Página Inicial / Animação Litúrgica / SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS

SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS

Ano C – XXIII – Nº 1419 – cor branca – 03/11/2013
SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS
JESUS NOS ENSINA COMO VIVER A SANTIDADE
Preparar o espaço celebrativo com simplicidade e alegria colocando em destaque a imagem do padroeiro da comunidade. Durante o refrão orante, jovens com vestes brancas, incensam o templo.
Amém, aleluia! (bis)
1 – Vi cantar no céu a feliz multidão dos fiéis eleitos de toda nação.
2 – Ao que está sentado no trono, louvor e poder ao Cristo, Seu Filho e Senhor.
3 – Com amor eterno Jesus nos amou, e as nossas vestes com sangue lavou.
01. ACOLHIDA
Animador(a) – Irmãos e irmãs, paz e bem a todos vocês que vieram participar conosco da nossa Páscoa semanal, neste dia em que celebramos a Solenidade de Todos os Santos e Santas de Deus. Em uma única festa, são recordados, os santos canonizados, cujos nomes estão inscritos no Livro da Vida. Todos nós somos chamados a participar da santidade de Deus tendo os santos como exemplo a ser seguido. Se eles alcançaram a vida em Deus, nós também podemos alcançá-la, vivendo nossa fé, nos abrindo à sua graça e à ação do Espírito Santo. Felizes por estarmos reunidos em comunidade, cantemos.
Procissão de entrada como de costume, incluindo a imagem do padroeiro da comunidade.
02. CANTO INICIAL
Somos um povo que alegre vai, marchando dia a dia ao encontro do Pai. Aqui reunidos nós participamos desta Igreja Santa que pro céu vai caminhando.
1 – Todos congregados pelo amor do Senhor, nossa voz unida cantará seu louvor.
2 – Temos alegria de viver como irmãos. Entre nós começa a unidade dos cristãos.
3 – A esperança fala de um mundo melhor onde não existe mais tristeza nem dor.
Presidente – Reunidos em nome da Santíssima Trindade, façamos o sinal da nossa fé, cantando.
(à escolha)
Presidente – O amor do Pai, a paz do Filho e a força do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus…
03. DEUS NOS PERDOA
Presidente – Em silêncio, imploremos a misericórdia de Deus pelas vezes que não vivemos conforme as Bem-aventuranças que Jesus nos propõe na liturgia de hoje. (pausa) Peçamos perdão, cantando.
Perdoai nossos pecados (3x) ó Senhor!
Vosso povo quer amar, vosso povo é santo, vosso povo é santo, mas também é pecador. (bis) Tende piedade de nós, piedade de nós, piedade de nós, ó Senhor! (bis)
Presidente – Deus de bondade, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à uma vida em plenitude. Amém.
– Senhor, tende piedade de nós. Senhor…
– Cristo, tende piedade de nós. Cristo…
– Senhor, tende piedade de nós. Senhor…
04. ORAÇÃO
Presidente – Deus eterno e de bondade, que nos dais celebrar em uma só festa os méritos de todos os santos, concedei-nos por intercessores tão numerosos a plenitude da vossa misericórdia. Por Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
05. APRESENTAÇÃO DO LIVRO DA PALAVRA
Enquanto se canta, o leitor apresenta o Lecionário (ou a Bíblia) e ao mesmo tempo, jovens se colocam ao redor da mesa da Palavra com velas e permanecem até a proclamação do Evangelho.
A Palavra está perto de ti, em tua boca, em teu coração! (bis)
06. LEITURA DO LIVRO DO APOCALIPSE DE SÃO JOÃO (7, 2-4.9-14)
07. SALMO RESPONSORIAL (23)
É assim a geração dos que procuram o Senhor (bis).
– Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque Ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.
– “Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação?” “Quem tem mãos puras e inocente coração quem não dirige sua mente para o crime.
– Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador”. “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face”.
08. LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO JOÃO (3, 1-3)
09. CANTO DE ACLAMAÇÃO
Aleluia, Aleluia, Aleluia.
1 – Vinde a mim, todos vós que estais cansados e penais a carregar pesado fardo, e descanso eu vos darei, diz o Senhor.
10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO MATEUS (5, 1-12a)
11. PARTILHA DA PALAVRA
12. PROFISSÃO DE FÉ
Presidente – Pela fé, ao longo dos séculos, homens e mulheres de todas as idades, cujos nomes estão escritos no Livro da Vida, confessaram a beleza de seguir Jesus. Professemos nossa fé no Deus Uno e Trino. Creio em Deus Pai…
13. PRECES DA COMUNIDADE
