Página Inicial / Animação Litúrgica / Domingo dia 27 de junho

Domingo dia 27 de junho

13º DOMINGO DO TEMPO COMUM – JESUS EXIGE FIRMEZA NA DECISÃO DE SEGUI-LO
Caríssimos irmãos e irmãs, é com carinho que os acolhemos para celebrar a nossa fé no Ressuscitado e a nossa vida de comunidade. Neste 13º Domingo do Tempo Comum, Jesus nos convida a segui-Lo com total disponibilidade e, tendo iniciado o caminho, não devemos voltar atrás.Estamos concluindo o mês de junho, no qual lembramos diversos santos que, ao seguir Jesus de forma exemplar, deram seu testemunho até o fim.Também somos chamados a fazer a opção pelo Reino, na caminhada para a santidade.

Alegres, cantemos.
Procissão de entrada como de costume.
02. CANTO INICIAL
POVOS TODOS DO UNIVERSO, BATAM PALMAS AO SENHOR, GRITEM DE ALEGRIA, COM CANTOS DE LOUVOR!
1. O Senhor é minha luz, Ele é minha salvação. O que é que eu vou temer? Deus é minha proteção. Ele guarda minha vida: eu não vou ter medo, não. (bis)
2. Quando os maus vêm avançando, procurando me acuar, desejando ver meu fim, querendo me matar, inimigos opressores é que vão se liquidar. (bis)
3. Se um exército se armar, contra mim não temerei. Meu coração está firme, e firme ficarei. Se estourar uma batalha, mesmo assim, confiarei. (bis)
4. Sei que eu hei de ver, um dia, a bondade do Senhor: lá na terra dos viventes, viverei no seu amor. Espera em Deus! Cria coragem! Espera em Deus que é teu Senhor. (bis)
Presidente – Irmãos e irmãs, para este encontro de oração, façamos o sinal de nossa fé. EM NOME DO PAI…
Presidente – O amor do Pai, a salvação que vem do Filho e a força do Espírito Santo estejam sempre conosco. BENDITO SEJA DEUS…
03. DEUS NOS PERDOA
Presidente – Na liturgia de hoje somos convidados a optar pela paz, mesmo em meio às dificuldades, em descobrir a liberdade pelo caminho da cruz, em vivenciar a vida, a paciência, o diálogo e a compreensão. Reconhecendo que nem sempre cumprimos as exigências do Evangelho, peçamos perdão ao Deus da Vida. (pausa) Na certeza da misericórdia do Pai, cantemos:
1. Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade a um só tempo geme a criação, teus ouvidos se inclinem ao clamor desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação!
A TUA PAZ, BENDITA E IRMANADA CO’A JUSTIÇA, ABRAÇA O MUNDO INTEIRO. TEM COMPAIXÃO! O TEU PODER SUSTENTE O TESTEMUNHO DO TEU POVO. TEU REINO VENHA A NÓS! KYRIE ELEISON!
Presidente – Deus de bondade, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. AMÉM.
04. ORAÇÃO
Presidente – Ó Deus, que nos convocais para celebrar o mistério da cruz, sustentai-nos com a força do vosso amor. Fazei que, seguindo a Cristo, sirvamos na paz e na concórdia, com generosidade, o nosso próximo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. AMÉM.
Animador(a) – Ouçamos a Palavra de Deus e deixemo-nos levar pela sua ação libertadora que respeita nossa liberdade e nos aponta caminhos.
05. LEITURA DO PRIMEIRO LIVRO DOS REIS (19,16b.19-21)
06. SALMO RESPONSORIAL (15)
Ó SENHOR, SOIS MINHA HERANÇA PARA SEMPRE! (bis)
– Guardai-me,ó Deus, porque em vós me refugio! Digo ao Senhor: “Somente vós sois meu Senhor: nenhum bem eu posso achar fora de vós!” Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos!
– Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, e até de noite me adverte o coração.Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, pois se o tenho a meu lado não vacilo.
– Eis por que meu coração está em festa, minha alma rejubila de alegria, e até meu corpo em repouso está tranquilo; pois não haveis de me deixar entregue à morte, nem vosso amigo conhecer a corrupção.
-Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós, felicidade sem limites,delícia eterna e alegria ao vosso lado!
07. LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS GÁLATAS (5,1.13-18)
08. CANTO DE ACLAMAÇÃO
ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA.
1. Fala, Senhor, que te escuta teu servo! Tu tens palavra de vida eterna!
09. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO LUCAS (9,51-62)
10. PARTILHA DA PALAVRA
11. PROFISSÃO DE FÉ
Presidente – No Deus que nos chama e nos dá força para assumir a cada dia a nossa vocação, professemos nossa fé. CREIO EM DEUS PAI…
12. PRECES DA COMUNIDADE
