Página Inicial / Voz do Pastor / Homilia Ordenações 16 dezembro/2012

Homilia Ordenações 16 dezembro/2012

                                

HOMILIA – ORDENAÇÕES: Pe. LUIZ AUGUSTO e DIÁCONO JEFFERSON CORRÊA
+ Dom Milton Santos – Arcebispo Metropolitano de Cuiabá

Hoje, na Liturgia do Advento, é o DOMINGO DA ALEGRIA! Estamos muito próximos do NATAL. Eis algumas expressões da Liturgia de Advento: …”dai chegarmos às alegrias da salvação…”; “Canta de alegria, cidade de Sião; rejubila, povo de Israel! Alegra-te e exulta de todo o coração, cidade de Jerusalém!” – “Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos!” – “O Senhor está próximo!” – E, a alegria da PARTILHA: “As multidões perguntavam a João: “Que devemos fazer? João respondeu: Quem tiver duas túnicas dê uma a quem não tem; e quem tiver comida faça o mesmo!” Também os cobradores de impostos a João Batista: “Mestre, que devemos fazer? João respondeu: “Não cobreis mais do que foi estabelecido!” – Aos soldados: “Não tomeis à força dinheiro de ninguém nem façais falsas acusações; ficai satisfeitos com o vosso salário!” Neste momento olhamos para o quase já DIÁC. JEFFERSON CORRÊA e ao quase já PADRE LUIZ AUGUSTO. O JEFFERSON escolheu como ideia-força do seu Diaconato Mt 20,28: “SERVIR E DAR A VIDA!” – E, o LUIZ AUGUSTO, a Carta de SPaulo aos Gálatas 2,20: “
Eu vivo, mas não eu, é Cristo que vive em mim!”