Presidente – Cantemos a ladainha de todos os santos para que intercedam a Deus pelas nossas necessidades.
Solo: Kyrie eleison Todos: Kyrie eleison
Solo: Christe eleison Todos: Christe eleison
Solo: Kyrie eleison Todos: Kyrie eleison
Santa Maria Mãe de Deus Rogai por nós.
São Miguel Rogai por nós.
Santos Anjos de Deus Rogai por nós.
São José Intercedei por nós.
São João Batista Rogai por nós.
São Pedro e São Paulo Rogai por nós.
Santo André Rogai por nós.
São João Intercedei por nós.
Santa Maria Madalena Rogai por nós.
Santo Estevão Rogai por nós.
São Lourenço Rogai por nós.
Santo Inácio de Antioquia Intercedei por nós.
Santa Inês Rogai por nós.
Santas Perpétua e Felicidade Rogai por nós.
São Gregório Rogai por nós.
Santo Agostinho Intercedei por nós.
São Atanásio Rogai por nós.
São Basílio Rogai por nós.
São Martinho Rogai por nós.
São Bento Intercedei por nós.
São Francisco e Domingos Rogai por nós.
São Francisco Xavier Rogai por nós.
São João Maria Vianney Rogai por nós.
Santa Teresa de Jesus Intercedei por nós.
Santa Catarina de Sena Rogai por nós.
Santa Teresa de Ávila Rogai por nós.
Santos Mártires dos nossos tempos
Rogai por nós.
Todos os Santos e Santas de Deus
Intercedei por nós.
Sede-nos propício Ouvi-nos Senhor.
Para que nos livreis de todo o mal
Ouvi-nos Senhor.
Para que nos livreis de todo o pecado
Ouvi-nos Senhor.
Para que nos livreis da morte eterna
Ouvi-nos Senhor.
Pela vossa encarnação Ouvi-nos Senhor.
Pela vossa morte e ressurreição
Ouvi-nos Senhor.
Pela efusão do Espírito Santo
Ouvi-nos Senhor.
Apesar de nossos pecados
Ouvi-nos Senhor.
(se houver Batismo)
– Para que santifiqueis com a vossa graça esta água onde renascerão os vossos filhos.
Ouvi-nos Senhor.
– Jesus Filho de Deus vivo. Ouvi-nos Senhor.
– Cristo, ouvi-nos. (bis) Cristo, atendei-nos. (bis)
14. APRESENTAÇÃO DOS DONS
Animador(a) – As bem-aventuranças proclamadas por Jesus é um projeto de vida que nos levará a experimentar as alegrias prometidas por Ele. Apresentemos ao altar do Senhor a disponibilidade de nossos jovens em servir, e assim como nós, viver as bem-aventuranças na família, na comunidade e na sociedade.
Dois jovens proclamam as Bem-aventuranças.
– Bem-aventurados os jovens sábios, porque serão também puros de coração e simples de espírito: Eles anunciarão a Paz!
– Bem-aventurados os jovens humildes, porque saberão acolher a verdade escondida no coração de todas as pessoas que encontrarem ao longo do caminho!
– Bem-aventurados os jovens pobres, porque terão o olhar voltado para Deus e vencerão com esperança suas lutas neste mundo!
– Bem-aventurados os jovens que fazem da caridade uma lei do seu coração, porque, amando sem reservas, encontrarão a coragem de obedecer a profetas e santos!
– Bem-aventurados os jovens que temem o Senhor, porque não temerão inimigo algum na terra, seja pequeno ou grande!
– Bem-aventurados os jovens pacíficos, porque serão vistos como herdeiros da terra de Deus! Porque a eles todos será dada por herança a eterna bem-aventurança! (Beato João Paulo II)
15. CANTO DAS OFERENDAS
A vida dos justos está nas mãos de Deus, nenhum tormento os atingirá. Aos olhos dos insensatos pareceram morrer; mas eles estão em paz! Aleluia, aleluia.
1 – “Senhor, quem morará em vossa casa e em vosso Monte Santo, habitará?” É aquele que caminha sem pecado e pratica a justiça fielmente.
2 – “Senhor, quem morará em vossa casa e em vosso Monte Santo, habitará?” Que pensa a verdade no seu íntimo e não solta em calúnias sua língua.
16. HINO DO GLÓRIA
Presidente – Glorifiquemos ao Deus da vida por nos conceder tantos intercessores para nos ajudar em nossas necessidades.
Glória a Deus lá nos céus, e paz na terra aos seus! (bis)
1 – Glória a Deus nos altos céus, paz na terra a seus amados! A Vós louvam, Rei Celeste, os que foram libertados!
2 – Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos; damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!
3 – Senhor nosso, Jesus Cristo, unigênito do Pai, Vós, de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
4 – Vós que estais junto do Pai como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor.
5 – Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor, com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor!
17. PAI NOSSO
Presidente – Santificar o nome de Deus com a santificação da nossa vida é missão de todo batizado. Rezemos a oração que Jesus nos ensinou. Pai Nosso…
