acolhida
Jesus é o “Bom Pastor”, aquele que dá a sua vida pela salvação do rebanho, que não foge do lobo assassino! A morte de Jesus na Cruz tem muito a ver com satanás! Mas Jesus não fugiu do sofrimento; pelo contrário, assumiu a Cruz e toda a gama de sofrimentos que sua paixão compõe o cálice da redenção.
E todo o sofrimento de jesus foi para resgatar os seres humanos, agora, seus filhos adotivos! O sofrimento da cruz foi a moeda do resgate que Jesus pagou para nossa salvação. Fomos resgatados pelo Sangue de Jesus!
E o Apóstolo Pedro, cheio de coragem, acrescenta: O milagre que assististes, é obra de Jesus que foi crucificado pela vossa maldade, mas Deus o ressuscitou e constituiu Senhor e Juiz dos vivos e dos mortos!”

2.Palavra de Deus
At 4,8-12 – Os Apóstolos, Pedro e João, foram interrogados pelos sumos sacerdotes, querendo saber com que autoridade faziam os milagres e curas no meio do Povo. E Pedro, cheio de coragem, afirma solenemente: ”Ficai sabendo todos vós, todo o povo de Israel, que é pelo nome e poder de Jesus de Nazaré que vós crucificastes e Deus Pai ressuscitou dos mortos!”
1Jo 3,1-2 – O amor de Deus é tão grande que nos fez a todos seus filhos adotivos. e somos de fato! Esta graça é imensa e nós nem avaliamos sua grandeza, mas quando Ele se manifestar, nós o veremos como Ele é e seremos como Ele é ressuscitado!
Jo 10,11-18 – O amor de Jesus se traduz num símbolo sugestivo e bem conhecido do Povo de Israel, povo de pastores – “Eu sou o bom Pastor, aquele que dá sua vida em defesa de suas ovelhas…”

3.Reflexão
O paralítico foi curado pelo poder de Jesus, aquele que vós crucificastes, mas Deus o ressuscitou!
E hoje Ele opera essas maravilhas diante de vós, os assassinos! O poder de Jesus se manifesta nas palavras do Apóstolo Pedro! São dois milagres ao mesmo tempo: A cura do paralítico e a coragem de Pedro que defende Jesus, como único poder salvador: “Em nenhum ouro há salvação debaixo do céu… não existe outro nome no qual possamos ser salvos!”
Este Jesus, que Deus exaltou, revelou-nos a grande graça da filiação adotiva como filhos de Deus. E o Apóstolo João afirma com alegria: “E nós somos de fato filhos adotivos de nosso Deus!” Esta é uma verdade que foge à nossa mente humana, mas quando Ele aparecer, nós seremos como Ele: gloriosos e brilhantes; e, acrescentou corajosamente: “E seremos como Ele…brilhantes e gloriosos como Jesus ressuscitado!”
Jesus apresenta-se como “Bom Pastor”, aquele que dá sua vida em defesa do rebanho! Ele não teme os lobos vorazes, luta contra eles e os derrota! A ressurreição de Jesus e ponto de mudança: A energia divina está em seu corpo ressuscitado e é garantia de vitória de nosso Deus. Por isso, as festividades da Páscoa são fonte de alegria e de paz. É a festa da misericórdia e do poder vencedor de nosso Deus!
A Páscoa é a revelação do poder e da misericórdia divinas: Jesus, agora, é portador do poder divino e revelador de sua grande e infinita misericórdia! Domingo passado celebramos o Domingo da divina Misericórdia! Vivamos a alegria de ser salvos por Jesus!

“Ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo!”
FREI CARLOS ZAGONEL

Você pode Gostar de:

Motu Proprio do Papa sobre Ministério de Catequista

Sala de Imprensa do Vaticano anunciou que na terça-feira, 11 de maio, será apresentado à …