Página Inicial / Artigos Padres da Arquidiocese / Liturgia da Noite de Natal (24.12)

Liturgia da Noite de Natal (24.12)

“Deus vem até nós para elevar-nos até Ele!”

1. Natal chegou e Jesus nasceu feito criança para nos elevar, em dignidade, até Ele. “Vede que grande presente de amor o Pai nos deu: Sermos chamados filhos de Deus e nós o somos! Caríssimos, dede já nós o somos!… Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem se quer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque o veremos tal como Ele é”! Esta é a alegria do Natal: Serremos semelhantes ao Messias que nasce em Belém.
É, de fato, uma grande graça, um grande presente de amor; Jesus se encarnou, tornou-se humano para que nós tornássemos divinos! O Pai pagou um preço altíssimo para nos resgatar e nos elevar à divindade!
Alegremo-nos porque o Natal é o nascimento de Jesus; o Verbo (o Filho) se fez Homem para que nós fôssemos transformados em filhos de Deus. Natal é alegria, é felicidade de sermos filhos adotivos de nosso Deus. Filhos de Deus, cuja origem é o barro, e, pior ainda, manchados pelo pecado, mas, redimidos, purificados pelo Sangue do próprio Filho de Deus!

2.O Natal é a vitória de Deus sobre o pecado original; deixamos o barro para sermos transformados na carne Divina do próprio Filho de Deus! Cantam os anjos nas alturas dos céus de Belém: “Gloria a Deus nas alturas do céu, e na terra paz aos que são de seu agrado ou seja: à aqueles a quem Deus quer bem! Unamo-nos ao canto dos anjos, que proclamam e cantam o amor de Deus por sua criatura humana!

3.” Graça de Deus se manifestou, trazendo a paz a todo homem. Ele nos ensina a abandonar a impiedade e as paixões mundanas e viver com equilíbrio, justiça e piedade, aguardado a feliz esperança e a manifestação de nosso grande Deus, o Salvador Jesus Cristo. Ele se entregou por nós para nos resgatar de toda a maldade e nos recriar à sua imagem e semelhança!
Para entender o amor de nosso grande Deus, precisamos nos converter abraçando o Plano de Salvação apresentado por nosso Pai celestial. Vivamos o Natal de Jesus que escolheu a dor como preço de nossa Salvação. Sejamos dignos e agradecidos pelo amor de nosso Deus, pelo Sangue por Ele derramado ao longo de toda sua Paixão,

4.Hoje, na cidade de Belém, nasceu para nós um Salvador, que é o Cristo, o Senhor! Isto vos servirá de sinal: Encontrarei um recém-nascido, envolvido com faixas e deitado sobre palhas de uma manjedoura de animais! O Senhor do universo, criador de tudo o que exista, reclinado numa manjedoura de animais! Dá para entender o amor e o preço de nosso resgate?
E nós que pretendemos, neste Natal? “Criemos vergonha para não “comer bastante” e, menos ainda ,”beber todas”! Convertamo-nos ao espírito do verdadeiro Natal.

5.”Ele se entregou por nós para nos resgatar de toda maldade e purificar para si um povo que lhe pertença e que se dedique a praticar o bem!”
“Não tenhais medo… hoje nasceu para vós o Salvador!”

Frei Carlos Zagonel

Você pode Gostar de:

Novo Bispo de Roraima – Dom Evaristo Pascoal Spengler

PAPA FRANCISCO TRANSFERE DOM EVARISTO PASCOAL SPENGLER PARA DIOCESE DE RORAIMA (RR) O Papa Francisco …