Página Inicial / Animação Litúrgica / 8º Domingo do Tempo Comum (27.02)

8º Domingo do Tempo Comum (27.02)

8º Domingo do Tempo Comum

Ano C – 8º Domingo do Tempo Comum – cor verde – 27/02/2022

1. Saudação Presidente – Queridos irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos! Estamos reunidos para fazer memória da Páscoa do Senhor, neste dia em que Ele nos convida a uma atitude sincera em nosso modo de ser e de agir. Esses domingos foram marcados pelo caminho do discipulado de Jesus: contemplar a Sua pessoa, escutar o chamado, prestar atenção aos sinais realizados e permitir que a Palavra de Deus seja semeada no coração humano. Com o coração aberto para acolher estes ensinamentos, façamos o sinal de nossa fé. Em nome do Pai…
Presidente – A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai, e a força do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Reconhecendo todo amor e bondade de Deus por nós Seus filhos e filhas, e na alegria de estarmos reunidos em comunidade, somos convidados a caminhar juntos com o Senhor Jesus. Nossas atuais comunidades cristãs precisam estar atentas para não caírem no mesmo erro daqueles que tentaram se colocar no lugar de Cristo Mestre. Entre os cristãos, não há espaço para pensar quem é o maior ou menor; assim sendo, vamos trazer presente os fatos que marcaram a semana que passou, lembrando nossas famílias, nossas comunidades, a Igreja e o mundo (recordação da vida).
2. Deus nos perdoa Presidente – De coração humilde e arrependido, aproximemo-nos do Deus Justo e Santo e peçamos perdão de nossas faltas e omissões (silêncio). Arrependidos, supliquemos.
3. Hino do Glória Presidente – Glorifiquemos ao Senhor, nosso Deus, que em Jesus manifestou Seu grande amor por nós, rezando o Hino do Glória.
4. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Pai, a Palavra de Jesus é a fonte da sabedoria, que nos ajuda a compreender e amar o nosso próximo. Livrainos da hipocrisia e fazei que não condenemos a ninguém. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
5. Leitura do Livro do Eclesiástico 27, 5-8 (gr. 4-7)
6. Salmo Responsorial (91) (CD Cantando os Salmos – Ano C) Como é bom agradecermos ao Senhor. (bis)
7. Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios (15, 54-58)
8. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (6, 39-45)
9. Partilha da Palavra
Nossa resposta
10. Profissão de Fé Presidente – No Senhor, nosso Deus e Pai, que fortalece a nossa esperança na vida plena, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai…
11. Preces da Comunidade Presidente – Confiantes na bondade de nosso Deus, supliquemos por nossas necessidades. A cada pedido, cantemos: Ó Senhor, Senhor neste dia, escutai nossa prece. (D.R.)
12. Apresentação dos Dons
Presidente – “O fruto revela como foi cultivada a árvore; assim, a palavra nos mostra o coração do homem” (Eclo 27, 7). Por isso, é preciso cuidar do nosso coração para que ele seja bom e produza bondade no mundo. Apresentemos ao Altar do Senhor o esforço de cada um de nós, de nossas famílias e comunidades em fazer a vontade de Deus.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
13. Louvação Presidente – Louvemos e bendizemos ao Senhor por todas as pessoas, equipes, pastorais, movimentos, organizações, instituições… que manifestam ao mundo o amor misericordioso de Deus e promovem o bem nas famílias, comunidades e na sociedade, cantando.
Deus nos faz irmãos
14. Pai Nosso Presidente – Guiados pelo Espírito de Jesus e iluminados pela sabedoria do Evangelho, ousamos dizer. Pai Nosso…
15. Momento da Paz Presidente – Somos chamados e enviados por Jesus para promover a vida e a paz. Em silêncio, rezemos para que o Senhor nos fortaleça nesta missão.
16. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus, já recebemos o alimento da Vossa Palavra, (e da Comunhão) que anima, fortalece e nos convoca a vivê-la. Agora, vos pedimos, alimentai-nos sempre e fazei-nos por ela viver sempre como irmãos e irmãs. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
17. Breves Avisos – Na próxima quarta-feira inicia-se na nossa Igreja o tempo da Quaresma e a Campanha da Fraternidade. Procuremos preparar bem as celebrações, os cantos, os Círculos Bíblicos, os gestos concretos para viver bem este tempo do ano litúrgico.
18. Bênção Presidente – O Deus da vida vos abençoe na sua bondade e infunda em vós a sabedoria da salvação. Amém. – Sempre vos alimente com os ensinamentos da fé e vos faça perseverar nas boas obras. Amém.
– Oriente para Ele os vossos passos, e vos mostre o caminho da caridade e da paz. Amém.
– A bênção do Deus bondoso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– Ide em paz, anunciai a Boa-Nova e que o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

Meditando a Palavra de Deus
A Palavra de Deus nos ensina a viver com dignidade e honestidade. No Evangelho, Jesus nos chama para que sejamos coerentes com nossas atitudes, prudentes e compreensivos com os outros. Viver a Palavra foi e será sempre exigente, porém nos dá a verdadeira liberdade e a paz. Isso posto, diz-nos Jesus. “Pode um cego guiar outro cego? Não cairão os dois em um buraco?” Quem é coerente, prudente e compreensivo “não está cego”, assim pode guiar a outros no bom caminho. Nós nos relacionamos uns com os outros todos os dias, mas o que é que destacamos nesse relacionamento? Muitas vezes, destacamos o que não constrói, o que não ajuda a pessoa a vencer suas limitações… Quando somos, de fato, fraternos, ficamos atentos aos nossos juízos, nem condenamos os outros em suas pequenas falhas, escondendo as grandes falhas que temos. Falta fraternidade quando sempre “achamos que o culpado é o outro”. Quem é bom, demonstra os frutos da bondade, sem vanglória, sem alarde, mas vemos; do mesmo modo, quem não é bom, também conhecemos seus frutos. O livro do Eclesiástico nos ajuda a pensar sobre isso: “O fruto revela como foi cultivada a árvore; assim, a palavra mostra o coração do homem” (Eclo 27,7). É preciso, pois, cuidar do coração para que ele seja bom e produza bondade no mundo. O que Jesus espera de cada um de nós: que saibamos harmonizar nossa vida, ou seja, que nossas palavras e atitudes manifestem o que trazemos no coração. Jesus nos dá um projeto de vida que nos enraíza na rocha firme e inabalável que é Ele. Deixemos, pois, que Ele escreva a lei de seu amor em nosso coração, e, contando com sua graça, progridamos no amor, rebaixando nossos defeitos e fragilidade e exaltando nossa vocação à santidade. (Reflexões e Sugestões Litúrgicas – Deus Conosco 2019)

Leituras da Semana
2ª feira: 1Pd 1,3-9; Sl 110; Mc 10,17-27
3ª feira: 1Pd 1,10-16; Sl 97; Mc 10,28-31
4ª feira: Jl 2,12-18; Sl 50; 2Cor 5,20-6,2; Mt 6,1.16-18
5ª feira: Dt 30,15-20; Sl 1; Lc 9,22-25
6ª feira: Is 58,1-9a; Sl 50; Mt 9,14-15
Sábado: Is 58,9b-14; Sl 85; Lc 5,27-32
Domingo: Dt 26,4-10; Sl 90; Rm 10,8-13; Lc 4,1-13

Você pode Gostar de:

3º Domingo do Advento(12.12)

3º Domingo do Advento – cor roxa ou rósea – 12/12/2021 1. Saudação Presidente – …