Página Inicial / Animação Litúrgica / 2º Domingo da Páscoa (24.04)

2º Domingo da Páscoa (24.04)

2º Domingo da Páscoa
Ano C – XXXII – cor branca – 24/04/2022

1. Saudação Presidente – Bem-vindos queridos irmãos e irmãs em Cristo a este encontro fraterno. É com alegria que nos reunimos para fazer memória da Páscoa de Cristo. Nesta Liturgia, somos convidados a perceber a comunidade como espaço privilegiado de encontro com Jesus Ressuscitado. E a exemplo do Apóstolo São Tomé, somos convidados a renovar a nossa fé no Mistério Pascal de Cristo: Paixão, Morte e Ressurreição. Repletos das alegrias pascais saudemos a Trindade Santa. Em nome do Pai…
Presidente – A Misericórdia do Pai, o amor do Filho e a fortaleza do Espírito Santo, estejam convosco. Bendito seja Deus…
Presidente – Celebramos hoje o “Domingo da Divina Misericórdia” e ser misericordioso é próprio de Deus que, pela Sua misericórdia, manifesta a força do seu amor. Estamos em comunhão com todos os romeiros que manifestam a sua devoção a Maria no Convento da Penha e trazemos presente outros fatos e acontecimentos que marcaram a semana que passou (recordação da vida).
2. Acendimento do Círio Pascal
3. Deus nos perdoa Presidente – A misericórdia de Deus nos é revelada nos gestos de Jesus para com todos, e hoje, especialmente, para com as pessoas que assim como Tomé, não acreditam na Ressurreição como um Mistério da nossa fé (silêncio). Confessemos os nossos pecados. Confesso a Deus, Pai Todo-Poderoso…
Presidente – Deus de bondade e misericórdia, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza, um dia, à vida eterna. Amém. – Senhor tende piedade de nós. Senhor… – Cristo tende piedade de nós. Cristo… – Senhor, tende piedade de nós. Senhor…
4. Hino do Glória Presidente – Ó Pai, nós Te glorificamos pela obra começada pelo teu Filho Jesus, continuada pelos Apóstolos e seus sucessores. Alegres, cantemos o Hino do Glória.
5. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Ó Deus de misericórdia, quem celebra e quem revive a Páscoa do Redentor recebe aumento da fé e o crescimento no amor. Fazei-nos compreender, cada vez mais e melhor, que o Batismo nos lavou no sangue que nos remiu, fazendo o Espírito Santo nos dar a vossa vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Deus nos fala
6. Leitura dos Atos dos Apóstolos (5,12-16)
7. Salmo Responsorial (117) (CD Cantando os Salmos – Ano C) Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!”
8. Leitura do Livro do Apocalipse de São João (1, 9-11a.12-13.17-19)
9. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João (20,19-31)
10. Partilha da Palavra
Nossa resposta
11. Profissão de Fé Presidente – A fé é dom Divino, o qual devemos pedir ao Senhor. “Bem-aventurados os que creram sem terem visto”. Como testemunhas do Ressuscitado, professemos a nossa. Creio em Deus Pai…
12. Preces da Comunidade Presidente – Jesus Ressuscitado está presente na comunidade reunida. Confiantes, elevemos ao Senhor os nossos pedidos, suplicando: Meu Senhor e meu Deus, atendei-nos!
13. Apresentação dos Dons Presidente – É na comunidade que fazemos a experiência por intermédio dos gestos de amor, de partilha, de serviço, de encontro e de fraternidade. Nela continua a missão salvadora e libertadora de Jesus. Apresentemos ao Altar do Senhor a nossa disposição em participar da vida da comunidade e colocar os nossos dons a serviço de nossos irmãos e irmãs. (Flávio Wozniack) 1 – A fé é compromisso que é preciso repartir, em terra bem distantes ou em nosso próprio lar. Nós somos missionários: eis a nossa vocação. Jesus convida a todos, ai de mim se eu me calar.
Coleta Fraterna
Ação de Graças
14. Louvação Presidente – Louvemos ao Senhor, nosso Deus, pelo Espírito de ressurreição, que Jesus insuflou (soprou) nos seus Apóstolos e que também nos é dado pelo Batismo e pela Confirmação, para sermos testemunhas da Ressureição do Vosso Filho. Cantemos, jubilosos.
Deus nos faz irmãos
15. Pai Nosso Presidente – Obedientes à vontade de Nosso Senhor Jesus Cristo, ousamos dizer: Pai Nosso…
16. Momento da Paz Presidente – O Espírito da Páscoa é alegria, paz, esperança, presença…Somos enviados por Jesus para promover a paz na família, na comunidade e na sociedade. Com este propósito, rezemos em silêncio pela paz.
17. Oração Presidente – Oremos – (silêncio) – Deus Santo e Misericordioso, alimentados pela Vossa Palavra (e pela Comunhão) e animados pela profissão de fé de Tomé, queremos caminhar na fidelidade a Cristo Ressuscitado, para que possamos construir a paz e merecer as alegrias da vida eterna. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Deus nos envia
18. Breves Avisos
26. Bênção
Presidente – O Deus Todo-Poderoso vos abençoe
e vos proteja contra todo pecado. Amém.
– Aquele que vos renova para a vida eterna, pela
ressurreição do seu Filho, vos enriqueça com o
dom da imortalidade. Amém.
– E vós que, transcorridos os dias da Paixão do
Senhor, celebrai com alegria a festa da Páscoa,
possais chegar exultantes à festa das eternas
alegrias. Amém.
– Abençoe-vos Deus todo-Poderoso: Pai e Filho e
Espírito Santo. Amém.
– Cheios das alegrias pascais, ide em paz e o
Senhor vos acompanhe. Aleluia. Graças a Deus.

