Página Inicial / Notícias / Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil

Celebramos, hoje, a solene festa de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. ” Que a Virgem Maria interceda por nós!

2.Palavra de Deus
Est 5,1-2,2-3 – A rainha Ester, após longa penitência, apresentou-se perante o rei e intercedeu em favor de seu povo e foi atendida. Que a Virgem Maria, Senhora de Aparecida, interceda pelo Povo Brasileiro para que nosso sofrimento seja aliviado.
Ap 12,1.5.13.15-16 – A mulher descrita em Apocalipse, é o símbolo da Igreja perseguida pelo Império Romano (dragão), mas foi salva, Ela e seu Filho, pelo poder de Deus. Que Deus salve o Povo Brasileiro do sofrimento causado desgoverno de nossas autoridades públicas.
Jo 2,1-11 – Jesus inicia sua vida pública numa festa de casamento e lá estava Maria, Mãe de Jesus, intercedendo em favor dos noivos, constrangidos pela falta de vinho. Nossa Senhora Aparecida interceda mais uma vez em favor do Povo Brasileiro.

3.Reflexão
Nossa Senhora Aparecida não é fonte de graças, não transformou a água em vinho nas Bodas de Caná, mas intercedeu e Jesus fez o milagre! O poder do milagre é Deus e Deus é a fonte de todas as graças, mas a Virgem Maria, sua Mãe, tem, evidentemente, o poder de intercessão. Ela pode e quer interceder por nós, com certeza!
A festa de casamento, narrada pelo Apóstolo João, vem cheia de simbolismos. Com certeza é uma festa popular de casamento, mas João fala da Nova Aliança de Deus com a humanidade. O Antigo Testamento já está esgotado (talhas vazias, destinadas para a purificação). Jesus, o noivo, é quem dá o próprio Sangue para a purificação da Humanidade. O vinho novo é o Sangue de Jesus, é a presença do amor infinito de Deus por nós.
Maria, que recebe o nome de mulher, é a esposa, aquela que intercede em favor dos convidados. Necessitados de perdão e de alegria da salvação. Com vinho generoso – Sangue de Jesus – a Igreja continua a festa de casamento, gozando a alegria do amor misericordioso de nosso Deus! Deus quer festa; não quer frustração e tristeza!
Em Caná da Galiléia, Jesus deu início à Nova Aliança em seu Sangue, libertando-nos da frustração e do constrangimento do pecado e fazendo-nos viver uma nova vida de filhos de Deus, redimidos por seu Sangue. Jesus antecipa a Aliança que haverá de consumar-se na Cruz, onde, de fato, Ele derramou todo o seu precioso Sangue.

Frei Carlos Zagonel.

Você pode Gostar de:

Novo Bispo de Roraima – Dom Evaristo Pascoal Spengler

PAPA FRANCISCO TRANSFERE DOM EVARISTO PASCOAL SPENGLER PARA DIOCESE DE RORAIMA (RR) O Papa Francisco …