Página Inicial / Animação Litúrgica / 3º Domingo do Tempo Comum (23.01)

3º Domingo do Tempo Comum (23.01)

Ano C – cor verde – 23/01/2022

1. Saudação Presidente – Amados irmãos e irmãs, bem-vindos a este encontro fraterno. Após Jesus realizar o seu primeiro sinal, como a liturgia contemplou no último domingo, a comunidade cristã inicia a sua caminhada junto ao Senhor, por meio da qual, percorrendo as cidades da Galileia, poderá aprender afetiva e efetivamente quem é Jesus. Celebramos hoje o Domingo da Palavra de Deus instituído pelo Papa Francisco em 2019 através do Motu Próprio Aperuit Illis (2019). Neste dia consagrado ao Senhor, somos chamados a fixar os olhos no Salvador, que nos apresenta seu programa de vida e ação: anúncio da BoaNova aos pobres e aos que se abrem ao dom de Deus. Reunidos como família de irmãos e irmãs, façamos o sinal de nossa fé. Em nome do Pai…
Presidente – O Senhor que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo esteja convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Neste dia, a Igreja convida todos os cristãos a realizar o exercício de escutar a Palavra de Deus, tema presente de modo claro nas leituras da Escritura. Para celebrarmos o Mistério Pascal de nossa fé em nossa vida de comunidade, vamos trazer presente os fatos que marcaram a semana que passou, unidos pela ação do Espírito Santo que nos impulsiona para a missão. (Recordação da vida).
2. Deus nos perdoa Presidente – Em silêncio, pensemos em nossas faltas (silêncio). Confessemos os nossos pecados, cantando.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos ao Deus da vida, rezando o Hino do Glória.
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Pai, vós enviastes o Cristo, rei e profeta, para anunciar aos pobres a feliz notícia do Vosso Reino. Fazei que Vossa Palavra nos congregue em Vossa Igreja e sirva para a salvação de todo o povo. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
4. Leitura do Livro de Neemias (8, 2-4a.5- 6.8-10)
5. Salmo Responsorial (18b) (CD Cantando os Salmos – Ano C – Vol 1) Vossas palavras, Senhor, são Espírito e Vida! (bis)
6. Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios (12, 12-30)
7. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (1, 1-4;4,14-21)
8. Partilha da Palavra
Nossa resposta
9. Profissão de Fé Presidente – No Deus Uno e Trino que enviou Seu Filho Jesus para proclamar a Boa-Nova da salvação, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
10. Preces da Comunidade Presidente – Irmãos e Irmãs, aqui reunidos: “hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabaste de ouvir.” Elevemos ao Deus da vida nossos pedidos e preces para que Ele possa atender as nossas súplicas. Após cada prece, responderemos: Senhor, ouvi nossa prece.
11. Apresentação dos Dons Presidente – O anúncio da Palavra de Deus é uma Exigência da Evangelização, onde há espaço para todos. Todos podem contribuir, cada um com seu dom. Apresentemos ao Altar do Senhor a vida e o compromisso de todos nós, batizados, no anúncio da Palavra, dentro e fora da comunidade e a cada invocação respondemos: O Espírito do Senhor está sobre nós!
Coleta Fraterna
Ação de Graças
12. Louvação Presidente – Ao Senhor que nos enviou Jesus Cristo para anunciar a Boa Notícia aos pobres e libertar os cativos, elevemos nosso louvor.
Deus nos faz irmãos
13. Pai Nosso Presidente – Guiados pelo Espírito de Jesus e iluminados pela sabedoria do Evangelho, ousamos dizer: Pai Nosso…
14. Momento da Paz Presidente – “Deus quer que sejamos pacíficos e conformes e que perseveremos em nossa condição de renascidos para uma vida nova”. Neste sentido, rezemos em silêncio pela paz.
15. Oração Presidente – Oremos -(silêncio) – Senhor, poderoso e bom, com alegria ganhamos a graça de nova vida, vida de amor e união. Fazei-nos, agradecidos, anunciar pelo mundo os dons que recebemos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
16. Breves Avisos
17. Bênção Presidente – A paz de Deus, que supera todo o entendimento, guarde vossos corações e vossas mentes no conhecimento e no amor de Deus e de seu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo. Amém. – Abençoe-vos Deus Todo-Poderoso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. – A alegria do Senhor seja a vossa força: ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
A liturgia deste domingo coloca no centro da nossa reflexão a Palavra de Deus: ela é, verdadeiramente, o centro à volta do qual se constrói a experiência cristã. Essa Palavra não é uma doutrina abstrata, para deleite dos intelectuais; mas é, primordialmente, um anúncio libertador que Deus dirige a todos os homens e que encarna em Jesus e nos cristãos. Cristo é apresentado como a Palavra que se faz pessoa no meio dos homens, a fim de levar a libertação e a esperança às vítimas da opressão, do sofrimento e da miséria. Sugere-se, também, que a comunidade de Jesus é a comunidade que anuncia ao mundo essa Palavra libertadora. Neste texto em particular, Jesus manifesta de forma bem nítida a consciência de que foi investido do Espírito de Deus e enviado para pôr fim a tudo o que rouba a vida e a dignidade do homem. A nossa civilização, há vinte e um séculos que conhece Cristo e a essência da sua proposta. No entanto, o nosso mundo continua a multiplicar e a refinar as cadeias opressoras. Porque é que a proposta libertadora de Jesus ainda não chegou a todos? Que situações hoje, à minha volta, me parecem mais dramáticas e exigem uma ação imediata? Pensemos na situação de tantos imigrantes; pensemos na situação de tantos idosos, sem amor e sem cuidados, que sobrevivem com pensões de miséria; pensemos nas crianças de rua e nos sem abrigo que dormem nos recantos das nossas cidades; pensemos na situação de tantas famílias, destruídas pela droga e pelo álcool? A comunidade cristã, nascida da Palavra de Deus, se reúne para partilhar a mesma fé e partir o pão da Eucaristia. Ao lado do pão consagrado, a Palavra ocupa o centro de nossas atenções, ensinando-nos a construir o mundo novo que nasce da partilha dos bens da criação, da mesma forma como Jesus partilha seu corpo entre os membros da comunidade. Celebrar a Eucaristia é fazer memória da prática libertadora de Jesus. O que ele anunciou na sinagoga de Nazaré realiza-se no hoje de nossa caminhada eclesial. A Eucaristia é o lugar para o qual convergem e se fecundam o programa de Jesus e a caminhada das comunidades cristãs. (Disponível em: http://www.dehonianos.org/portal/03odomingo-do-tempo-comum-ano-c0/)

Leituras da Semana
2ª feira: 2Sm 5,1-7.10; Sl 88; Mc 3,22-30
3ª feira: At 22,3-16; At 9,1-22; Sl 116; Mc 16,15-18
4ª feira: 2Tm 1,1-8; Tt 1,1-5; Sl 95; Lc 10,1-9
5ª feira: 2Sm 7,18-19.24-29; Sl 131; Mc 4,21-25
6ª feira: 2Sm 11,1-4a.5-10a.13-17; Sl 50; Mc 4,26-34
Sábado: 2Sm 12,1-7a.10-17; Sl 50; Mc 4,35-41
Domingo: Jr 1,4-5.17-19; Sl 70; 1Cor 12,31-13,13; Lc
4,21-30

Você pode Gostar de:

5º Domingo da Quaresma (03.04)

Ano C – cor roxa – 03/04/2022 1. Saudação Presidente – Sejam todos bem-vindos a …