Página Inicial / Animação Litúrgica / 1° Domingo do Advento

1° Domingo do Advento

Ano C – XXII – Nº 1362 – 1° Domingo do Advento – cor lilás, rósea ou roxa – 02/12/2012
“Levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima” (Lc 21, 28)
Na entrada do templo preparar um bonito painel onde deverá ter: fotos da comunidade com momentos fortes de fé e compromisso com a vida. Junto ao painel, um pinheiro ou arbusto verde que deverão permanecer até o final do Advento. Preparar a Coroa do Advento bem bonita com velas verde, roxa, rósea e
branca, que deverá ficar em lugar de destaque durante todos os domingos do Advento. Onde for costume, arrumar o presépio e a cada domingo acrescentar as imagens e símbolos para que a comunidade visualize sinais da aproximação da chegada do Salvador. Para iniciar a celebração, a equipe de canto entoa o refrão:
Senhor, nós te esperamos! Senhor, não tardes mais! Senhor, nós te esperamos, vem logo vem nos salvar! (bis)
01. ACOLHIDA
Animador(a) – Caríssimos irmãos e irmãs, paz e bem a todos vocês que vieram participar deste encontro comunitário no qual alimentaremos nossa fé no Cristo, nosso Salvador. O ciclo natalino,
com as semanas do Advento, é um tempo e um espaço de renovação. O Advento afasta o pessimismo, ao proporcionar um clima de alegre expectativa. Faz renascer a força da esperança que renova o entusiasmo de nossas comunidades. Felizes por estarmos reunidos como família de Deus, cantemos.
Procissão de entrada: crucifixo ladeado com velas, Lecionário (ou Bíblia), leitores, ministros e presidente.
02. CANTO INICIAL
O Senhor vem ao nosso encontro, o Senhor vem nos libertar! O Senhor vem ao nosso encontro!
1 – Todo espaço vazio do coração seja pleno de luz e de alegria. Todo ódio transforme-se em perdão, toda treva se torne luz do dia.
2 – Todo pranto em sorriso se transforme, o convívio domine a solidão. Vida nova desperte o amor que dorme, pois Jesus vem trazer a salvação.
3 – Cantem todos um hino de louvor, aclamando o Menino de Belém. Todo o povo receba o seu
pastor a guiar nos caminhos para o bem.
Presidente – Na alegria de um tempo novo que vai surgir, façamos o sinal que nos irmana na fé e
no amor. Em nome do Pai…
Presidente – Que a graça e o amor de Deus Pai estejam convosco. Bendito seja Deus…
03. BÊNÇÃO DA COROA DO ADVENTO
Animador(a) – Iniciando hoje esse tempo forte de preparação para celebrarmos dignamente o Santo Natal e na espera da segunda vinda gloriosa de Cristo, vamos pedir a Deus que abençoe a Coroa do Advento, sinal da luz de Jesus que a cada domingo irá iluminar nosso caminhar.
Presidente – Senhor, nosso Deus, a terra se alegra nestes dias, e vossa Igreja exulta diante do vosso Filho que vem como luz esplendorosa para iluminar os que vivem nas trevas da ignorância, da dor e do pecado. Cheios de esperança em sua vinda, o vosso povo preparou esta coroa com ramos verdes e a adornou com luzes. À medida que as velas desta coroa forem sendo acesas, iluminai-nos, Senhor, com o esplendor daquele que, por ser a luz do mundo, iluminará toda a escuridão. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
Após a oração, uma pessoa com veste verde acende solenemente a 1ª vela da Coroa do Advento, enquanto se canta.
1 – Uma vela se acende no caminho a iluminar. Preparemos nossa casa é Jesus quem vai chegar.
No advento a tua vinda nós queremos preparar. Vem, Senhor, que é teu natal, vem nascer em nosso lar. (bis)
04. DEUS NOS PERDOA
Presidente – Em Jesus Cristo, o justo, que intercede por nós e nos reconcilia com o Pai, abramos o nosso coração ao arrependimento para celebrarmos dignamente os santos mistérios.
– Senhor, que viestes ao mundo para nos salvar, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.
– Cristo, que continuamente nos visitais com a graça do vosso Espírito, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.
– Senhor, que vireis um dia para julgar as nossas obras, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.
Presidente – Deus de infinito amor, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos
conduza à vida eterna. Amém.
05. ORAÇÃO
Presidente – Senhor, nosso Deus, vós que enviastes Jeremias, Isaías e outros profetas para anunciar o nascimento de Jesus, concedei que possamos seguir o exemplo destes vossos filhos, levando a mensagem de esperança a todos os que estão desanimados e oprimidos. Isto vos pedimos por Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Enquanto a assembleia senta-se, sem nenhum comentário, a equipe de canto entoa o refrão abaixo, e em seguida o(a) leitor(a) proclama a leitura.
