Página Inicial / Notícias / Paróquia Universitária São José Operário apresenta seu brasão

Paróquia Universitária São José Operário apresenta seu brasão

A Paróquia Universitária São José Operário apresenta seu brasão:

A cunhagem de um brasão é tradição dentro da Igreja Católica há séculos e tem como finalidade tornar visível os elementos que constituem a missão e as características de quem o possui, seja ele Papa, Bispo, Padre e até mesmo uma Paróquia. Em outras palavras, no brasão está gravado a identidade, a essência de quem o possui. No âmbito eclesial, o brasão exemplifica a missão divina dada por Deus àquele Papa, Bispo, Padre ou Paróquia.
O Brasão da Paróquia Universitária São José Operário é transpassado, desde o topo até a base, pela a Cruz, Sinal Régio de Cristo e símbolo de eleição de todo cristão. Em sua parte superior, toma forma de Cruz Patriarcal, indicando pertença a uma arquidiocese e, no centro, marca e divide, as quatro partes do escudo.
Um florescer de Lírios envolve a Cruz, lembrando-nos de uma tradição que vem de um dos escritos Apócrifos, segundo o qual, o Sumo Sacerdote teria reunido os jovens de Jerusalém para saber qual deles seria o pai do Messias prometido. Cada um tinha um bastão de madeira; e a resposta de Deus seria dada pela flor que brotaria de um bastão de um dos jovens, o que teria acontecido com o bastão de José.
Tal florescer do lírio em meio a cruz, também nos recorda que, mesmo sendo considerada “seca”, a cruz é fonte de vida nova e pura; e a vida de São José fora sem dúvidas, uma vida marcada pela cruz (Mt 1, 18-19) como comenta S. Jerônimo: “José, sabendo da castidade de Maria, mas atônito por sua gravidez, prefere calar-se diante de um mistério que não compreendia” (S. Jerônimo, In Matth. 1, 19).
Por outro lado, o Lírio Branco, como sinal de pureza e santidade, pertence por excelência a Maria e, logo em seguida, a São José. Essa pureza alcança neles a amplitude do estar todo aberto para Deus, da mesma forma com que o lírio fica, quando está totalmente florido. De fato o grau máximo da pureza é: ser de Deus por completo; é deixar Ele agir em nós conforme a Sua Santa Vontade.
A cor marrom simboliza a simplicidade e a humildade de São José, bem como a sua atitude de servo perante Jesus e Maria. Marrom também é a cor da vestimenta de carpinteiro, profissão que São José desempenhou e ensinou Jesus durante o tempo que esteve nesse mundo.
No primeiro quartel superior está gravado o Sagrado Coração de Jesus nas cores prata e dourada para nos recordar o que diz um antigo hino da Igreja, da Solenidade do Sagrado Coração: “Ninguém se afaste do amor do vosso bom Coração. Buscai, nações, nesta fonte as graças da remissão”. A prata representa a sabedoria divina e, o ouro, o amor divino para com os homens. É através do Sagrado Coração de Jesus que sentimos o seu amor divino e contemplamos a sua Sabedoria.
Do lado oposto inferior, está a gravura do Imaculado Coração de Maria, como que em ressonância com o Sagrado coração de Jesus. Ambos representando a força intercessora diante de Deus para com as almas, assim como estiveram no calvário.
Por fim a faixa por sob o escudo trás o nome da Paróquia Universitária São José Operário.
Nas extremidades a data de criação: 02/03/1968.
Na parte inferior o nome da cidade: Cuiabá – Mt.

 

 

Você pode Gostar de:

Novena de São Padre pio de Pietrelcina – Paróquia Universitária São José Operário

Paróquia Universitária São José Operário convida para a Novena de São Padre pio de Pietrelcina …