A ATITUDE E DIREÇÃO DE VIDA de Vocês dois é a mesma: a pessoa de Jesus! É A COMUNHÃO DE DISCÍPULO MISSIONÁRIO! “É CRISTO QUE VIVE EM MIM!” (Luiz Augusto), E, “SERVIR E DAR A VIDA!”(Jefferson) – os dois, como Jesus! Vocês mostram com ambos os slogans que o nosso sacerdócio ministerial é chamado de Deus, é vocação para a COMUNHÃO! O Papa Bento XVI explicita esta ATITUDE: “A união com Cristo é, ao mesmo tempo, união com todos os outros, aos quais ele se entrega. Eu não posso ter Cristo só para mim; posso pertencer-lhe somente unido a todos aqueles que se tornaram ou se tornarão seus. A comunhão tira-me para fora de mim mesmo projetando-me para ele e, desse modo, também para a união com todos os cristãos. Tornamo-nos “um só corpo”, fundidos todos numa única existência.” (Deus Caritas est, 14)
Esta ATITUDE Vocês já vivem num empenho contínuo com toda a Arquidiocese de Cuiabá como explicitamos na Oração do Sínodo Arquidiocesano: “Concedei-nos, Senhor Deus,/ a coragem de “avançarmos para águas mais profundas”/ num compromisso de construir a nossa história/ com os pés-no-chão,/ o “coração em Vós”,/ e, nossas mãos e braços abertos/ para servirmos preferencialmente/ quem mais necessita ao nosso lado.” Somente é possível “SERVIR E DAR A VIDA…” se houver COMUNHÃO: “…”É CRISTO QUE VIVE EM MIM!”
P. Luiz Augusto e Diácono Jefferson, Vocês respiram o ar da comunhão que explicitamos todos os dias na Arquidiocese de Cuiabá também através do Programa de Rádio “O meu dia com Nossa Senhora…” quando rezamos: “Virgem Maria, o meu dia contigo será a oportunidade de me colocar em Tua Escola, e ser ´EUCARISTIA` para quem de mim se aproximar. Virgem Maria, neste meu dia que eu saiba com os “olhos-emprestados-de-Deus” perceber e sentir cada pessoa como “um que faz parte de mim”.
A Liturgia da Palavra que Vocês escolheram para esta ordenação diaconal e de presbítero trouxe três momentos do “viver-em-comunhão”:
1. A vocação de Jeremias (1ª. leitura): perante o medo de Jeremias de “ser comunhão” com Deus – “Ah!, Senhor, não sei falar, sou uma criança!” – O Senhor respondeu: “Não digas: ´Sou uma criança`. Pois a quantos eu te enviar irás, e tudo o que eu te mandar dizer, dirás…. O Senhor estendeu a mão, tocou-me a boca e disse: ´Eu ponho minhas palavras na tua boca!” – Então, Vocês estão tendo a coragem viver estes PROJETOS: “… é Cristo que vive em mim!”,  e, ´Servir e dar a vida!`
2. Prestando um pouquinho de atenção na Carta aos Hebreus, dizemos para cada um de Vocês – Pe. Luiz Augusto e Diácono Jefferson –  Você “… é tomado do meio do povo e representa o povo nas suas relações com Deus!” Por isso, Jefferson, Você quer “servir e dar a vida!”, – porque “é tomado do meio do povo e representa o povo nas suas relações com Deus!” e, Você, Pe. Luiz Augusto, estará dizendo com a sua vida: “Eu vivo, mas não eu, é Cristo que vive em mim!” – porque Você percebeu que “é tomado do meio do povo e representa o povo nas suas relações com Deus!”
3. Olhamos para o Evangelho do Bom Pastor que Vocês escolheram para esta Ordenação… Perceberam que nos seis versículos a expressão “BOM PASTOR” se repete três vezes? O “adjetivo BOM” que qualifica o substantivo PASTOR… “BOM” significa “DE BOA QUALIDADE”, “AUTÊNTICO”. Diácono Jefferson, Você quer ser um “BOM PASTOR” com o seu slogan: “SERVIR E DAR A VIDA!”, … “O bom pastor dá a vida por suas ovelhas!” – E, Você, Pe. Luiz Augusto, ao escolher o slogan “Eu vivo, mas não eu, é Cristo que vive em mim!” – Você está dizendo bem do jeito de Jesus: “Eu dou a minha vida pelas ovelhas!” – assim, as ovelhas escutarão a sua voz para que haja um só rebanho e um só pastor!
Pe. Luiz Augusto e Diácono Jefferson, neste momento olho para Vocês dois e olho para os seus Pais, irmãos, irmãs, familiares, professores, companheiros, amigos… nesta caminhada para o sacerdócio, como Diácono e como Padre! A nossa vocação é também uma ´aventura com Deus na nossa vida`…, não é verdade? Dedico para todas as pessoas que entraram em suas vidas a mensagem que escrevi há 38 anos atrás na minha ordenação de Padre que comemorarei, se Deus quiser, no próximo sábado – foi o dia 22 de dezembro de 1974. Escrevi naquele momento e me esforço para viver a cada dia: “O MEU SACERDÓCIO NÃO É MEU… é do meu pai marceneiro que trabalhou mais. É da minha Mãe que sofreu mais, porque eu estava longe e precisava do seu apoio. O MEU SACERDÓCIO NÃO É MEU… é das minhas irmãs, irmãos e parentes que no sacrifício e na alegria me apoiaram. O meu Sacerdócio é de quem me ajudou a crescer, dos professores e sacerdotes nos lugares onde passei; dos Amigos de amizade sincera que me valorizaram; das Crianças e Jovens que com sua simplicidade e dinamismo, alegraram a minha vida. O MEU SACERDÓCIO NÃO É MEU: É DE DEUS… e Deus o coloca à disposição de todos. Ninguém estranhe, pois, se eu o ofereço mesmo com risco!”
Senhores Pais, MUITO OBRIGADO! E, DEUS LHES PAGUE PELO PRESENTE DOS SEUS FILHOS – LUIZ AUGUSTO E JEFFERSON – PRESENTE ESTE PARA A ARQUIDIOCESE DE CUIABÁ, PARA A IGREJA; PRESENTE ESTE PARA AS CRIANÇAS, OS JOVENS, O POVO DE DEUS! MUITO OBRIGADO! DEUS OS ABENÇOE!

+ Dom Milton Santos. Sdb
Arcebispo Metropolitano de Cuiabá
Cuiabá, 16 de dezembro/2012 – 09h40

Você pode Gostar de:

Homilia Santa Missa Domingo 35º Vinde e Vede/2021

2º DIA: 35º. VINDE & VEDE-2021 – RCC  EU… VOCÊ… JESUS… E OS MARGINALIZADOS!! Também …