Página Inicial / Notícias / Censo das Rádios Católicas no Brasil

Censo das Rádios Católicas no Brasil

CNBB CONVOCA DIRIGENTES A PARTICIPAREM DO PRIMEIRO CENSO DAS RÁDIOS CATÓLICAS NO BRASIL

Em 2022, período em que o rádio completou 100 anos de existência no Brasil, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Rede Católica de Rádio (RCR) e a Signis Brasil tomaram a iniciativa de realizarem o primeiro Censo das Rádios Católicas no Brasil. A pesquisa abrange emissoras de rádio católicas, sejam estas comerciais, educativas ou comunitárias; pertencentes a arqui/dioceses, fundações, associações, paróquias, congregações religiosas etc.
Além de entender como se organizam, onde estão e o que fazem; o estudo trará um panorama da real situação destes veículos, os desafios comuns e particulares, assim como, a partir dele, a possibilidade de encontrar caminhos para se apoiarem mutuamente.
Neste sentido, os dirigentes das rádios católicas existentes nas (arqui)dioceses e prelazias são convidados a participar do Censo respondendo as perguntas que constam no link: (https://forms.gle/61HcwgcbzK7ZqJYx7). “Com a contribuição de cada um teremos um conjunto de informações que nunca tivemos antes e poderemos conhecer melhor a grande força evangelizadora com a qual a Igreja conta”, afirmam as entidades organizadoras.
“O Censo será uma importante ferramenta em nosso trabalho missionário. Uma oportunidade para promover unidade, crescermos juntos como Igreja e nos comunicarmos com mais eficácia e propósito”.
Ao responder as perguntas do Censo das Rádios Católicas, contidas no link, será possível às entidades organizadoras conhecerem um conjunto de informações que nunca tiveram antes e poderão, ainda, conhecer melhor a grande força evangelizadora com a qual a Igreja conta.
“Os meios de comunicação ocupam um papel privilegiado na conformação da sociedade moderna, porque, através deles que as pessoas têm acesso às mais variadas informações sobre o cotidiano e, no nosso caso, sobre a Igreja de Jesus Cristo.
Além de informar, eles têm a nobre tarefa de ajudar a formar, gerar opinião e sobretudo colaborar na compreensão do mundo. Um dos veículos mais importantes nesse processo é o rádio, pois ele chega aonde não chegam vários outros meios; em alguns casos, ele é a única fonte de informação para determinadas populações mais isoladas deste tão extenso Brasil’, diz um trecho da carta convocatória”.

oto de capa: Pixabay

Você pode Gostar de:

Novo Bispo de Roraima – Dom Evaristo Pascoal Spengler

PAPA FRANCISCO TRANSFERE DOM EVARISTO PASCOAL SPENGLER PARA DIOCESE DE RORAIMA (RR) O Papa Francisco …