É uma luz tua Palavra, é uma luz para mim, Senhor! Brilhe esta luz, tua Palavra, brilhe esta
luz em mim, Senhor! (bis)
06. LEITURA DO LIVRO DO PROFETA JEREMIAS (33,14-16)
07. SALMO RESPONSORIAL (24)
Senhor meu Deus, a vós elevo a minha alma! (bis)
– Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e fazei-me conhecer a vossa estrada! Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação!
– O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres Ele ensina o seu caminho.
– Verdade e amor são os caminhos do Senhor para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. O
Senhor se torna íntimo aos que o temem e lhes dá a conhecer sua Aliança.
08. LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES (3, 12-4,2)
09. CANTO DE ACLAMAÇÃO
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.
1 – Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade, e a vossa salvação nos concedei!
10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO LUCAS
  (21, 25-28.34-36)
11. PARTILHA DA PALAVRA
12. PROFISSÃO DE FÉ
Presidente – Professemos nossa fé no Deus Uno e Trino, sempre presente em nossa caminhada.
Creio em Deus Pai…
13. PRECES DA COMUNIDADE
Presidente – Confiantes na bondade do Senhor Deus que sempre nos atende, elevemos a Ele nossos pedidos. Após cada prece, supliquemos: Atendei-nos com bondade, Senhor.
– Deus da vida, abençoai a vossa santa Igreja para que permaneça vigilante na oração e na ação
cotidiana, esperando confiante a vinda gloriosa do vosso Filho Jesus. Nós vos pedimos.
– Deus da vida, guiai as comunidades das Paróquias Nossa Senhora da Conceição de Linhares e
Imaculada Conceição de Coqueiral de Aracruz para que, ao celebrar a festa de sua padroeira, possam ser fortalecidas na fé e na esperança aguardando com amor e união a vinda do nosso
Salvador. Nós vos pedimos.
– Deus da vida, protegei todas as crianças, especialmente meninos e meninas de rua, que por falta de justiça social, solidariedade e compromisso da família na educação, vivem desamparadas. Nós vos suplicamos.
– Deus da vida, iluminai todas as comunidades que neste Advento estão se preparando por meio da novena de Natal, na escuta da Palavra e das celebrações, para a vinda de Jesus. Nós vos suplicamos.   (preces espontâneas)
Presidente – Pai de bondade, atendei a oração de vosso povo aqui reunido que está se preparando para a chegada do Salvador. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
14. APRESENTAÇÃO DOS DONS
Animador(a) – Advento é um tempo próprio para fazermos uma revisão de vida e retomar nosso
compromisso com o projeto de Deus. Se olharmos a realidade do povo em nosso país, podemos
constatar que há ainda uma distância imensa entre o que Deus quer e a situação em que se encontra a maioria da nossa gente. Apresentemos ao Altar do Senhor o nosso compromisso em lutar por um mundo mais justo e mais fraterno.
Uma pessoa entra com o pinheiro ou arbusto verde que está na entrada da Igreja. Crianças ou adolescentes penduram nele as palavras: paz, justiça, honestidade, libertação, fraternidade, solidariedade, amor, fé… enquanto o animador fala o que está sendo pendurado. Deixar este pinheiro com as palavras até o final do Advento.
A nossa oferta trazemos no altar, te pedimos, vem nos libertar. (bis)
15. CANTO DAS OFERENDAS
(Celebração da Palavra)
Nesta prece, Senhor, venho te oferecer o crepitar da chama, a certeza de dar.
1 – Eu te ofereço o sol que brilha forte. Te ofereço a dor do meu irmão! A fé na esperança e o meu
amor!
2 – Eu te ofereço as mãos que estão abertas, o cansaço do passo mantido, meu grito mais forte de louvor!
(Celebração Eucarística)
A nossa oferta apresentamos no altar e te pedimos: vem Senhor, nos libertar!
1 – A chuva molhou a terra, o homem plantou um grão, a planta deu flor e frutos, do trigo se fez o
pão.
2 – O homem plantou videiras, cercou-as com seu carinho, da vinha brotou a uva, da uva se fez o
vinho.
3 – Recebe, Pai, nossas vidas, unidas ao pão e ao vinho, e vem conduzir seu povo guiando-o no teu caminho.
PAI NOSSO
Presidente – Jesus veio trazer o Reino de Deus que pedimos na oração do Pai Nosso. Rezemos
confiantes a oração da fraternidade. Pai Nosso…
MOMENTO DA PAZ
Animador(a) – Paz é chegar ao fim do ano e abraçar alegre a verdadeira vida trazida no Natal, Jesus Cristo. Rezemos em silêncio pela paz.
Durante o Advento pode-se omitir o abraço da paz, para realizá-lo com mais alegria no Natal.
CANTO DE COMUNHÃO (se houver)
