Página Inicial / Animação Litúrgica / Domingo dia 16 de agosto

Domingo dia 16 de agosto

 16/08/2009    Quem é essa Mulher?

Celebramos hoje a festa da ASSUNÇÃO de Nossa Senhora.
É uma verdade de fé definida pela Igreja em 1950 (Pio XII).
Mas esse fato já era aceito pelos primeiros cristãos.

Em Jerusalém, há duas igrejas de Nossa Senhora:
– da "Dormição", onde Maria teria morrido…
Na cripta, aparece sobre uma mesa a "Virgem adormecida".
– do "Túmulo" de Maria, no Getsêmani, onde Maria teria sido enterrada.
Ao lado do túmulo uma pintura da Assunção de Nossa Senhora…

Essa festa nos convida a erguer o olhar para o céu, onde Nossa Senhora
é glorificada em corpo e alma, junto a Jesus ressuscitado,
e onde também nós somos esperados.

As leituras bíblicas da missa se relacionam com a festa:

A 1a leitura fala de um grande SINAL:
Uma MULHER vestida como o sol, tendo nos braços um filho,
que um dragão quer devorar… (Ap 11,19-12,1-6.10)

* A Mulher representa a Comunidade na defesa da vida
ameaçada pelo dragão, símbolo da Morte.
Semelhante à mulher, vestida do Sol,
Maria é protegida pela força de Deus e participa de sua glória.

Na 2a leitura, Paulo afirma que um dia todos serão glorificados. (1 Cor 15,20-27)

Antes, Cristo ressuscitado como primícia dos que morreram…
depois os que foram de Cristo… E entre os que foram de Cristo
cabe em primeiro lugar, sem dúvida alguma, Nossa Senhora.
* A Assunção é prenúncio da ressurreição final.

O Evangelho apresenta uma MULHER agraciada por Deus:
Maria visita Isabel para servir e proclama um Hino de louvor ao Senhor,
pelas maravilhas que Ele realizou nela e em favor dos pobres. (Lc 1,39-56)

+ Maria Modelo de Pessoa consagrada a Deus;
Dentro do mês vocacional, hoje estamos lembrando a vocação religiosa…
O Religioso e a Religiosa vêem em Maria um modelo a ser seguido:

Maria: uma mulher consagrada a Deus, um sinal de esperança para o homem…
Como Maria, os religiosos também fazem uma consagração especial
a Deus e aos irmãos e devem ser um SINAL de DEUS no meio do Povo…

+ Maria Modelo de esposa e mãe, na família de Nazaré:
A semana da família nos convida a promover
os valores humanos e cristãos da família, com o Tema:
"Família, Igreja doméstica, caminho para o discipulado".

Família, fundamento do amor:
A família é o lugar privilegiado do amor. Nela se realiza a vida de amor
do ser humano, homem e mulher, criado à imagem e semelhança de Deus.
– A primeira e mais fundamental realização do amor é o amor conjugal.
O amor do homem e da mulher que se doam e se recebem
constituindo assim uma comunidade de amor e vida na plena comunhão.
Este amor encontra no matrimônio sua máxima realização.
– A segunda realização do amor, na comunidade familiar,
é o amor dos pais pelos filhos, o amor materno/paterno. Os filhos são os dons mais preciosos que o casal recebe de Deus como fruto de seu amor conjugal.
– A terceira forma do amor vivido na família é o amor filial.
O amor dos filhos para com os pais. Nossos pais, nossa família.
– Finalmente, a quarta forma de amor que encontramos na família
é o amor fraterno, o amor entre os irmãos.
A família é esta comunidade em que se vive uma profunda experiência amorosa.

Família, que reza reunida, permanece unida:
Desde os tempos mais antigos os cristãos criaram essa convicção
de que o mistério da Igreja se realiza a seu modo na comunidade familiar.
É nesta pequena Igreja, Igreja do Lar, que se dá a vida de oração.
A oração é o exercício da dimensão sacerdotal de cada cristão
recebida no batismo e que se atualiza na vida cotidiana.
A santidade familiar começa na vivência do sacramento do matrimônio
que é fonte de graça e bênção para o casal e para seus filhos.
Na oração conjugal, na escuta da palavra de Deus e meditação,
a família vai solidificando suas relações entre si e com Deus.
Tudo isso enriquece o casal, traz bênção para os filhos
e fortalece os vínculos familiares.

Segure a mão de seu filho.
A família é uma escola de humanidade.
Nela se faz a primeira e mais fundamental experiência de comunidade.
Nela aprendemos a amar a Deus e aos irmãos, e vivemos em comunidade.
Os pais são os primeiros educadores e evangelizadores de seus filhos.
Por isso exortamos aos pais "Segure a mão de teu filho"
e conduza-o pelo caminho da justiça, do amor e da paz.

+ A festa da  Assunção é um sinal de ESPERANÇA
para todos nós que estamos a caminho da glória.
Maria recebeu, por antecipação, o que Deus reservou
a todos os que viverem a exemplo de Maria,
com humildade, atentos às necessidades dos irmãos.

Rezemos pelas vocações religiosas, para que as pessoas consagradas
continuem sendo ainda hoje no meio do povo: UM SINAL DE DEUS…

                                        Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa – 16.08.2009

Você pode Gostar de:

Solenidade de todos os Santos e Santas de Deus

Ano A – cor branca – 01/11/2020 1. Saudação Presidente – Irmãos e irmãs em …