Presidente – Com fé e confiança no Deus de amor,que nos convida a seguir seu Filho Jesus, elevemos as nossas preces, dizendo: OUVI-NOS, SENHOR, E ATENDEI-NOS.
– Senhor, fortalecei a vossa Igreja, para que caminhe segura, sem desanimar diante das dificuldades, cumprindo sua missão de construir o Reino e anunciar a justiça, o perdão e a paz. Nós vos pedimos.
– Senhor, ajudai-nos a tomar a firme decisão de seguir vosso Filho Jesus, sem hesitação, e com a coragem de verdadeiros discípulos missionários. Nós vos pedimos.
– Senhor, abençoai todas as pessoas de nossa comunidade, para que, ajudados pela luz do Espírito Santo, deem testemunho de fé, sendo fiéis à vocação para a qual foram chamados pelo batismo. Nós vos pedimos.
Presidente – Senhor nosso Deus, acolhei as preces que vossa família aqui reunida, confiante vos apresenta. Por Cristo, Senhor nosso. AMÉM.
13. APRESENTAÇÃO DOS DONS
Animador(a) – A missão confiada aos discípulos e a todos nós, batizados, é muito urgente e importante. Por isso, não pode haver demoras e incertezas. Nada pode justificar o adiamento na adesão a Cristo. Apresentemos ao altar do Senhor a nossa disponibilidade e o nosso compromisso de levar a Boa Nova que transforma todos os males em vida e amor.
Neste momento apresentam-se as realizações do Serviço de Animação Vocacional (SAV), Pastoral Vocacional e de outros serviços existentes na comunidade, enquanto se canta.
SENHOR, SE TU ME CHAMAS, EU QUERO TE OUVIR! SE QUERES QUE EU TE SIGA, RESPONDO: EIS-ME AQUI!
14. CANTO DAS OFERENDAS
(Onde houver Celebração da Palavra)
QUE VOS SEJA AGRADÁVEL, VOS PEDIMOS SENHOR O NOSSO SACRIFÍCIO QUE OFERTAMOS NO AMOR.
1. Bendito sejais Deus nosso Pai e Salvador, pelo que recebemos por vossa bondade, pelo fruto da terra, trabalho e suor aqui apresentados para a santidade, e nossa salvação como dádiva de amor que será pão da vida e da eternidade.
2. Senhor Deus do universo, bendito sejais pelo fruto da vide que vos ofertamos no cálice com vinho que agora nos dais, que por divina bondade o recebemos, na aliança que não nos deixará jamais e que será o sangue bendito que cremos.
(Onde houver Celebração Eucarística)
1. Recebei ó Deus de amor os dons de vinho e pão, com eles entregamos nosso coração.
PAI SANTO, RECEBEI A NOSSA GRATIDÃO! FAZEI-NOS A IMAGEM, DO VOSSO CORAÇÃO.
2. Neste gesto de oferenda trazemos sobre as mãos a vida e o trabalho, de todos os irmãos.
3. As ofertas que vos damos, por Cristo, nosso irmão, se tornem para todos, sinal de salvação.
15. MOMENTO DE LOUVOR
Animador(a) – Louvemos ao Senhor que nos chama a segui-Lo, testemunhando seu amor e sua misericórdia.
Este canto é somente para a Celebração da Palavra.
GLÓRIA AO PAI E GLÓRIA AO FILHO AO ESPÍRITO QUE VEM AGORA E PARA SEMPRE PELOS SÉCULOS. AMÉM.
1. Louvor ao Pai que nos amou na eternidade e nos chamou para vivermos como irmãos. O seu Espírito nos fez comunidade, uniu a todos numa santa comunhão.
2. Louvor ao Pai que deu ao mundo o Filho amado para trazer a todos nós a salvação. O seu Espírito arrancou nosso pecado, nos envolveu em sua santificação.
3. Louvor ao Pai que nos mandou o Espírito Santo com sua luz nosso caminho iluminar. Sua energia que nos cobre qual um manto consegue sempre nossas vidas transformar.
16. PAI NOSSO
Presidente – A vontade do nosso Pai que está nos céus é que correspondamos às exigências do seguimento fiel a seu Filho Jesus. Rezemos confiantes. PAI NOSSO…
17. ABRAÇO DA PAZ
Animador(a) – Irmãos e irmãs, na alegria de seguirmos os passos de Jesus, saudemo-nos, desejando-nos a paz.
1. Unidos estamos aqui, unidos queremos ficar. Seguiremos sempre em frente pela vida a cantar. Semeando o bem, alegria e paz em cada coração.
É BELA VIDA QUE SE DÁ E UM MUNDO NOVO FAZ SURGIR. DEUS QUIS DO HOMEM PRECISAR PRO SEU REINO DE AMOR CONSTRUIR.
2. Sabemos o rumo a seguir: o Cristo é o nosso ideal. É preciso que o mundo seja um pouco melhor. Porque nele eu vivi, e por ele tu passaste, meu irmão.
18. CANTO DE COMUNHÃO (se houver)
1. Todo aquele que comer do meu corpo que é doado, todo aquele que beber do meu sangue derramado, e crê nas minhas palavras que são plenas de vida, nunca mais sentirá fome e nem sede em sua lida.
EIS QUE SOU O PÃO DA VIDA, EIS QUE SOU O PÃO DO CÉU; FAÇO-ME VOSSA COMIDA, EU SOU MAIS QUE LEITE E MEL.