 

 

Meditando a Palavra de Deus
A vivência da Páscoa de Cristo vai nos conduzindo para dentro do seu Mistério Redentor. O Evangelho deste domingo vem nos mostrar que, o poder que Cristo obteve com a Ressurreição é transmitido aos apóstolos e nos mostra que a vivência da fé não é tão somente tocar e ver, mas sim acolher o anúncio da verdade proclamada: “Acreditaste, Tomé, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!” Tudo isso deve nos levar a alcançar a fé em Cristo. A comunidade é um lugar privilegiado para o encontro com Jesus. O Ressuscitado é o centro da Comunidade Cristã, pois é em torno dele que recebemos a vida em abundância e a paz que Ele mesmo nos promete. Juntos, somos mais fortes e capazes de enfrentar as dificuldades que nos aparecem. É na comunidade reunida para celebrar a fé, ouvir a Palavra, testemunhar a sua caridade, que encontramos Jesus sempre, pois quem se reúne em seu nome, pode encontrá-lo porque Ele se faz presente. Jesus ainda nos convida a estarmos vinculados a Ele, como o Ressuscitado, como o Senhor da paz. A paz que Ele nos oferece é o que desejamos e nele podemos encontrar. A Comunidade Cristã continua no mundo a missão salvadora e redentora de Jesus. Ela é o lugar do encontro com o Ressuscitado, pois é na força da unidade e da comunhão que somos capazes de testemunhar o Cristo vivo, aqui e agora. Junto Dele e unidos em comunidade, sairemos vencedores das dificuldades e oposições à fé. A experiência no Cristo Ressuscitado nos faz vencer todo medo e toda insegurança, faz-nos sair de nós mesmos e testemunhar a fé. Como estamos vivenciando nossa fé em comunidade na prática da misericórdia, do perdão e na busca da paz? Celebrando hoje a festa da Divina Misericórdia, abramos nosso coração à graça do Senhor Ressuscitado, que restaura nossa dignidade filial e nos convida a viver o amor.

 

Leituras da Semana
2ª feira: 1Pd 5,5b-14; Sl 88; Mc 16,15-20
3ª feira: At 4,32-37; Sl 92; Jo 3,7b-15
4ª feira: At 5,17-26; Sl 33; Jo 3,16-21
5ª feira: At 5,27-33; Sl 33; Jo 3,31-36
6ª feira: At 5,34-42; 1Jo 1,5-2,2; Sl 26; Jo 6,1-15
Sábado: At 6,1-7; Sl 32; Jo 6,16-21
Domingo: At 5,27b-32.40b-41; Sl 29; Ap 5,11-14; Jo 21,1-19.

Você pode Gostar de:

3º Domingo da Páscoa (01.05)

Ano C – XXXII cor branca – 01/05/2022 1. Saudação Presidente – Queridos irmãos e …