Vem Senhor, vem salvar teu povo, neste pão sinal do teu carinho. Deus conosco, Jesus Salvador, pra mostrar-nos um novo caminho.
1 – Vem, Senhor, saciar nossa fome, para sermos um povo no amor, vem tirar o mal que consome, tua gente que vive na dor.
2 – Vem, Senhor, saciar nossa sede, de carinho, paz e justiça, entre nós arme sua rede, não nos deixe à mercê da cobiça.
3 – Vem, Senhor, saciar nosso sonho, nós queremos o teu Salvador, para a terra da tua promessa, ser mais linda com o Libertador.
4 – Vem, Senhor, mostrar o caminho, ao teu povo esperando a luz, neste pão alimento e no vinho,
sangue, vida, queremos Jesus.
20. ORAÇÃO
Presidente – Senhor, nosso Deus, concedei-nos permanecer vigilantes e ativos na oração e em
vosso serviço, para que sejamos reunidos à vossa direita na comunidade dos justos. Por Cristo,
nosso Senhor. Amém.
21. NOTÍCIAS E AVISOS
22. BÊNÇÃO
Presidente – O Deus que em sua fidelidade vos chamou à comunhão com seu Filho Jesus Cristo vos abençoe e vos mantenha vigilantes agora e sempre. Amém.
– Abençoe-vos Deus da vida: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
– Glorifiquemos ao Senhor com nossa vida. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.
23. CANTO FINAL
Como o sol nasce da aurora, de Maria nascerá aquele que a terra seca em jardim converterá.
Ó Belém, abre teus braços ao Pastor que a ti virá. Emanuel, Deus conosco, vem ao nosso
mundo, vem!
1 – Ouve, ó Pastor do teu povo, vem do alto céu onde estás! Emanuel, Deus conosco, vem ao nosso mundo, vem!
PREPARANDO A PARTILHA DA PALAVRA
Hoje começa novo ano litúrgico. O ano C da liturgia dominical inspira-se no Evangelho de Lucas.
Este ano litúrgico transpira um clima de presença da graça de Deus que se manifesta em Jesus, e de esperança e confiança, para vivermos uma vida cristã que seja luz aos olhos dos homens. O
Evangelho narrado por São Lucas destaca que a Boa-Nova do Reino se dirige, em primeiro lugar,
aos pobres e aos marginalizados de toda espécie, inclusive os pecadores. Insiste também na maneira concreta de praticar a caridade e a solidariedade (o bom samaritano), na piedade, no espírito de oração e contemplação (Marta e Maria), no desapego (o rico insensato) e outras atitudes cristãs fundamentais. É o Evangelho da graça e da prática cristã. Desde o início deste novo tempo, a liturgia nos orienta para uma esperança de outro tipo: a esperança da justiça de Deus. Na época do profeta Jeremias, Jerusalém era uma cidade de ruínas. Mas o profeta lhe anuncia um futuro melhor. A cidade chamar-se-á: “Deus nossa justiça”. É Deus quem o fará. São Paulo, nos deseja para sermos irrepreensíveis, quando Jesus vier de novo. No Evangelho, Jesus fala de “sinais terríveis no céu e na terra, anunciando a vinda do Filho do Homem”, isto é, Jesus mesmo, a quem Deus deu o poder sobre a humanidade. Porém, isso não nos deve assustar, se estivermos comprometidos com a justiça do Reino de Deus, poderemos “ficar em pé” diante Dele. A vinda do Filho do Homem será nossa grande alegria. O mundo em que vivemos não é um fim em si. O que importa, no fim de tudo, é o que fizermos neste mundo, a justiça e o amor que fizermos brotar nesta lavoura, que é a história da humanidade – os frutos que Deus espera de nós. Por isso, Jesus nos lembra desde já a sua vinda, para que tenhamos sempre o verdadeiro fim diante dos olhos: “Deus nossa justiça”, o amor e a justiça de Deus tomando conta de tudo. Isso não acontecerá sem a nossa participação. Deus faz aliança conosco. Somos os seus parceiros. Neste tempo do “Advento”, da chegada de Deus até nós, vamos colaborar com Ele e realizar a nossa parte da aliança: justiça social, pão e direitos para todos; transformar os mecanismos falhos, as estruturas injustas de nossa sociedade; endireitar as relações com os nossos semelhantes, empenhar a nossa vida para nos tornarmos mutuamente irmãos de verdade, felizes, consolados, amparados… Ocupados com tudo isso, podemos esperar com paz e tranquilidade a chegada do Emanuel, Deus conosco.

LEITURAS DA SEMANA
2ª feira: Is 4,2-6; Sl 121; Mt 8,5-11
3ª feira: Is 11,1-10; Sl 71; Lc 10,21-24
4ª feira: Is 25,6-10a; Sl 22; Mt 15,29-37
5ª feira: Is 26,1-6; Sl 117; Mt 7,21.24-27
6ª feira: Is 29,17-24; Sl 26; Mt 9,27-31
Sábado: Gn 3,9-15.20; Sl 97; Ef 1,3-6.11-12; Lc 1,26-38
Domingo: Br 5,1-9; Sl 125; Fl 1,4-6.8-11; Lc 3,1-6

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (18.07)

16º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 18/07/2021 1. Saudação Presidente …