2. O meu Corpo e o meu Sangue são sublimes alimentos do fraco indigente é vigor, do faminto é o sustento. Do aflito é consolo, do enfermo é a unção, do pequeno e excluído, rocha viva e proteção.
3. Eu sou o caminho, a vida, água viva e a verdade, sou a paz e a luz do mundo, sou a própria liberdade. Sou a Palavra do Pai que entre vós habitou, para que vós habiteis na Trindade onde estou.
4. Eu sou a Palavra viva que sai da boca de Deus, sou a lâmpada para guiar vossos passos, irmãos meus. Sou o rio, eu sou a ponte, sou a brisa que afaga, sou a água, sou a fonte, fogo que não se apaga.
19. ORAÇÃO
Presidente – Senhor Deus, vosso Filho Jesus assumiu sua missão corajosamente, sem renunciar ao compromisso com a paz e apontando o caminho que conduz à liberdade plena. Concedei-nos que, participando desta celebração, possamos ser fiéis à missão que recebemos no nosso batismo. Por Cristo, Senhor nosso. AMÉM.
20. NOTÍCIAS E AVISOS
21. BÊNÇÃO
Presidente – Deus todo poderoso nos abençoe na sua bondade e infunda em nós a sabedoria da salvação. AMÉM.
-Sempre nos alimente com os ensinamentos da fé e nos faça perseverar nas boas obras. AMÉM.
-Oriente para Ele os nossos passos, e nos mostre o caminho da caridade e da paz. AMÉM.
-Abençoe-nos Deus todo-poderoso: PAI E FILHO E ESPÍRITO SANTO. AMÉM.
-Vamos em paz e o Senhor nos acompanhe. GRAÇAS A DEUS.
22. CANTO FINAL
1. Nossa alegria é saber que um dia todo esse povo se libertará pois Jesus Cristo é Senhor do mundo nossa esperança realizará. (bis)
2. Jesus manda libertar os pobres e ser cristão é ser libertador; nascemos livres pra crescer na vida não pra ser pobres nem viver na dor. (bis)
3. Vendo no mundo tanta coisa errada, o povo pensa em desanimar: mas quem tem fé sabe que está com Cristo, tem esperança e força pra lutar. (bis)
4. Ano após ano o tempo vai passando e a gente espera a libertação: se a gente luta, ela vai chegando, se a gente pára, ela não chega não! (bis)
PREPARANDO A PARTILHA DA PALAVRA
A liturgia de hoje forma uma unidade com a de domingo passado. Lá, Jesus anunciou de que modo ele seria o Messias, o líder, e convocou a todos para assumirem sua cruz no dia a dia. O evangelho de hoje ressalta a firme decisão de Jesus, de se dirigir a Jerusalém, tendo consciência de que isso significa enfrentar a perseguição e a cruz. Na 1ª leitura, Elias, em nome de Deus, chama Eliseu para ser profeta no seu lugar, usando um gesto simbólico para realizar esta tarefa: joga seu manto sobre Eliseu, que compreende o significado daquilo. Deixa tudo o que tem, despede-se dos seus amigos, renuncia à sua profissão e assume a vocação de ser profeta. Também nós, somos chamados à vida cristã e a desempenhar um ministério em nossa comunidade. A liberdade nos capacita ao amor. São Paulo escrevendo aos Gálatas, nos deixa esta bela mensagem, que a verdadeira liberdade é a caridade e está acima das normas e dos preceitos impostos pela lei antiga. Paulo lembra que o mais importante é o novo mandamento de Cristo: “Toda a Lei se resume neste único mandamento: amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Deus continua a chamar: eis a certeza que temos. Aquele que é chamado pelo Pai a seguir Cristo, precisa fazer uma opção firme e total, assim como Ele caminhou seguro para Jerusalém, sem se importar com o desprezo e a rejeição. O cristão, confiando n’Aquele que o chama, rompe com ideias, lugares e relacionamentos que o impedem de ser fiel e cumprir sua missão de construir o Reino de Deus. Ser discípulo de Cristo não consiste apenas em conhecer a sua doutrina, mas seguir e aderir inteiramente a Ele. O anúncio é envolvido pela caridade. Isto não estava claro para os discípulos no episódio de hoje. Para nós, seguidores de Jesus, vale a repreensão que Ele fez a Tiago e a João que queriam destruir os que não aceitaram a presença de Jesus. O discípulo não é chamado para lutar contra ninguém, não recebeu ordem de desencadear guerras ou perseguições. Foi convidado apenas para seguir o Mestre. Não é pela força que se deve trazer as pessoas para Cristo e sim pela vivência da caridade e pela própria força da Palavra de Deus. Portanto, quem quiser ser discípulo de Jesus, deve pôr-se a caminho.