18. ABRAÇO DA PAZ
Animador(a) – Bem-aventurados os que promovem a paz. Saudemo-nos com um abraço fraterno. (à escolha)
19. CANTO DE COMUNHÃO (se houver)
Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos Céus, porque deles é o Reino dos Céus!
1 – Senhor Deus, a Vós elevo a minha alma, em vós confio: que eu não seja envergonhado!
2 – Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e fazei-me conhecer a vossa estrada!
3 – Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação!
4 – Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e a vossa compaixão que são eternas!
5 – O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores.
6 – Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres Ele ensina o seu caminho.
20. ORAÇÃO
Presidente – Ao celebrarmos, ó Deus, Todos os Santos, nós vos adoramos e admiramos, porque só vós sois Santo, e imploramos que a vossa graça nos santifique na plenitude do vosso amor, para que, desta mesa de peregrinos, passemos ao banquete do vosso Reino. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.
21. NOTÍCIAS E AVISOS
22. BÊNÇÃO
Presidente – Deus, glória e exultação dos Santos que hoje celebrais solenemente, vos abençoe para sempre. Amém.
– Livres por sua intercessão dos males presentes, e inspirados pelo exemplo de suas vidas, possais colocar-vos constantemente a serviço de Deus e dos irmãos. Amém.
-E assim, com todos eles, vos seja dado participar da alegria da verdadeira pátria, onde a Igreja reúne seus filhos aos Santos para a paz eterna. Amém.
– A bênção de Deus Pai e Filho e Espírito Santo, desça sobre vós e permaneça para sempre. Amém.
– Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.
23. CANTO FINAL
1 – A vida pra quem acredita não é passageira ilusão. E a morte se torna bendita, porque é nossa libertação.
Nós cremos na vida eterna e na feliz ressurreição, quando de volta à casa paterna com o Pai os filhos se encontrarão.
2 – O Cristo será, neste dia, a luz que há de em todos brilhar; a Ele imortal melodia os eleitos hão de entoar.
PARTILHA DA PALAVRA
Muitas vezes, quando veneramos ou falamos de um(a) santo(a) de nossa devoção, somos tentados a contemplá-lo(a) pela ótica perfeccionista: “Ele foi perfeito!”. “Um super-humano.” “Alguém que a graça de Deus supriu todas as fraquezas.” Não! Os santos, antes de tudo, foram pessoas normais. Eles fizeram sua caminhada de vida pautada no seguimento de Cristo. Como tal, participaram da realidade do povo santo e pecador. Contudo, eles se destacaram na vivência radical do ideal proposto pelas bem-aventuranças. Foram pessoas que, por seu modo de viver a Boa-Nova de Jesus, marcaram significativamente a sociedade do seu tempo e se transformaram em referenciais atualizados para a história. O culto da Igreja a um determinado(a) santo(a) proclama o mistério pascal na pessoa que sofreu com Cristo e com ele é glorificada. Ao mesmo tempo, propõe aos fiéis o(s) seu(s) exemplo(s) e implora por seus merecimentos os benefícios de Deus (cf. SC 104). A Igreja propõe os santos como testemunhas ilustres da glória de Deus, membros do corpo de Cristo, especialmente unidos a Cristo, modelos protetores, homens e mulheres que inspiram a atualidade. Os santos são irrepreensíveis anunciadores do amor de Deus para com a humanidade e de sua santidade. São exemplos insuperáveis da força da salvação realizada pelo mistério pascal; modelos perfeitos de comunhão com Jesus Cristo, intercessores perenes e eficazes. O convite evangélico à santidade é proposto a todos. Não é uma realidade impossível de se alcançar. Tudo depende da vivacidade com que se vive o ideal das bem-aventuranças na relação com Cristo e nos compromissos inerentes à vida. Eu e você podemos ser santos. Não importa se somos pessoas de muitas qualidades ou não. O que conta é que sejamos pessoas extraordinárias pela vivência do programa de Jesus resumido nas bem-aventuranças.
LEITURAS DA SEMANA
2ª feira: Rm 11,29-36; Sl 68; Lc 14,12-14
3ª feira: Rm 12,5-16a; Sl 130; Lc 14,15-24
4ª feira: Rm 13,8-10; Sl 111; Lc 14,25-33
5ª feira: Rm 14,7-12; Sl 26; Lc 15,1-10
6ª feira: Rm 15,14-21; Sl 97; Lc 16,1-8
Sábado: Ez 47,1-2.8-9.12; Sl 45; 1Cor 3,9-11.16-17; Jo 2,13-22
Domingo: 2Mc 7,1-2.9-14; Sl 16; 2Ts 2,16-3,5; Lc 20,27-38

Você pode Gostar de:

16º Domingo do Tempo Comum (18.07)

16º Domingo do Tempo Comum Ano B – cor verde – 18/07/2021 1. Saudação Presidente …