Página Inicial / Animação Litúrgica / 4º Domingo do Tempo Comum (30.01)

4º Domingo do Tempo Comum (30.01)

Ano C – cor verde – 30/01/2022

1. Saudação Presidente – Amados irmãos e irmãs em Cristo, sejam todos bem-vindos! Hoje somos chamados a sermos profetas da esperança e acolher a proposta de anunciar e testemunhar o Reino de Deus em meio as dificuldades da caminhada. O Senhor nos garante: “Não tenha medo, Eu estarei com você para protegê-lo”. Em comunhão com toda a Igreja profética, que hoje celebra o Dia do Senhor, façamos o sinal que nos identifica como seguidores de Cristo. Em nome do Pai…
Presidente – O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, esteja convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Os Domingos do Tempo Comum têm a função de ajudar o cristão a compreender quem é Jesus e quais os desdobramentos do segmento. O projeto de vida de Jesus deve ser também o projeto de todos nós cristãos. Ser profeta não é falar sobre o futuro, mas ajudar a comunidade de fé a caminhar rumo à concretização da vida divina em seu meio. Vamos trazer presente nesta Celebração os fatos que marcaram a semana que passou em nossas famílias, na comunidade e na sociedade. (Recordação da vida).
2. Deus nos perdoa Presidente – Em Jesus Cristo, Deus manifesta a Sua bondade e compaixão a todas as pessoas. Abramos o nosso coração ao arrependimento e peçamos perdão de nossas faltas e omissões (silêncio). Confessemos os nossos pecados.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos o Senhor nosso Deus que enviou Seu Filho Jesus Cristo, como o profeta das nações, rezando ou cantando o Hino do Glória.
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus, na pessoa do profeta rejeitado pelos seus, manifestais o drama da humanidade que recusa a Salvação. Dainos um coração aberto à Vossa verdade e fazei que a Vossa Igreja nunca desanime no anúncio do Evangelho. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura do Livro do Profeta Jeremias (1, 4-5.17-19)
6. Salmo Responsorial (70) (CD Cantando os Salmos – Ano C) Minha boca anunciará todos os dias, vossas graças incontáveis, ó Senhor. (bis)
7. Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios (12, 31-13,13)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (4, 21-30)
9. Partilha da Palavra
Nossa resposta
10. Profissão de Fé Presidente – No Deus da vida que nos chama e nos envia a sermos profetas anunciadores do Vosso Reino, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
11. Preces da Comunidade Presidente – Confiantes no amor misericordioso do Pai, dirijamos a Ele os nossos pedidos. Após cada prece, respondamos: Atendei nossa prece, ó Deus da vida.
12. Apresentação dos Dons
Presidente – A comunidade que se compromete com Jesus deve ser capaz de deixar a competição, a busca de sucesso e autopromoção para unirse profeticamente nos serviços, nas lutas que tornam reais a arte de amar, a prática da justiça, dos direitos iguais, da solidariedade e da partilha. Apresentemos ao Altar do Senhor os gestos de amor e doação vividos por todos nós, membros da comunidade, em nossas famílias, na Igreja e na sociedade.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
13 Louvação Presidente – Agradecidos, cantemos, louvando o Senhor nosso Deus porque Ele sempre nos acompanha na missão de anunciar o Seu Reino e denunciar tudo o que fere a dignidade humana.
Deus nos faz irmãos
14. Pai Nosso Presidente – Confiantes no Deus que nos encoraja a seguir o caminho da nossa missão profética, dirijamo-nos a Ele como Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
15. Momento da Paz Presidente – Todo cristão é chamado a ser instrumento da paz desejada por Deus, que se manifesta no cuidado com a vida dos irmãos e irmãs mais frágeis e com a nossa casa comum. Rezemos, em silêncio, pela paz.
16. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Nesta celebração, ó Deus, Vosso povo esteve reunido alimentandose do mesmo alimento. Vivendo também unidos como Jesus nos pediu, possamos fazer o bem e assim colaborar para a salvação do mundo. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
17. Breves Avisos
18. Bênção Presidente – O Senhor vos abençoe e vos guarde. Amém. – O Senhor faça brilhar sobre vós a sua face e vos seja favorável. Amém. – O Senhor dirija para vós o seu rosto e vos dê a paz. Amém. – Abençoe-vos o Deus Todo-Poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. – Anunciem a todos a Boa Notícia. Denunciem todo tipo de mal que existe no mundo. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
Este Domingo apresenta a dimensão profética do seguimento a Jesus Cristo e a necessidade de iluminar a atuação dos discípulos e discípulas com a caridade. Na comunidade cristã, diversos são os serviços, ministérios e carismas, mas todos necessitam ser vivenciados com a força do profetismo e do amor que emanam da experiência do próprio Senhor. Jesus, que é o Filho de Deus, assume para si a condição de profeta. Em seu ministério público, procura levar a todas as pessoas a caridade que brota do seio da Trindade e realiza essa missão por meio de suas palavras e atitudes, que culmina no amor perfeito que se doa até o fim aos seus discípulos, amigos e irmãos (Jo 13,1ss). Em suas atitudes, o Senhor quer mostrar que, sem a caridade, nada faz sentido na vida do ser humano e na atuação profética. A caridade deve iniciar sua atuação a começar do coração do próprio discípulo; quanto mais o coração deste for iluminado pela atuação caritativa de Jesus Cristo, mais se poderá perseverar na amizade com o Senhor e viver modelando a vida em sintonia com o ser profético. As leituras deste 4° Domingo do Tempo Comum ajudam a perceber que o profetismo e a caridade não são dois elementos independentes, mas que necessitam estar unidos para atingir a sua eficácia na sociedade. Como ensina o Apóstolo: “Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, mas se não tivesse caridade, eu não seria nada” (1Cor 13,2), ou seja, a caridade é o fundamento para todas as realidades e para as ações realizadas pelos cristãos, e sem ela tudo perde o seu sentido. A caridade, fundamentada em Deus, e vivenciada segundo o exemplo de Jesus Cristo, ajuda o cristão a perceber que nas dificuldades encontradas ao longo da missão será sempre Deus quem o sustenta, assim como foi com o profeta Jeremias e durante os momentos de dificuldades enfrentados pelo Senhor. Ser profeta não é falar sobre o futuro, mas ajudar a comunidade de fé a caminhar rumo à concretização da vida divina em seu meio. Pelo Batismo, os cristãos são configurados a Jesus Cristo Sacerdote, Profeta e Rei, e devem por meio de suas vidas, fazer com que a mensagem evangélica encontre solo para frutificar, permitindo que a vontade divina se concretize. Este domingo, além de mostrar a dimensão profética do seguimento cristão, também mostra que todos devem estar cheios da caridade para enfrentar as oposições que aparecem ao longo do caminho. Roteiros Homiléticos – Ano C – 20121/2022

Leituras da Semana
2ª feira: 2Sm 15,13-14.30; 16,5-13a; Sl 3; Mc 5,1-20
3ª feira: 2Sm 18,9-10.14b.24-25.30-19,3; Sl 85; Mc
5,21-43
4ª feira: Ml 3,1-4: Sl 23; Hb 2,14-18; Lc 2,22-40; Lc
2,22-32
5ª feira: 1Rs 2,1-4.10-12; 1Cr 29,10-12; Mc 6,7-13
6ª feira: Eclo 47,2-13: Sl 17; Mc 6,14-29
Sábado: 1Rs 3,4-13; Sl 118; Mc 6,30-34
Domingo: Is 6,1-2a.3-8; Sl 137; 1Cor 15,1-11; Lc 5,1-11

Você pode Gostar de:

3º Domingo do Advento(12.12)

3º Domingo do Advento – cor roxa ou rósea – 12/12/2021 1. Saudação Presidente – …