LEITURAS DA SEMANA:
2ª feira: Am 2,6-10.13-16; Sl 49; Mt 8,18-22
3ª feira: Am 3,1-8; 4,11-12; Sl 5; Mt 8,23-27
4ª feira: Am 5,14-15.21-24; Sl 49; Mt 8,28-34
5ª feira: Am 7,10-17; Sl 18; Mt 9,1-8
6ª feira: Am 8,4-6.9-12; Sl 118; Mt 9,9-13
Sábado: At 3,1-10; Sl 18; Gl 1,11-20; Jo 21,15-19
Domingo: At 12,1-11; Sl 33; 2Tm 4,6-8.17-18; Mt 16,13-19

XIII DOMINGO DO TEMPO COMUM  COR VERDE  – “OS SAMARITANOS NÃO RECEBEM JESUS”
Irmãos e irmãs, bem-vindos para a Ceia do Senhor, na qual fortalecemos nossa adesão de discípulos e missionários de Jesus Cristo. A missão recebida de Cristo não nos permite perder tempo com coisas que não sejam prioritárias. Com este espírito, rezemos por todos os leigos da nossa Igreja e do mundo, para que avancem para as águas profundas da evangelização. Iniciemos nossa celebração, cantando.  
Ato Penitencial: Reconhecendo que nem sempre cumprimos as exigências do Evangelho, peçamos perdão ao Deus da Vida. Cantando.
Glória: Louvemos ao Senhor que nos chama a segui-Lo, testemunhando seu amor e sua misericórdia.  Cantemos o hino de Louvor.
Entrada da Bíblia:Vamos acolher a Palavra de Deus e deixemo-nos levar pela sua ação libertadora que respeita nossa liberdade e nos aponta caminhos. Cantando.
Liturgia da Palavra: 1ª Leitura: (1ºRs 19, 16.19-21) Eliseu (discípulo de Elias) é o homem que escuta o chamamento de Deus.   (in Dehonianos)   
Salmo:  Sl  16(15)  “Ó Senhor, sois minha herança para sempre!” 
2ª Leitura: (Gl 5, 1.13-18)   Responder ao chamamento de Cristo, identificar-se com ele e aceitar dar-se por amor, é nascer para a vida nova da liberdade. 
Evangelho:(Lc 9,  51-62)  O Evangelho apresenta o “caminho do discípulo” como um caminho de exigência, de radicalidade, de entrega total e irrevogável ao “Reino”. 
Aclamação ao Evangelho:  Aclamemos a boa nova cantando….  
Preces da Comunidade:
Ofertório: Apresentemos ao altar do Senhor a nossa disponibilidade e o nosso compromisso de levar a Boa Nova que transforma todos os males em vida e amor.   (motivar a oferta) Cantando….
Comunhão:  Jesus nos convida a segui-Lo com total disponibilidade e, tendo iniciado o caminho, não devemos voltar atrás.  Somos convidados a participar da ceia do Senhor.
Mensagem Final:   O discípulo não é chamado para lutar contra ninguém, não recebeu ordem de desencadear guerras ou perseguições. Foi convidado apenas para seguir o Mestre. Não é pela força que se deve trazer as pessoas para Cristo e sim pela vivência da caridade e pela própria força da Palavra de Deus. Portanto, quem quiser ser discípulo de Jesus, deve pôr-se a caminho.
 

Você pode Gostar de:

17º Domingo do Tempo Comum (24.07)

Ano C – cor verde – 24/07/2022 1. Saudação Presidente – Irmãos e irmãs, sejam …